22.6 C
Uberlândia
quinta-feira, abril 18, 2024
- Publicidade -
InícioEventosSegurança no uso de defensivos agrícolas

Segurança no uso de defensivos agrícolas

Pesquisador científico Hamilton Ramos fala sobre os programas Aplique Bem, IAC-Quepia, Adjuvantes e Unidade de Referência em Produtos Químicos e Biológicos.

Pesquisador científico Hamilton Ramos

Nesta quarta, 21, os programas Aplique Bem, IAC-Quepia, Adjuvantes da Pulverização e Unidade de Referência em Produtos Químicos e Biológicos entram na pauta da Hortitec 2023, na paulista Holambra. O pesquisador científico Hamilton Ramos fala sobre avanços registrados no Brasil em relação ao uso seguro de defensivos agrícolas. Coordenador dos quatro programas, liderados pelo Centro de Engenharia e Automação (CEA), do Instituto Agronômico (IAC), em Jundiaí (SP), ele interagirá com outros pesquisadores do IAC.

O evento “Bate-Papo com o IAC”, começa às 13:30h. Saiba mais sobre os programas que unem o CEA-IAC – órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de SP – ao setor privado.

∙ Aplique Bem, 16 anos – Com mais de 79 mil agricultores beneficiados no Brasil e mais 7 países, acima de 1 000 municípios cobertos (1 milhão de km percorridos), mais de 4 mil treinamentos e investimento de R$ 2 milhões anuais, Aplique Bem poderá chegar à Índia em 2024.Tem por objetivo qualificar pequenos e médios produtores ao manejo seguro de agroquímicos. São pilares centrais a proteção de cultivos, do meio ambiente e do trabalho rural. Sem nenhum gasto ao agricultor, movimenta uma equipe de agrônomos e uma frota de laboratórios móveis. As ações ocorrem diretamente nas propriedades rurais.

∙ IAC-Quepia, 17 anos – O Programa IAC de Qualidade de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) na Agricultura, conhecido como IAC-Quepia, impulsiona dentro e fora do Brasil o avanço tecnológico gradual de vestimentas protetivas agrícolas, além de auxiliar a indústria do setor a buscar certificações para esses produtos baseadas em normas da ISO. Interligado a um Consórcio Internacional formado por oito países, incluindo Estados Unidos, França, Alemanha e Eslovênia, o programa fornece o “Selo Quepia” a fabricantes de EPI que atendem parâmetros de segurança, resistência e qualidade de tecidos, após realizar testes em um laboratório dos mais avançados da América Latina.

. Adjuvantes da pulverização, 17 anos – Financiado com recursos privados, instalado em um laboratório de ponta do CEA-IAC, em Jundiaí, SP, o programa Adjuvantes da Pulverização visa o desenvolvimento e o aprimoramento tecnológico do mercado de adjuvantes agrícolas. Ao contrário dos agrotóxicos, adjuvantes não demandam registro oficial. Uma das principais atribuições do programa Adjuvantes da Pulverização é desenvolver base científica para certificar a funcionalidade agronômica de adjuvantes e suas propriedades específicas: espalhante, umectante, adesivante etc., por meio da concessão do Selo CEA-IAC. O selo qualifica a procedência e as propriedades físico-químicas desses produtos perante o mercado de insumos.

∙ Unidade de Referência em Produtos Químicos e Biológicos, 3 anos – Visa a promover a multiplicação de conhecimento no campo com ênfase na segurança do trabalho rural e na proteção dos profissionais aplicadores de agroquímicos ou agrotóxicos. Lançou recentemente uma iniciativa inédita para robustecer a qualificação de trabalhadores rurais. Desenvolveu o primeiro módulo EAD do País com objetivo de capacitar instrutores aptos a habilitar aplicadores de agrotóxicos e afins, em linha com o que prevê o Decreto nº 10.833/2021 (Programa Aplicador Legal), do Governo Federal.

ARTIGOS RELACIONADOS

Aminoácidos reduzem doenças em tomateiros

Jarbas dos Reis Silva Graduando em Agronomia pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) jarbasreissilva@gmail.com Roberta Camargos de Oliveira Engenheira agrônoma e doutora em Agronomia - UFU robertacamargoss@gmail.com Fernando Simoni Bacilieri Mestre...

Fósforo aumenta a produtividade da batata

  Tiago da Silva Brandão Giovani Belutti Voltolini giovanibelutti77@hotmail.com Graduandos em Agronomia pela Universidade Federal de Lavras - UFLA Adenilson Henrique Gonçalves Itamar Ferreira de Sousa Professores da...

Resultados de pesquisas na soja são apresentados por pesquisadores em MT

Considerando o contexto atual, as normas das organizações de saúde, a importância da partilha de informações, do fomento do conhecimento aplicado ao campo e do necessário trabalho rural é que pesquisadores sediados em Mato Grosso estão apresentando,

Congresso Nacional sobre a Fruticultura Brasileira

  Congresso, em formato on line e gratuito, ocorre pela primeira vez no Brasil No dia 7 de novembro inicia-se o CONFRUTI - Congresso Nacional...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!