18.6 C
Uberlândia
quinta-feira, junho 13, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioNotíciasAdequação ambiental na cafeicultura é o próximo curso à distância da Universidade...

Adequação ambiental na cafeicultura é o próximo curso à distância da Universidade do Café

Com início previsto para 15 de setembro, atividade orienta produtores sobre plano de restauração

Universidade do Café - Trieste - Foto Divulgação
Universidade do Café – Trieste – Foto Divulgação

A Università del Caffè Brazil (UDC) abriu inscrições para mais um curso à distância em 2014. “Adequação ambiental na cafeicultura“ terá 10 horas de duração, divididas em 6 aulas, a partir de 15 de setembro. O objetivo do curso é apresentar aos alunos os conceitos de ecologia florestal, de biodiversidade e serviços ambientais, o que mudou com o Novo Código Florestal, as técnicas de recuperação florestal, bem como o passo a passo para o diagnóstico e plano para a adequação ambiental.

Ele se destina a cafeicultores, gestores de fazendas, engenheiros agrônomos e técnicos agrícolas da área cafeeira. Os inscritos terão dois meses para assistir e completar os exercícios das seguintes aulas:

– Biodiversidade;

– Serviços ambientais;

– Legislação ambiental: O Novo Código Florestal;

– Conceitos ecológicos sobre florestas;

– Técnicas de recuperação florestal;

– Passo a passo para adequação ambiental.

O curso será ministrado pela professora Lina Maria Inglez de Sousa e não há número limite de vagas oferecidas. Há descontos, na taxa de inscrição, para cafeicultores fornecedores da illycaffè e grupos acima de 10 pessoas. O valor integral é R$ 200. Para inscrições e mais informações, acesse http://universidadedocafe.com/. Outros contatos: dilmass@fia.com.br e 11 3818-4005.

Os demais cursos previstos para este ano são:

>  Tratamento de águas residuárias (10 horas), início em outubro;

>  Manejo integrado de pragas (10 horas), início em novembro.

A UDC resulta de uma parceria da illycaffè com o Centro de Conhecimentos em Agronegócios (Pensa), programa de pesquisa da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (USP) e da Fundação Instituto de Administração.

Colheita de grãos vermelhos - Foto Divulgação
Colheita de grãos vermelhos – Foto Divulgação

Sobre a illycaffè

Sediada em Trieste, na Itália, a torrefadora illycaffè produz e comercializa um blend de café espresso 100% arábica, sob uma única marca, líder em qualidade. Os produtos illy são comercializados em 140 países e estão disponíveis em mais de 100 mil dos melhores restaurantes e cafeterias. Com o objetivo de difundir a cultura do café, a illycaffè fundou a Università del caffè, um centro de treinamento de excelência que oferece treinamento teórico e prático em todos os aspectos do café para cafeicultores, equipe de lojas de café e amantes da bebida. A illycaffè emprega cerca de 1.050 pessoas em todo o mundo e tem um faturamento consolidado de € 374 milhões (resultados de 2013).

ARTIGOS RELACIONADOS

Tecnologia sem fio facilita a instalação e pesagem a bordo dos veículos

Módulo EX5000, lançamento da Exacta Balanças, é a solução ideal para condições severas de tempo, temperatura e vibração   O sonho de muitos pecuaristas é aumentar...

Organominerais garantem maior eficiência na absorção de fósforo

Jorge Otavio Mendes de Oliveira Junek Mestre em Agronomia, professor da Uniaraxá, consultor e pesquisador jorge.junek@gmail.com Os fertilizantes organominerais são produtos que possuem em sua composição a...

Pitaya – Fruta conquista pelo sabor e valor agregado

A pitaya é um fruto de alto valor agregado, e vem avançando nas prateleiras de mercados exigentes em qualidade, como o de frutas diferenciadas...

Beterraba híbrida tem melhor qualidade e sabor

A beterraba (Beta vulgaris) é uma olerícola originária da costa do Mediterrâneo e pertence à família Chenopodiaceae. Atualmente, de acordo com as condições climáticas, culturais e adaptabilidade dos materiais genéticos amplamente difundidos no mercado, observa-se uma concentração da produção nos Estados de São Paulo, Minas Gerais e Paraná. Quanto à comercialização, aproximadamente 87% ocorre nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Bahia e Goiás.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!