22.6 C
Uberlândia
segunda-feira, maio 20, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesNova safra da cana requer estratégia nutricional 

Nova safra da cana requer estratégia nutricional 

Ubyfol entrega soluções que impactam crescimento vegetativo, ciclo vital na construção da tonelada de cana por hectare (TCH) e maior produtividade.

Com projeções de crescimento de 6,9% e produtividade acima de 78 toneladas por hectare, a produção de cana-de-açúcar no Brasil deverá atingir na safra 2023-24, 652,9 milhões de toneladas, segundo recente levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Após uma colheita recorde e com excelentes preços de mercado a serem obtidos este ano, o setor sucroenergético continuará desfrutando de um cenário positivo na próxima safra (2024-25) devido ao incremento da produção e às condições climáticas favoráveis. 

Marcelo Lontro – coordenador de Desenvolvimento Técnico de Mercado da Ubyfol

Para Marcelo Lontro, coordenador de Desenvolvimento Técnico de Mercado da Ubyfol, a produtividade em alta do setor deverá pressionar os produtores a alongar, em certa medida, o período de colheita, reduzindo a possibilidade de bisar o canavial (deixar para colher parte da cana na safra seguinte), a fim de melhorar o rendimento das lavouras e impactar positivamente a produtividade. Esse fato, no entanto, ressalta o especialista, deverá ligar o alerta para que se antecipe o período de colheita na próxima safra.  

“Isso vai obrigar o produtor a ser mais eficiente na construção da cana que será colhida mais cedo. Nesse sentido, o crescimento vegetativo é extremamente importante na construção da tonelada de cana por hectare (TCH), uma vez que nesse período, entre outubro a fevereiro, a planta cresce mais de 70% da biomassa que será colhida. Neste instante, o uso de boas práticas de manejo possibilita explorar ao máximo o potencial produtivo da cultura”, ressalta.  

De acordo com o especialista, é necessário atuar de forma eficiente no metabolismo vegetal, já que durante o processo de crescimento vegetativo a planta direciona os fotoassimilados para o desenvolvimento e crescimento do colmo, além de favorecer um crescimento radicular expressivo e atuar na definição da população.  

“Esta prática se associa à complementação nutricional por meio das folhas, garantindo que a planta tenha à sua disposição nutrientes e aminoácidos fundamentais para o funcionamento eficiente de seus processos internos, como enraizamento, crescimento, alongamento, divisão celular, fotossíntese, metabolismo secundário, ativação enzimática e também cumpra outros papéis fundamentais, como estruturação e osmorregulação”, enumera. 

Para proteger a integridade da área foliar, vital em que ocorre a fotossíntese e impacta diretamente a produção, é necessário, segundo Marcelo Lontro, utilizar práticas de proteção por meio do uso de fungicidas e trabalhar a indução de resistência da planta. “Esta última estratégia tem como objetivo prepará-la para situações de estresse, seja biótico (causado por insetos, ervas daninhas, bactérias e fungos), seja abiótico (desencadeado por irradiação, temperaturas altas, deficiência nutricional ou estresse hídrico)”, informa.  

Maior rendimento e produtividade do canavial 

Multinacional brasileira especialista em nutrição vegetal com ampla atuação no mercado, a Ubyfol garante o apoio necessário ao produtor rural com tecnologias de última geração desenvolvidas com foco na cultura da cana-de-açúcar. Com eficiência comprovada pela estabilidade dos resultados em produtividade e alta compatibilidade em misturas com defensivos, o MS Cana é um complexo nutricional (K, S, Zn, B, Cu, Mn e Mo) que visa promover o equilíbrio metabólico e o desenvolvimento fisiológico da planta, resultando em maiores taxas de crescimento e armazenamento de açúcar no colmo.   

Indicado para estimular o desenvolvimento e o metabolismo da cana, o N32 é uma solução de nutrição foliar de alta performance com formulação com pH próximo à neutralidade, que proporciona o crescimento da planta durante o período vegetativo por meio do aporte de nitrogênio (nítrico, amídico e amoniacal). 

No portfólio de soluções da empresa, há ainda os nutrientes isolados, caso do MS-Boro (fertilizante foliar para o fornecimento de boro que favorece o desenvolvimento celular, a formação da parede celular e o transporte de açúcares dentro da planta) e do Kymon Plus, entre os aminoácidos. Este último traz em sua formulação um complexo de L-aminoácidos que agem diretamente sobre o metabolismo da planta, poupando gastos energéticos e auxiliando na produção de enzimas, proteínas e hormônios, atuando também na recuperação de plantas expostas a situações de estresses.  

Com seu DNA inovador, a Ubyfol também traz ao mercado o Fortch, o mais recente lançamento da companhia para o setor. Com uma proposta robusta e completa, esta solução traz todo o know-how da empresa em nutrientes e aminoácidos, resultando em uma sinergia de tecnologias que garante eficiência ao metabolismo vegetal.  

As soluções desenvolvidas pela Ubyfol apresentam excelentes resultados e performance, pois aportam uma exclusiva tecnologia de formulação: a POLIHEXOSE, molécula 100% orgânica com alto poder quelante que confere uma melhor proteção dos nutrientes, potencializando a absorção de nutrientes pela planta e o aumento de translocação dos elementos absorvidos.  

ARTIGOS RELACIONADOS

Yuksel Seeds chega ao Brasil

Uma nova empresa de sementes de hortaliças chega no Brasil e promete inovar o mercado com sementes de alta qualidade genética.

O agro sob uma nova ótica

Há uma crescente profissionalização na governança corporativa, impulsionada pelas fusões e aquisições no setor, que trazem melhores práticas para empresas menores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!