27.6 C
Uberlândia
quarta-feira, abril 17, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosO ESG ditará o futuro do agro

O ESG ditará o futuro do agro

Por Bruno Ract, diretor de marketing da Ultra Clean Brasil

A praga do sistema hidráulico (contaminação) é um dos maiores problemas dos produtores rurais. No processo de montagem da mangueira, mais precisamente no momento do corte, é gerado uma grande quantidade de sujeira. Se a mangueira, sem estar completamente limpa, for conectada ao sistema hidráulico de uma máquina agrícola, ela poderá danificar a bomba hidráulica e diversos componentes, causandosérios prejuízos aos produtores rurais.

Bruno Ract
Créditos? Divulgação

Isso ocorre porque a mangueira hidráulica é o principal elemento que leva sujeira para o sistema hidráulico de uma máquina agrícola.

Além de danificar a bomba hidráulica e diversos componentes de pulverizadores, colheitadeiras, tratores e plantadeiras, uma mangueira suja poderá contribuir para a parada não programada de uma máquina agrícola. Segundo a Caterpillar, 80% das falhas que ocorrem no sistema hidráulico das máquinas agrícolas são provenientes justamente da contaminação.

Por isso, é importante que o produtor rural faça a limpeza das mangueiras hidráulicas. Com a UC System, tecnologia exclusiva da Ultra Clean Brasil, o produtor rural realiza a limpeza a seco, em menos de 1 segundo, das mangueiras hidráulicas, evitando, desta forma, que a contaminação (sujeira) entre em contato com o sistema hidráulico das máquinas agrícolas e contribuindo para a redução de custos com troca de peças. Para se ter ideia, a troca de uma bomba hidráulica por uma nova pode vir a custar R$ 150 mil.

ESG – Trata-se de uma tecnologia que está em sintonia com as questões ESG. Um interessante estudo da Serasa Experian aponta que 91,8% dos produtores rurais brasileiros já estão utilizando técnicas e práticas de ESG em suas lavouras.

O número, aparentemente, alto tem uma explicação. O agronegócio é um defensor do meio ambiente e entende que produtividade e sustentabilidade precisam estar em perfeita sintonia, beneficiando a qualidade do alimento, a comercialização do mesmo e também os ciclos futuros de produção.

A tecnologia UC System é uma grande aliada deste contexto, por contribuir com o “E” do ESG. Ao impedir que a contaminação entre no sistema hidráulico, a tecnologia reduz 50% do consumo de óleo e triplica a vida útil da bomba hidráulica. Ou seja, quando o produtor rural utiliza o UC System, a máquina agrícola consome menos óleo e utiliza a bomba hidráulica por um maior tempo, contribuindo para a redução na fabricação destes itens e fortalecendo a economia circular.

Outro ponto interessante é que, com esta tecnologia, a máquina aumenta o seu desempenho, realizando, por exemplo, a colheita em um menor tempo. Com isso, o maquinário emite menos poluentes, beneficiando a sustentabilidade.

Pesquisa da consultoria McKinsey inclusive já apontou que os produtores rurais brasileiros são mais digitalizados do que os agricultores americanos e europeus, comprovando a forte adesão dos brasileiros à tecnologia.

Dentro deste contexto, cumprir as normas de ESG será fundamental para garantir a segurança alimentar. É fato, então, que o ESG ditará o futuro do nosso agronegócio. Que seja próspero!

ARTIGOS RELACIONADOS

Iniciativas de adequação ao ESG

CEO da Bravo GRC, Claudinei Elias, explica como e quais tecnologias podem ser usadas por empresas que desejam incorporar uma agenda de boas práticas.

Nova proposta de cobrança de tributos: quais os impactos para as empresas?

Artigo de Tiago Silva discute a proposta de reforma da Lei de Execuções Fiscais (Lei nº. 6.830/80).

Por que o ESG sem o G não funciona?

Para se ter uma ideia da importância da tecnologia nesse processo, a automatização do processo de cálculos da remuneração variável se tornou um dos requisitos, os chamados SOXs, para todas as empresas listadas nas bolsas de valores dos EUA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!