28 C
Uberlândia
terça-feira, junho 25, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioNotíciasProdutores capacitam cerca de seis mil profissionais para atuarem no agronegócio baiano

Produtores capacitam cerca de seis mil profissionais para atuarem no agronegócio baiano

????????????????????????????????????

Como um dos seus principais pilares de atuação, a Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) vem investindo na formação profissional de quem se dedica à produção agrícola no oeste da Bahia.  Em 2017, foram capacitados 6.384 mil profissionais que atuam no campo e nos escritórios das fazendas do oeste da Bahia. Por meio do Centro de Treinamento Parceiros da Tecnologia, localizado em Luís Eduardo Magalhães, a entidade disponibilizou mais de 236 cursos e treinamentos, ligados diretamente ao campo, como Movimentação Operacional de Produtos Perigosos (MOPP), Operação de Trator e Plantadeira, Desenvolvimento de Lideranças, Operador de Máquinas Beneficiadoras de Algodão e Implantação do E-Social Contábil e Jurídico.

Ao participar do curso de Tecnologia de Pneus Agrícolas, o técnico de Luís Eduardo Magalhães, Edicarlos Bresolin, 35, entende que o principal diferencial será a mudança de conduta ao trabalhar de forma mais segura, correta e em menos tempo em caso de possíveis reparos. Para Cássio Fernando Batista, 34, de Formosa do Rio Preto, o curso de MOPP trouxe regras e dicas que vai passar a usar em campo, principalmente quando estiver transportando produtos com cargas inflamáveis. Funcionária da área de recursos humanos, Mayara Cruvinel, ficou satisfeita com o conhecimento aprofundado sobre o E-Social, que a partir do próximo ano, será a plataforma base para atualizar o banco de dados trabalhista e contábil das empresas. “O curso só veio a somar. As informações foram passadas de forma dinâmica“, elogiou.

Um dos parceiros para o desenvolvimento dos cursos ofertados pela Abapa, o gerente do Centro das Indústrias do Estado da Bahia (CIEB) Bruno Leal de Araújo, ressalta a importância destas atividades, que vem “levando aos associados cursos, palestras e workshops com temáticas atualizadas e ministradas por profissionais com conhecimento técnico e abrangente em suas áreas de atuação. O Centro de Treinamento Parceiros da Tecnologia conta com apoio do Instituto Brasileiro do Algodão (IBA), Agrosul-John Deere, Veneza Equipamentos-John Deere, Sindicato Rural dos Produtores Rurais de Barreiras/Senar, Senai, Sesi, Cieb, Oeste Pneus-Pirelli, Universidade Federal de Viçosa (UFV) e Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães.

Capacitação de profissionais pelo agronegócio baiano_Treinamento mopp centro de treinamentoabapa

Por meio destas parcerias, o presidente da Abapa, Júlio Cézar Busato, acredita que entidade vem reunindo esforços junto aos proprietários das fazendas para garantir o pleno atendimento à legislação trabalhista, garantindo condições plenas de infraestrutura e conhecimento para que os profissionais do campo e nos escritórios das fazendas possam exercer as suas funções. “A cadeia agrícola do algodão emprega direta e indiretamente cerca de 33 mil pessoas. Por meio do Centro de Treinamento da Abapa, valorizamos e acreditamos no potencial dos profissionais que vem contribuindo para que o oeste baiano se mantenha como um dos principais pólos agrícolas do Brasil“, afirma.

Assessoria de Imprensa Abapa

Hebert Regis ” (77) 9.9978 0913 ou hebert@araticum.jor.br

Nádia Borges ” (77) 9.9115 8050 ou nadia@araticum.jor.br

ARTIGOS RELACIONADOS

A evolução da colheita florestal

Rodrigo Lima Professor e doutor em Engenharia Florestal e consultor SENAI rodrigo.lima@fiepr.org.br Até a década de 1940, a colheita florestal no Brasil foi realizada de forma manual...

Massey Ferguson – Inovações em máquinas agrícolas

A Massey Feruguson levou para a Agrishow 2019 suas inovações em maquinários agrícolas que contribuem para o aumento da produtividade da lavoura, com economia de recursos...

Bahia prevê crescimento de 15% na produção de algodão

Na reta final do cultivo do algodão, a previsão é que a Bahia tenha uma produção de 1,5 milhões de toneladas (caroço e pluma) com uma produtividade de 300 arrobas /hectare. A previsão é de crescimento de 15% na produção em relação ao ano passado baseado no incremento de 25,5% de área cultivada, principalmente na região Oeste da Bahia, alcançando os 331.028 mil hectares. Os dados são da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) em ultimo levantamento divulgado na terça-feira (21), que mantém a expectativa da entidade para mais uma boa safra, consolidando a retomada da produção da fibra no estado depois das perdas por conta da estiagem prolongada na safra 2015/2016. A Bahia é o segundo maior produtor de algodão do Brasil, com a participação de 25% da safra nacional.

Nematoide – A praga que contamina os diferentes solos brasileiros

Bruno Flávio Figueiredo Barbosa Engenheiro agrônomo, doutor e nematologista bruno.ff.barbosa@gmail.com   No atual cenário da agricultura brasileira, diversas pragas causam prejuízos imensos às lavouras de todas as culturas...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!