20.6 C
Uberlândia
sábado, maio 25, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioAnimaisBovinosPecuária brasileira tem prejuízos próximos a 70 bilhões

Pecuária brasileira tem prejuízos próximos a 70 bilhões

Os parasitas estão entre os problemas sanitários de maior importância na pecuária. Segundo um estudo publicado pela Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária, foi comprovado que os parasitas internos (vermes) e externos (principalmente carrapatos, bernes e mosca-dos-chifres) causam prejuízos próximos a R$ 70 bilhões por ano no Brasil. “Esses problemas também podem  chegar a 20% de diminuição no ganho de peso dos animais, com prejuízos de 20 a 60kg por animal”, informa o médico-veterinário Fernando Santos, gerente de vendas de grandes animais da Syntec do Brasil.

Créditos: Divulgação

“As verminoses subclínicas equivalem de 90% a 98% dos casos, não apresentam sinais evidentes e típicos de uma verminose, dificultado a detecção, aumentando os prejuízos. Dos carrapatos, 95% estão nos pastos, então normalmente o que nós conseguimos ver representa apenas 5% do problema”, comenta o veterinário. De 2 a 10% dos casos que demonstram sinais clínicos, é possível observar: perda de peso, diarreia, pelos sem brilho e quebradiços, comprometimento do couro e estresse.

Santos ressalta que “é essencial fazer o controle estratégico dos vermes e carrapatos, onde é realizado um protocolo antiparasitário antes que exista uma alta carga parasitária, prevenindo grandes infestações no rebanho e controlando a incidência dos carrapatos e parasitas internos, dessa forma, estamos trabalhando com uma medida preventiva, para reduzir o volume de parasitas do animal e consequentemente, mantermos controlada a carga parasitária nos pastos também”.

O veterinário reforça que os protocolos de controle estratégico são personalizados. “É preciso avaliar individualmente cada propriedade, qual a região, quais os desafios, o rebanho, para ser proposto um protocolo personalizado para a realidade daquela propriedade em específico. No caso dos parasitas internos, é interessante iniciar o controle no início do período seco. Como recomendação geral, o ideal é fazer a vermifugação no início, no meio e no fim do período seco, de preferência. É importante que o protocolo de controle encaixe com as realidades de manejo da propriedade.”

De acordo com o especialista, em relação aos carrapatos, o ideal é fazer o controle no fim do inverno/do período seco, antes de iniciarmos as chuvas, de fato. Esse período pode coincidir com o início da estação de monta de algumas propriedades.

“Não podemos deixar de falar na resistência parasitária, por isso é importante o acompanhamento de um profissional e se possível, realizar o biocarrapaticidograma para confirmar quais são os princípios ativos que possuem resistência e eficácia na propriedade” reforça.

O médico-veterinário recorda que, “existem diversos manejos importantes para se obter eficácia, como: Fazer a aplicação subcutânea corretamente, não permitir o refluxo na aplicação, seguir as recomendações de bula e não realizar subdosagem.”

Para auxiliar os criadores na prevenção e combate aos parasitas, a Syntec do Brasil desenvolveu T@urus SR, um poderoso endectocida para o controle dos parasitas internos e externos do rebanho. T@urus SR une a tecnologia com a inovação, aliando uma molécula de alta concentração já consolidada no mercado com a tecnologia tixotrópica SR-MCT, que possibilita mais fluidez, mantendo a propriedade de liberação lenta e prolongada. “Nosso papel é colocar modernas tecnologias de proteção dos bovinos à disposição dos pecuaristas para garantir +@ para o nosso rebanho”.

ARTIGOS RELACIONADOS

Técnicas que ajudam a produzir forragem com maior valor nutritivo

Aprenda técnicas para intensificar a produção de forragem e aumentar a produtividade da sua fazenda! Leia a matéria e descubra como o manejo intensivo pode ser benéfico, mesmo com baixo investimento inicial.

Rastreabilidade atende mercado europeu e gera maior rentabilidade aos pecuaristas

O mercado internacional de carne bovina está em crescimento. Segundo o USDA, serão comercializadas 11 milhões de toneladas em 2020. O Brasil é o líder em exportações.

Brasil aumenta em 1.200% os testes para eficiência alimentar na pecuária

Importante instrumento para selecionar animais de alto desempenho, as provas nacionais aumentaram a base de dados para eficiência alimentar em 1.200% desde 2011.

BASF reforça a importância do manejo adequado do pasto contra as cigarrinhas-das-pastagens

Nepaxir® é o inseticida da BASF com duplo mecanismo de ação que controla a cigarrinha-das-pastagens com tecnologia e eficiência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!