23.3 C
São Paulo
sexta-feira, julho 1, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Grãos Alerta - Clima favorável para ferrugem asiática da soja

Alerta – Clima favorável para ferrugem asiática da soja

Autor

José Luis da Silva Nunes
Engenheiro agrônomo, doutor em Fitotecnia, grupo técnico do BADESUL Desenvolvimento – Agência de fomento do Estado do Rio Grande do Sul
silva.nunes@ufrgs.br

A cultura da soja (Glycine Max) é considerada uma das fontes proteicas e de óleo vegetal mais importantes a nível mundial. Os Estados Unidos e o Brasil são os maiores produtores, seguidos de Argentina e China. A produção esperada para a safra 2018/19 no Brasil é de 112 milhões de toneladas, sendo que os maiores produtores do País são Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul.

Dentre as doenças que afetam a cultura da soja, encontram-se as denominadas “ferrugens da soja”, causadas por duas espécies de fungo do gênero Phakopsora:

– Phakopsora meibomiae: causadora da ferrugem “americana”, que ocorre naturalmente no Continente Americano, desde Porto Rico (Caribe) ao Sul do Paraná (Ponta Grossa). É considerada pouco agressiva à soja;

– Phakopsora pachyrhizi: causadora da ferrugem “asiática”, presente na maioria dos países produtores de soja.

A primeira foi relatada pela primeira vez no Brasil em 1979, no Estado de Minas Gerais no ano de 2000. Apresenta menor importância econômica para a cultura da soja.

Já a ferrugem asiática é considerada uma das doenças mais destrutivas e a que causa maiores danos em várias espécies na soja, tendo havido relatos de ocorrência de 100% de perdas na cultura em áreas de cultivo safrinha no País.

A ferrugem asiática

No Brasil, a doença foi encontrada no final da safra de 2000/01, no Estado do Paraná, e é, atualmente, um dos maiores problemas da cultura na região dos Cerrados brasileiros, especialmente em Mato Grosso, onde têm sido necessárias excessivas pulverizações de fungicidas para controlar a doença.

Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, com exceção de Roraima, todos os Estados que possuem cultivo de soja já foram atingidos pela doença, envolvendo uma área de 22 milhões de hectares. No Sul do Brasil, epidemias severas têm sido esporádicas, porém, vem sendo detectada cada vez mais cedo durante a safra.

Danos

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.

Inicio Revistas Grãos Alerta - Clima favorável para ferrugem asiática da soja