23.1 C
São Paulo
domingo, janeiro 23, 2022
- Publicidade -
- Publicidade -
Inicio Revistas Hortifrúti Na nutrição citrícola, qual a dose ideal?

Na nutrição citrícola, qual a dose ideal?

Autores

Arlindo D’ Salvo
arlindoconsultor@gmail.com
Danilo José Fanelli Luchiari
danilo.luchiari@hotmail.com
Engenheiros agrônomos
danilo.luchiari@hotmail.com

Os citros, como as demais frutíferas perenes, apresentam um ciclo fisiológico composto das fases de desenvolvimento da planta que vão da indução floral, florescimento, fixação e maturação dos frutos e repouso vegetativo.

Cada fase tem necessidades nutricionais diferentes, portanto, conhecer estas necessidades possibilita nutrir corretamente a planta, aumentando a produtividade com melhor aproveitamento dos fertilizantes.

Injetor de fertilizantes

O injetor de fertilizantes é um equipamento que introduz o fertilizante líquido dentro do sistema de irrigação em doses precisas. Seu funcionamento pode ser por meio de uma bomba dosadora ou venturi, que injeta através de diferencial de pressão no sistema hidráulico.

Lembrando que a injeção de insumos através de pressão negativa ou direto na sucção da bomba do sistema de irrigação é uma prática proibida na agricultura devido aos riscos de contaminação dos mananciais hídricos superficiais.

Benefícios proporcionados

A fertirrigação é a ferramenta que proporciona a maior precisão na aplicação dos nutrientes, permitindo parcelar as adubações em doses precisas para atender as necessidades imediatas da planta, a exemplo da hidroponia em campo aberto, que nada mais é que aplicar a quantidade exata de água e nutrientes no momento exato para atender a necessidades instantâneas da planta por meio do sistema de gotejamento.

Esta prática proporciona o maior aproveitamento dos nutrientes e maior aumento de produtividade.

Culturas beneficiadas

Todas as culturas podem ser beneficiadas pela fertirrigação, desde que tenha um sistema de irrigação e que apresente alta eficiência e boa uniformidade de aplicação, a exemplo das irrigações localizadas e dos pivôs centrais.

Para fazer a fertirrigação, é necessário seu planejamento correto, que inicia com a recomendação nutricional adequada, parcelamento e frequência ideal das adubações e bom monitoramento das aplicações por meio do controle da condutividade elétrica, do pH do solo, e acompanhamento do balanço dos nutrientes da solução do solo e planta.

Esta prática é a ferramenta que proporciona o maior aumento na produtividade dos citros. O resultado da fertirrigação está ligado diretamente à eficiência de uniformidade de aplicação do sistema de irrigação e à precisão na dosagem do injetor de fertilizantes.

Relembrando que o mais importante desta prática é a recomendação técnica correta das quantidades de nutrientes a serem aplicados, porque de nada adianta termos o melhor sistema de irrigação e injetor de fertilizantes e não atendermos as necessidades reais de nutrição da planta no momento adequado.

Em campo

Em nosso parque citrícola, é comum observar os pomares com fertirrigação bem assistidos e que produzem 100 toneladas por hectare ou mais. Devemos lembrar que a irrigação e a fertirrigação, além de aumentar a produtividade dos citros, pode também melhorar a qualidade dos frutos para o mercado e adiantar ou retardar a safra, situação esta positiva para a fruta de mesa.

Os erros mais frequentes estão relacionados diretamente à falta da adoção das técnicas de irrigação correlacionadas às recomendações nutricionais especificas via fertirrigação. Lembrando que cada nutriente apresenta um comportamento diferente de solubilidade em água, mobilidade no solo e disponibilidade para absorção pela planta.

Por isso, a fertirrigação é uma técnica complexa e que requer muito conhecimento agronômico, e quando não adotados estes princípios é que são observados os insucessos. É fácil comprovar esta observação – em nosso parque citrícola irrigado podemos assegurar que menos de 70% não fazem fertirrigação devido a esta complexidade.

Manejo

Para implantar a fertirrigação, temos que ter um sistema de irrigação localizado com alta performance de aplicação e um equipamento de injeção de fertilizantes que proporcione alta precisão na dosagem de aplicação.

Para explorar o máximo de seu potencial, devemos ter a recomendação nutricional adequada, definir o parcelamento das aplicações que proporcione a maior disponibilidade dos nutrientes para absorção das plantas e melhor equilíbrio no solo, promovendo as menores perdas dos nutrientes por lixiviação e salinização.

Portanto, o monitoramento do bulbo úmido quanto à condutividade elétrica, pH da solução, frente de salinização e concentração dos nutrientes na solução e na planta são fundamentais no manejo da fertirrigação.

Custo

O custo médio do sistema de irrigação por gotejamento para os citros é da ordem de US$ 2.500 por hectare e o custo do equipamento completo de injeção de fertilizantes para o sistema de gotejamento varia de US$ 80 a US$ 300 por hectare, dependendo do tamanho da área irrigada, da precisão de aplicação e do nível de automação do sistema de injeção.

O sistema de irrigação tem uma relação custo-benefício muito boa, sendo o retorno médio do investimento entre três a quatro anos e o equipamento de injeção de fertilizantes, quando bem manuseado, se paga na mesma safra e tem uma excelente relação custo-benefício.

Inicio Revistas Hortifrúti Na nutrição citrícola, qual a dose ideal?