20.6 C
Uberlândia
sábado, abril 20, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesPCA aumenta em 30% volume de recursos

PCA aumenta em 30% volume de recursos

Programa para Construção e Ampliação de Armazéns oferta R$ 6,65 bilhões para estrutura de armazenagem

O Plano Safra 2023/2024 anunciado nesta terça-feira (27) pelo Governo Federal prevê R$ 6,65 bilhões em investimentos no Programa para Construção e Ampliação de Armazéns (PCA). O Programa recebeu incremento de quase 30% no montante de recursos em relação aos R$ 5,13 bilhões liberados no ano passado, numa tentativa de avançar com a infraestrutura e enfrentar o déficit na capacidade estática de estocagem, que ultrapassa 118 milhões de toneladas de grãos nesta safra.

Créditos: Divulgação

O crédito para construção de armazéns com capacidade de até seis mil toneladas será de R$ 2,85 bilhões, com limite financiável de até 100% do valor do projeto. Para financiamentos relativos à armazenagem de grãos, o teto é de R$ 50 milhões por beneficiário, por ano agrícola. A taxa de juros nessa linha é de 7% ao ano.

Para demais investimentos, serão R$ 3,80 bilhões e o teto varia de R$ 25 a R$ 50 milhões. Nessa linha, a taxa de juros é de 8,5 % ao ano.

O prazo de reembolso é de até 12 anos, com carência de até dois anos e os recursos estão acessíveis a partir de 1º de julho.

Paulo Bertolini, diretor da Granfinale Sistemas Agrícolas e presidente da Câmara Setorial de Equipamentos para Armazenagem de Grãos – CSEAG do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), recebeu o anúncio com otimismo, mas pondera que ainda são necessários R$ 15 bilhões em investimentos, públicos e privados, por ano para que a armazenagem acompanhe o crescimento da produção.

“Os recursos ainda são insuficientes para a demanda e a necessidade da agricultura brasileira, mas o aumento no valor do PCA sinaliza a preocupação com o déficit crescente de armazenagem de grãos”, afirma.

O PCA

O Programa para Construção e Ampliação de Armazéns (PCA) do Plano Safra surgiu em 2013 e tem sido importante ferramenta de apoio à ampliação de armazéns de grãos no Brasil.

Os recursos podem ser aplicados em projetos de construção, ampliação, reforma ou modernização de armazéns destinados à guarda de grãos, frutas, tubérculos, bulbos, hortaliças, fibras e açúcar, beneficiando produtores rurais pessoa física e jurídica e cooperativas de produtores rurais.

ARTIGOS RELACIONADOS

Milho: volume alto, rentabilidade baixa

Volume de grãos aumentou 16%, mas o preço do milho reduziu em torno de 40%, pontua Aprosoja-MT

Lucratividade aumenta com controle da mosca-dos-chifres

Bovinos protegidos produzem uma arroba a mais do que os não tratados corretamente

Desmatamento aumenta 86% no Cerrado

Estiagem prolongada facilita a derrubada de vegetação nativa que atinge 109 mil hectares em outubro; acumulado de 2023 já é de 851 mil, área sete vezes maior do que a cidade do Rio de Janeiro.

BNDES amplia recursos para biocombustíveis

Valor decorre de aprovação, pela Diretoria do Banco, de dotação complementar de R$ 1,5 bilhão para o programa RenovaBio

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!