14.9 C
Uberlândia
quarta-feira, julho 17, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãosSemente salva afeta a produtividade da soja

Semente salva afeta a produtividade da soja

Marco Alexandre Bronson e Sousa

Administrador de empresas e presidente da ABRASS

Crédito Shutterstock
Crédito Shutterstock

Toda semente produzida dentro do “Sistema Nacional de Sementes e Mudas“, ou seja, por um produtor de sementes licenciado, deve atender um rígido controle de qualidade, impedindo que chegue à mão do agricultor uma semente de baixa qualidade fisiológica e sanitária.

O risco do plantio de uma semente sem qualidade sanitária passa pela disseminação de graves doenças, como o mofo branco, assim como a redução do potencial produtivo de sua lavoura. Assim, sem sobra de dúvidas, adquirir sementes de um produtor de sementes licenciado é sempre a melhor opção.

As sementes produzidas por um multiplicador licenciado trazem consigo garantias de qualidade fisiológica e sanitárias, que no fim são essenciais para a obtenção de um excelente potencial produtivo.

Para iniciar bem a atividade produtiva de sua lavoura é necessária a aquisição de sementes certificadas. Tal afirmação se confirma pelo fato de a produção de sementes seguir um rígido processo de produção e posteriormente os insumos serem beneficiados e armazenados de forma correta, impedindo sua deterioração e conservando seu alto potencial produtivo.

Tal fato não ocorre com a semente de uso próprio, que além de ser produzida sem os controles necessários, o armazenamento não é feito de forma correta, o que leva ao resultado de um insumo de baixa qualidade, resultando em uma lavoura de reduzido potencial produtivo.

Demanda ajustada à oferta

As condições climáticas da safra que colhemos no início de 2017 proporcionaram uma produção de sementes de soja para a safra 2017/18. Assim, não acreditamos em queda na produção deste insumo e sim em uma demanda ajustada com a oferta.

A cada ano novas cultivares de soja são disponibilizadas ao produtor e, com elas um acréscimo de tecnologia que auxilia o produtor a atingir seu objetivo, ou seja, resultado econômico positivo de sua atividade.

Desta forma, o produtor deve garantir a aquisição deste material de ponta que, como se sabe, tem uma alta procura. Sendo assim, quanto mais cedo acessar o mercado, maiores serão as chances de comprar as melhores cultivares.

Essa matéria você encontra na edição de Julho 2017 da revista Campo & Negócios Grãos. Adquira já a sua.

ARTIGOS RELACIONADOS

Uvas sem sementes – Maior valor agregado

O mercado mundial de uvas de mesa tem preferência por aquelas sem sementes, principalmente pelas cultivares tradicionais ‘Thompson Seedless’, ‘Crimson Seedless’, ‘Superior Seedless’ e ‘Flame Seedless’.

Fundação MT inicia dias de campo com novo formato

Sorriso, Nova Mutum e Itiquira recebem o evento com estações sobre doenças, pragas, nematoides, plantas daninhas e adubação, além do Circuito do Conhecimento de Cultivares, que vai aprofundar o debate sobre vigor de sementes e densidade de semeadura.

A importância das plantas de cobertura

Fernando Mendes Lamas Pesquisador da Embrapa Agropecuária Oeste fernando.lamas@embrapa.br   Como o nome já diz, as plantas de cobertura têm a finalidade de cobrir o solo, protegendo-o contra...

Encontro Brasileiro de Hidroponia reúne tecnologias de produção e variedades de sementes para o cultivo

Nos dias 17 e 18 de setembro, a Universidade Federal de Santa Catarina em parceria com o Laboratório de Hidroponia (LabHidro) da Universidade promovem...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!