13 C
São Paulo
terça-feira, junho 28, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Grãos Nutrição balanceada no cafeeiro

Nutrição balanceada no cafeeiro

Carla Valdez
Engenheira agrônoma e representante técnica – Compo Expert

O cafeeiro é uma planta perene, de ciclo bienal de produção, que dispõe de necessidades diferenciadas entre um ano e outro. Nos anos de alta carga, a exigência de nutrientes para produção de frutos (“grãos”), somada à demanda para crescimento ininterrupto da planta, resulta em uma necessidade maior de nutrientes.
A lavoura expressa exigências quanto ao tipo de solo, clima e manejo, que possibilitam diferenciar glebas ou talhões, com oportunidades diversas de resposta para exploração econômica. Do ponto de vista nutricional, apresenta demandas diferentes de acordo com a fase de desenvolvimento e com a produtividade esperada (Mesquita, 2016).
Micronutrientes são elementos essenciais para o crescimento das plantas e necessários em pequenas quantidades. Sua escassez pode provocar problemas no crescimento e desenvolvimento das plantas, influenciando na qualidade e na produção.

Interferências

Muitos aspectos afetam a disponibilidade dos micronutrientes, sendo os mais significativos: pH do solo, quantidade de matéria orgânica, textura do solo, atividade microbiana, drenagem dos solos, condições climáticas, entre outros.
Hipoteticamente, as quantidades de micronutrientes presentes no volume de solo explorado pelo cafeeiro seriam suficientes para nutri-lo apropriadamente. Na realidade, essa concepção tem mudado. O incremento na produtividade das lavouras de café, a elevada remoção de micronutrientes do sistema; utilização de altas doses de calcário, contribuindo para o aparecimento de deficiências induzidas (em pH elevado alguns micronutrientes ficam indisponíveis); o emprego de formulações excessivamente concentradas de NPK, vem favorecendo a deficiência dos micronutrientes.
Portanto, fica claro que a aplicação de micronutrientes é primordial para se alcançar ou manter altas produtividades na cafeicultura (Martins, 2015).

Importância de cada um

Dentre os micronutrientes importantes para o cafeeiro, destacam-se: cobre, zinco e manganês. O cobre, na planta, está associado à atividade fotossintética, à respiração mitocondrial, ao metabolismo da parede celular, à percepção do hormônio etileno e ação no controle de doenças.
Sua deficiência causa vários distúrbios no metabolismo da planta, tais como redução do crescimento, prejuízo no desenvolvimento reprodutivo, má formação de folhas novas (pontos necróticos) e diminuição no transporte de água (Dechen, 2018).
O manganês, na planta, é essencial para a síntese de clorofila, tendo sua principal função como ativador de enzimas e aumento da disponibilidade de P e Ca. A deficiência deste nutriente pode ocorrer tanto em folhas jovens como intermediárias, com ampla variedade de formas cloróticas e manchas necróticas (Dechen, 2018).
O zinco atua como cofator enzimático, sendo essencial para a atividade, regulação e estabilização da estrutura proteica. Afeta a síntese e a conservação de auxinas, hormônio vegetal relacionado ao crescimento. Sua deficiência ocorre com clorose em folhas novas, além de folhas novas lanceoladas (Dechen, 2018).

Solução

A Compo Expert possui em seu portfólio o Basfoliar Multi Si, produto com elevado nível tecnológico e eficácia no campo, com aporte de nutrientes essenciais a diversas reações enzimáticas nas plantas.
Possui formulação balanceada, para suprimento de cobre, zinco, manganês e aporte complementar de silício – elemento benéfico, que torna as plantas mais resistentes à ação de patógenos e insetos, com função estrutural, que melhora a arquitetura da planta.
Conta, ainda, com ácido salicílico, composto fenólico presente em plantas que possui múltiplas funções, dentre elas a ação hormonal de estímulo ao crescimento e desenvolvimento vegetal e a indução das respostas de defesa da planta sob condições de estresses bióticos e abióticos.
Com aplicações na pós-colheita, pós-florada e na frutificação do cafeeiro, visando nutrição e proteção para a cultura do café.

Inicio Revistas Grãos Nutrição balanceada no cafeeiro