23.6 C
Uberlândia
terça-feira, junho 18, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãosNovidades abrem a programação do 10º Congresso Brasileiro do Algodão

Novidades abrem a programação do 10º Congresso Brasileiro do Algodão

Algodão - Crédito Amipa
Algodão – Crédito Amipa

 

O 10º Congresso Brasileiro do Algodão, será promovido de 1º a 04 de setembro, em Foz do Iguaçu e deverá reunir cerca de 1.200 participantes

 

Com uma programação que inclui desde plenárias sobre o mercado mundial de algodão e tendências econômicas até mesas redondas para discussão de temas de interesse pontual do setor, o 10º Congresso Brasileiro do Algodão, que será promovido de 1º a 04 de setembro, em Foz do Iguaçu (PR), terá início com a realização simultânea de cinco minicursos, no período das 14h às 18h.

Destinados a gerentes, administradores, engenheiros agrônomos e agrícolas e a consultores, os minicursos abordam assuntos bem específicos da prática do dia a dia do produtor de algodão, como controle biológico de pragas; manejo de áreas infestadas por nematoides; planejamento e manejo de lavouras transgênicas nos sistemas de produção e fatores que afetam a qualidade das fibras do algodão.

Os interessados em participar devem optar pelo minicurso, de preferência no ato da inscrição, pois as vagas são limitadas.

Temas

Cada minicurso tem um coordenador e entre três a quatro especialistas que apresentarão aspectos diversos do tema central. Todos os profissionais foram selecionados pela Comissão Científica do congresso, que é coordenada pelo pesquisador da Embrapa Algodão, Eleusio Freire, engenheiro agrônomo, mestre em Agronomia e doutor em Genética e Melhoramento de Plantas.

Promovido pela Abrapa ” Associação Brasileira dos Produtores de Algodão, o 10º CBA tem como tema “Qualidade, Caminho para a Competitividade“ e deverá reunir cerca de 1.200 participantes, entre produtores, pesquisadores, agrônomos, consultores, fornecedores de máquinas, implementos e serviços e demais profissionais do agronegócio.

Plenárias

“Panorama político e econômico do Brasil“ e “Algodão Brasileiro e mundial: mercado, perspectivas e marketing“ são os temas das duas primeiras plenárias.A primeira plenária tem como palestrante Ricardo Amorim, presidente da Ricam Consultoria Empresarial. Em sua palestra, ele apresentará aos congressistas o panorama político e econômico brasileiro em comparação com o cenário mundial, traçando as perspectivas futuras para as economias do Brasil e do mundo.

Já a segunda plenária e que tem como tema “Algodão Brasileiro e mundial: mercado, perspectivas e marketing“, terá uma dinâmica diferente. Ela será aberta com uma palestra de José Sette, diretor executivo do ICAC – Internacional CottonAdvisoryCommitee. Na sequência, haverá um amplo debate, que terá como mediador o jornalista William Waak, da Rede Globo, e contará com a participação de cinco debatedores, que terão 10 minutos para expor seus respectivos assuntos.

A equipe de debatedores é integrada por: João Carlos Jacobsen Rodrigues, presidente da Abrapa, que apresentará as demandas dos produtores para expansão da produção brasileira de algodão; Antonio Esteves, da ANEA ” Associação Nacional dos Exportadores de Algodão, que fará uma exposição sobre o aumento das exportações como estimulador da produção interna; Rafael Cervone, presidente da ABIT ” Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção, que irá abordar a competitividade da indústria têxtil brasileira; André Nassar, secretário de Políticas Agrícolas, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que falará sobre as políticas públicas de apoio a cotonicultura, e Fabiana Ferreira Alves, diretora do Rural Banking (Rabobank), que discorrerá sobre os fatores que otimizam a oferta de crédito para produção de algodão.

Mesas-redondas

A programação do Congresso contará com a realização de 12 mesas-redondas que tratarão dos diversos aspectos, tecnologias e tendências da cotonicultura brasileira.

No primeiro bloco de mesas-redondas, serão abordados os seguintes temas: manejo de lepidópteros e mosca-branca nos sistemas produtivos do cerrado; sistemas de produção do algodão com menor risco: situação atual e perspectivas; novos cultivares de algodão; refúgio como estratégia na utilização de cultivares transgênicas – situação atual e perspectivas; avaliação de métodos e fungicidas para controle de ramulária e mofo branco no algodoeiro, e sensoriamento remoto e manejo da cultura do algodão e dos recursos naturais.

No segundo bloco, os temas das mesas-redondas serão: análises das safras 2013/14 e 2014/2015: produtividade, custos, qualidade e rentabilidade; avaliação de diferentes métodos de destruição de restos culturais para variedades transgênicas e convencionais; biotecnologias no algodoeiro: eficiência, custos, problemas e perspectivas; tecnologias e normas para pulverização aérea;manejo de plantas daninhas de difícil controle e tigueras, no algodão transgênico, e situação atual e caminhos possíveis para o manejo de resistência de pragas-alvo tecnologia BT na cultura do Algodão no Brasil – experiência do IRAC e da Embrapa.

Todas as mesas-redondas contam com dois a seis palestrantes cada, todos especialistas nos setores, incluindo pesquisadores, produtores e executivos. Os interessados em participar devem optar pela mesa-redonda de interesse no ato da inscrição, pois as vagas são limitadas.

O evento será realizado no centro de convenções do resort Recanto das Cataratas. Inscrições e mais informações no site: http://www.congressodoalgodao.com.br

Essa matéria você encontra na edição de julho da Revista Campo & Negócios Grãos. Adquira o seu exemplar.

ARTIGOS RELACIONADOS

Fundação MT difunde informações agrícolas para mais de duas mil pessoas em Mato Grosso

O tradicional evento realizado pela Fundação de Apoio à Pesquisa Agropecuária de Mato Grosso, Fundação MT, que antecede o plantio da soja, foi encerrado...

Maior feira de tecnologia agrícola e negócios do Norte-Nordeste começa na próxima semana

  A Bahia Farm Show 2015, consolidada como a maior feira de tecnologia agrícola e negócios do Norte-Nordeste brasileiro terá início na próxima semana, 02...

ABC Bio elege nova diretoria e conselho – biênio 2017/18

A partir de janeiro de 2017, a ABC Bio(Associação Brasileira das Empresas de Controle Biológico) terá nova diretoria e conselho. O novo presidente para...

O fósforo otimização do sistema radicular do feijoeiro

AutorMarco Túlio Gonçalves de Paula Engenheiro agrônomo e mestrando em Qualidade Ambiental – Universidade Federal de Uberlândia (UFU) mtulio.agro@gmail.com Dentre os macronutrientes essenciais para...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!