28.6 C
Uberlândia
terça-feira, junho 25, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioEventosSustentabilidade é o diferencial entre as vencedoras do Prêmio Mulheres do Agro...

Sustentabilidade é o diferencial entre as vencedoras do Prêmio Mulheres do Agro 2022

Nove produtoras rurais que se destacam pela gestão sustentável no campo foram reconhecidas pela premiação nas categorias: pequena, média e grande propriedade.

Foco em sustentabilidade e investimento em pesquisa e inovação no campo foram os diferenciais da produtora Helga Paiva, vencedora da quinta edição do Prêmio Mulheres do Agro, na categoria Grande Propriedade. Na gestão da  Fazenda Terra Nova, em Ibiá, Minas Gerais (MG), a agricultora destina mais de 5.000 hectares para soja, milho, produção de sementes e pecuária bovina, com a intensificação de práticas agronômicas sustentáveis e o sequestro de carbono no solo. A premiação, idealizada pela Bayer em parceria com a Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), ocorreu durante o segundo dia do 7º Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio (CNMA) e reconheceu, ao todo, nove produtoras rurais nas categorias:  pequena, média e grande propriedade.

Fundadora da fazenda, junto de seu irmão, Helga busca melhorar a sua produção, por meio de testes e diferentes práticas de manejo na lavoura, como o uso de rotação de cultura, plantio de cobertura e agricultura de precisão. “Estou sempre estudando para aperfeiçoar nossa eficiência produtiva e otimizar os recursos naturais da propriedade. Na fazenda, disponibilizamos áreas para o desenvolvimento de pesquisa para contribuir para uma agropecuária mais sustentável, por meio de parcerias com instituições privadas, tanto multinacionais, quanto empresas regionais, além da Embrapa e universidades  ”, conta.

Com inovação atrelada à sustentabilidade no campo, Helga adotou um sistema de geração própria de energia solar fotovoltaica e passou a utilizar um método para recolher e reutilizar a água da chuva. Além disso, a produtora também participa do programa PRO Carbono, iniciativa da Bayer voltada para agricultores dispostos a ampliar seu potencial produtivo e aumentar o sequestro de carbono no solo, a partir da intensificação de práticas agronômicas sustentáveis. 

O primeiro lugar na categoria média propriedade também veio de Minas Gerais. A cafeicultora Mariana Heitor, assim como Helga, tem em sua produção a sustentabilidade e o uso de tecnologias como principais pilares para alavancar a produtividade e a qualidade do seu produto. À frente da Fazenda Reserva Heitor, a produtora chega a produzir, em média, 6 mil sacas de café por safra, em 150 hectares. “Deixamos de usar adubos químicos e esse foi um dos principais fatores que contribuiu para que fôssemos classificados como carbono neutro”, diz Mariana. Hoje o adubo utilizado pela produtora é totalmente orgânico, feito com resíduos próprios e dos vizinhos. 

Na gestão de Mariana, a produção de café da Fazenda Reserva Heitor, fundada por seus pais há 28 anos, é reconhecida tanto no Brasil quanto em outros países: além de ter clientes renomados do setor como Starbucks, Nescafé e Nespresso, a produtora já exportou para países como Reino Unido, Japão, Austrália e Grécia. A cafeicultora, que morava em São Paulo, se mudou para Minas Gerais em 2009 para iniciar o processo de sucessão familiar. 

Um outro diferencial da gestão de Mariana é a preocupação com o desenvolvimento de seus colaboradores. “Temos uma consultoria de treinamento voltada para o aperfeiçoamento de habilidades de liderança, pertencimento e inteligência emocional”, explica. Além disso, com o objetivo de conscientizar as futuras gerações para que tenham uma maior preocupação com a sustentabilidade, a agricultora recebe anualmente 120 crianças para palestras e passeios pelas trilhas nas reservas e plantios do local. 

A produção de café sustentável e de baixo carbono também foi primeiro lugar, na categoria pequena propriedade. Juliana Rezende, à frente da Fazenda Santa Bárbara, localizada em Monte Carmelo, Minas Gerais, desde 2015, se formou em farmácia, mas foi na cafeicultura que se encontrou. Um de seus maiores desafios ao assumir a propriedade foi conhecer o cultivo, entender que tipo de bebida a fazenda produzia e as exigências do mercado. 

Hoje, a Fazenda Santa Bárbara produz 1.500 sacas de café por safra e possui uma meta de 3 mil até 2024. A produtora conta que, com a ajuda de seus colaboradores, diversos projetos com foco em um manejo mais sustentável foram criados. Entre eles estão o River Friends, que visa o uso inteligente da água, o Love Bee, que multiplica a produção de abelhas nativas, e o Árvores Café, para medir a pegada de carbono do local. 

“Nosso maior desafio foi encontrar parceiros que acreditassem em nossos projetos. Temos uma grande preocupação não somente em aplicar práticas sustentáveis em nossa fazenda, mas também na região como um todo. Além dos projetos já mencionados, mapeamos a fauna local com câmeras a fim de melhorar o ecossistema dos animais residentes e visitantes da propriedade”, lembra Juliana.

