28.8 C
Uberlândia
quinta-feira, julho 18, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioNotíciasPercentuais de umidade na reta final da colheita de soja

Percentuais de umidade na reta final da colheita de soja

VB Comuniicação

A colheita da safra brasileira de soja 2021/2022 entra na reta final com mais de 81% da área colhida nas principais regiões produtoras do Brasil, de acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Nesta etapa o produtor rural tem duas opções:  a venda imediata do grão, logo após a colheita, ou a armazenagem pelo tempo que achar mais conveniente para comercializar o produto, no transcorrer do ano.
Se a escolha for pela armazenagem é preciso estar atento ao teor de umidade do grão, às condições de temperatura e à umidade relativa do ar onde a oleaginosa ficará armazenada.
Por isso, para preservar a qualidade do grão é essencial que a colheita seja realizada com a umidade do grão adequada. Porém, muitos produtores se perguntam qual é a umidade ideal do grão?
A resposta vem do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), que estipula um percentual entre 12% e 14% de umidade para comercialização do grão. Já para a colheita os índices podem ficar entre 16% e 18%. Por isso, é comum que após a colheita da soja ocorra o processo de secagem até chegar aos percentuais de umidade recomendados de 12% a 14%.
Mas, se a intenção do produtor rural for a armazenagem, pelo prazo de um ano, por exemplo, recomenda-se a secagem até os grãos atingirem 11% de umidade, segundo o MAPA. A secagem é uma fase que caracteriza-se como o processo de remoção de água dos grãos até os níveis que permitam o armazenamento, porém isso gera custos.
Além do teor de água no grão, a umidade relativa do ar e a temperatura do armazém precisam estar em equilíbrio para manter a qualidade dos grãos armazenados.
As cooperativas, tradings, entre outros estabelecimentos que compram a soja, utilizam aparelhos medidores de umidade homologados pelo Instituto Nacional de Metrologia (Inmetro). Somente com os  equipamentos é possível obter um resultado mais preciso sobre o teor de umidade, trazendo inclusive maior transparência na comercialização.
A produtora rural Carla Rossato, que tem propriedades no Norte do Paraná, não abre mão de acompanhar cada fase da colheita, utilizando um medidor de umidade da Motomco. “Faço a coleta das amostras várias vezes antes e depois da colheita (até a entrega na cooperativa) para ver se a umidade está próxima dos percentuais desejados”, afirma ela, acrescentando que o medidor de umidade é uma tecnologia que ajuda muito na tomada de decisões. “Para mim é uma ferramenta de grande valor”, complementa.
A diretora de Marketing Manoella Rodrigues da Silva, da empresa LocSolution que loca aparelhos medidores de umidade e faz treinamento para o uso correto deles, observa que é  importante ficar de olho no teor de umidade.  “A umidade é  o principal fator que rege as qualidades do produto armazenado”, afirma.
Segundo ela, do ponto de vista comercial a umidade pode alterar substancialmente o peso e a qualidade do produto.  “Se os grãos forem colhidos e secos inadequadamente permanecerão com baixa qualidade, pois o armazenamento não tem influência sobre esse aspecto. Daí a importância de colher no momento certo”, afirma Manoella.

ARTIGOS RELACIONADOS

Quebramento de hastes e podridão de grãos e sementes de soja

Syngenta é a única do setor apta a seguir com a recomendação, suportada por bula reconhecida pelo Ministério da Agricultura.

Novidades no manejo da sigatoka-negra das bananas

Ana Carolina Batista Bolfarini Engenheira agrônoma e mestre em Agricultura/Horticultura anacarolinabolfarini@hotmail.com   Diferentes doenças atingem a cultura da bananeira, mas de todas as infecções fúngicas a doença sigatoka-negra...

Safrinha: hora de colher

                                               ...

Dia de Campo Palinialves em Muzambinho (MG)

Seguindo sua tradição de Dias de Campo impactantes para o mercado, a Palinialves convida cafeicultores de Muzambinho & Região para, na próxima terça-feira, dia 18/06, conhecerem seu CONTROLADOR DIGITAL DE TEMPERATURA para secadores de café sem fio, EM FUNCIONAMENTO, e o DESPOLPADOR ECOZERO, único no mercado que realmente não consome água no processo de despolpa do café.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!