28 C
Uberlândia
terça-feira, junho 25, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosFlorestasIII Congresso Brasileiro de Eucalipto - Novidades para o agronegócio florestal

III Congresso Brasileiro de Eucalipto – Novidades para o agronegócio florestal

 

Evento acontecerá de 2 a 4 de setembro, em Vitória (ES)

 

Congresso do Eucalipto  Crédito Divulgação
Congresso do Eucalipto Crédito Divulgação

Especialistas em silvicultura, técnicos, produtores, empresários e outros agentes de desenvolvimento ligados ao agronegócio florestal estarão reunidos entre os dias 2 e 4 de setembro no III Congresso Brasileiro de Eucalipto (CBE), que após uma edição em São Paulo será realizado neste ano na capital capixaba, Vitória (ES).

O evento irá discutir e sugerir alternativas que removam os principais obstáculos ao desenvolvimento desse setor, bem como mostrar os avanços tecnológicos e científicos e analisar as perspectivas de mercado do setor florestal.

Nos últimos anos, o setor de florestas plantadas vem ganhando reconhecimento pela sua importância e contribuição para a sustentabilidade do País. As plantações florestais têm promovido mudanças em economias regionais e locais, o que tem provocado o aumento das oportunidades de trabalho e o aquecimento da economia, além de propiciar a melhoria da qualidade ambiental.

A área plantada com eucalipto tem aumentado de forma significativa nos últimos anos. Segundo o anuário estatístico da ABRAF (2013), no período entre 2006 a 2012 o crescimento de plantio dessa cultura foi de 5,1% ao ano, enquanto a área plantada de pinus reduziu em 3,1% ao ano, no mesmo período.

Condições brasileiras

O Brasil possui condições naturais muito favoráveis para as plantações de eucalipto, que, aliadas ao desenvolvimento tecnológico avançado, diversidade de plantas industriais e outros fatores (facilidade de acesso marítimo e mão de obra qualificada), possibilitaram um setor de silvicultura de produção altamente competitivo.

No entanto, existem alguns desafios ligados à área ambiental, agrária, de relações sociais e de mercado, além da necessidade de avançar e inovar na área tecnológica visando o aumento da produtividade e competitividade de todo o complexo florestal brasileiro.

Temas

Durante o III CBE – Congresso Brasileiro de Eucalipto serão discutidos temas como a “Situação Atual e as Perspectivas da Produção e do Mercado de Madeira; uso múltiplo do eucalipto em propriedades rurais familiares; Sistema de Integração Produtor ” Indústria (fomento florestal); Eucalipto transgênico; Mecanização Florestal em Áreas Acidentadas; Novos Negócios com Eucalipto; Tecnologias Avançadas para Produção Florestal; e Uso de Eucalipto em Área de Reserva Legal.

Além disso, os congressistas poderão participar de visita técnica e conferir a exposição de produtos, serviços e tecnologias florestais.

O Congresso Brasileiro de Eucalipto é promovido pelo Centro de Desenvolvimento do Agronegócio (Cedagro). As informações para participar do evento ou inscrever trabalhos estão disponíveis no site www.congressoeucalipto.com.br

Essa matéria você encontra na revista Campo & Negócios Floresta, edição de agosto/setembro. Adquira o seu exemplar.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

Softwares interpretam imagens transmitidas por VANT’s

  Lúcio André de Castro Jorge Pesquisador e articulador de Cooperação Internacional da Embrapa Instrumentação lucio.jorge@embrapa.br A Embrapa já disponibilizou gratuitamente softwares para análise da cobertura do solo...

Os tipos de alface as melhores sementes

O tipo de semente indicado vai ao encontro da variedade que melhor se adapta às condições climáticas de cada região. Uma semente de qualidade...

Invasão de plantas daninhas e seu controle

As plantas indesejáveis apresentam grande rusticidade, e por isso capacidade de crescer em ambientes adversos. São mais resistentes a pragas e doenças e ainda produzem grande quantidade de sementes viáveis, repletas de adaptações que auxiliam sua dispersão no tempo e no espaço.

Adubação inteligente das florestas é tendência

A indústria de fertilizantes enfrenta um desafio contínuo na melhoria de seus produtos para aumentar a eficácia da sua utilização. Isso pelo aprimoramento dos fertilizantes já em uso ou pelo desenvolvimento de novos tipos de adubos específicos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!