Recorde de inscrições 

Em 2022, o Prêmio Mulheres do Agro completa 5 anos com um recorde no número de inscrições desde sua primeira edição, totalizando 210 mulheres inscritas, um aumento de 53% em relação a 2021. Desde que foi criado, em 2018, mais de 900 mulheres já contaram suas histórias por meio da iniciativa, que reconheceu o trabalho de 45 agricultoras e pecuaristas de várias regiões do Brasil. 

Isabela Fagundes, Especialista de Comunicação Corporativa da Bayer no Brasil, conta que a importância do Prêmio Mulheres do Agro está em reconhecer e amplificar o trabalho liderado pelas produtoras rurais. “Há cinco anos, histórias de impacto e força, com foco em sustentabilidade e inovação, tomaram conta do meio rural e deram voz ao papel feminino no agro. Cada inscrição tem uma trajetória inspiradora e que mostra o quanto as mulheres fazem a diferença no agronegócio brasileiro”, reforça. 

Para Gislaine Balbinot, diretora executiva da Abag, a premiação reflete a relevância do trabalho realizado pelas produtoras rurais para o engrandecimento e posicionamento do agronegócio brasileiro em âmbito global. “Por isso, a cada edição recebemos um número maior de mulheres inscritas. Elas têm um papel relevante para nosso setor, que atualmente tem o desafio de contribuir fortemente para diminuir a insegurança alimentar no mundo. Esse reconhecimento é uma maneira de homenagear cada mulher que atua no campo, na agroindústria, na pesquisa agropecuária e na universidade”, destaca.

Conheça as vencedoras do Prêmio Mulheres do Agro 2022

Grande propriedade

1º lugar – Helga França de Paiva, Ibiá (MG)

2º lugar – Mariza Stuani de Almeida, Formosa (GO) 

3º lugar – Andréia Cervo Stefanello, Campo Novo do Parecis (MT) 

Média propriedade  

1º lugar – Mariana Heitor, Patos de Minas (MG) 

2º lugar – Teresa Márcia Morais, Barretos (SP) 

3º lugar – Marli Scheifer, Ipiranga (PR) 

Pequena propriedade 

1º lugar – Juliana Rezende Mello, Monte Carmelo (MG) 

2º lugar – Rayssa de Queiroz, João Pessoa (PB) 

3º lugar – Christiane Morais, Barretos (SP) 

Sobre o Prêmio Mulheres do Agro 

O Prêmio Mulheres do Agro é uma iniciativa idealizada, em 2018, pela Associação Brasileira do Agronegócio (Abag) e pela Bayer, para valorizar a importância do trabalho realizado pelas produtoras rurais, incentivando cada vez mais a gestão inovadora de mulheres no setor. O prêmio tem como tema Gestão Inovadora e reconhece empreendedoras rurais de pequenas, médias e grandes propriedades que seguem boas práticas agropecuárias e gestão sustentável com foco nos pilares econômico, social e ambiental como: uso racional de recursos naturais, aumento da eficiência da produção com gestão inovadora, projetos que permitam o desenvolvimento social da comunidade ou colaboradores da propriedade, bem-estar animal e valorização do capital humano.

Sobre a Bayer                                                                                                                                                  
A Bayer é uma empresa global com competências essenciais nas ciências da vida nos setores de agronegócios e saúde. Seus produtos e serviços são projetados para ajudar as pessoas e o planeta a prosperar, apoiando os esforços para superar os principais desafios apresentados por uma população global em crescimento e envelhecimento. A Bayer está comprometida em impulsionar o desenvolvimento sustentável e gerar um impacto positivo em seus negócios. Ao mesmo tempo, o Grupo pretende aumentar o seu poder de ganho e criar valor através da inovação e do crescimento. A marca Bayer representa confiança, confiabilidade e qualidade. O Brasil é a terceira maior operação da companhia no mundo.

Sobre a ABAG 

A Associação Brasileira do Agronegócio (ABAG) trabalha para o fortalecimento e o equilíbrio nas cadeias produtivas do agronegócio, com o objetivo de valorizar e disseminar o papel estratégico do setor para o desenvolvimento sustentável do Brasil e para a segurança alimentar e energética do planeta. Fundada em 1993, a entidade tem a certeza da vocação do Brasil para o agronegócio, por isso empenha seus esforços para contribuir para que o País alcance a liderança global na oferta de produtos agroindustriais, aliando preservação ambiental, desenvolvimento social, produtividade, rentabilidade e competitividade. A ABAG conta atualmente com 80 associados.

ARTIGOS RELACIONADOS

Hub de inovação da Coplacana participará do WCM’21

O hub de inovação participará do painel de debates da sessão Cooptech, realizado pela Conecta,

ISLA Sementes participa da 17ª Tecnoeste em Concórdia

Entre os produtos do extenso portfólio, a ISLA apresentará a sua linha de folhosas, tomates e pimentões.

Cresce o uso de biológicos na proteção de cultivos

Os biológicos devem registrar alta entre 15 e 20% nas vendas dos próximos anos, segundo projeção da Associação Brasileira das Empresas de Controle Biológico...

Fruit Attraction no Brasil surpreende pelos resultados

Com a participação de 12 mil visitantes, evento reuniu mais de 45 países e 8 Estados brasileiros; novos negócios devem gerar 1 bilhão de reais nos próximos 12 meses.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!