27.6 C
Uberlândia
sexta-feira, julho 19, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosAminoácidos: qual a relação com a produtividade da cana?

Aminoácidos: qual a relação com a produtividade da cana?

Foto: Ana Maria Diniz

Lucas Vinicius Feitosa
Coordenador de Desenvolvimento Técnico de Mercado – Ubyfol

Aminoácidos são substâncias essenciais no desenvolvimento das plantas. A aplicação destes compostos durante todo ciclo das culturas, visa auxiliar na construção de proteínas e enzimas que irão proporcionar maior desenvolvimento e produtividade por hectare.

Balanço nutricional

O mercado de nutrição foliar já apresenta opções diversificadas para fornecer de maneira balanceada todos os aminoácidos necessários ao longo do ciclo da cultura, sendo eles específicos para cada época.

Em épocas pós-seca, por exemplo, a aplicação de aminoácidos na lavoura é um importante aliado para a retomada de crescimento do canavial, visando reduzir de forma mais rápida o estresse causado pelo período de seca e acelerar o crescimento de plantas, acarretando ganhos de qualidade na matéria-prima e maior produtividade do canavial, visto que, dentre os prejuízos causados à cultura, estão perda de TCH, ATR e TAH.

A flexibilidade da aplicação de aminoácidos é uma importante característica desse manejo, que pode ser utilizado no sulco de plantio, favorecendo o desenvolvimento radicular, no período pré-seca visando reduzir os estresses causados pela falta de água e na recuperação pós- estresse, no período vegetativo da planta, que ocorre entre outubro e janeiro (meses de maior ganho de TCH), favorecendo o desenvolvimento e produtividade da cultura.

Manejo de aplicação

Dentro da carta de manejos Ubyfol, nossos posicionamentos seguem com aminoácidos específicos para cada momento da cultura, proporcionando maiores resultados. No sulco de plantio e corte de soqueira, é posicionado 1,0 L/ha de Kymon Plus, nosso complexo de aminoácidos voltado para a fase de estabelecimento da cultura, influenciando diretamente no enraizamento da planta e garantindo maior velocidade no arranque inicial.

Já para a fase de pré-seca, o manejo proposto é realizado com Verdatto em 6,0 L/ha, levando uma carga de aminoácidos específicos para o momento de pré-seca, além de uma pequena carga nutricional. Proporciona um melhor funcionamento do metabolismo da planta em momentos de estresse, reduzindo drasticamente os prejuízos causados pela falta de água.

Já para a retomada do canavial em momentos pós-seca, posicionamos também Kymon Plus a 1,0 L/ha, visando, assim como no plantio, favorecer o desenvolvimento da planta, reduzindo de forma mais rápida e eficiente os estresses causados no período de seca e estimulando e crescimento vegetativo da cultura, buscando o máximo acúmulo de TCH.

Resultados no canavial

Nas várias janelas de aplicação de aminoácidos, o seu principal papel é auxiliar na construção de proteínas e enzimas que auxiliem no melhor funcionamento do metabolismo da planta em momentos específicos, sejam eles de estabelecimento e enraizamento, pré-seca ou retomada de crescimento vegetativo

Por exemplo: os produtos que oferecem aminoácidos essenciais concentrados, quando aplicados na cana-de-açúcar no momento de pré-seca, ajudam a potencializar a síntese de enzimas antioxidantes, como a SOD, catalase e peroxidases, que possuem um importante papel no metabolismo de defesa da planta e são capazes de diminuir o nível de degradação da membrana celular, reduzindo o estresse.

Eles também podem contribuir na síntese proteica, no efeito complexante de nutrientes e na maior resistência ao estresse hídrico.

Produtividade

 A aplicação de aminoácidos vem se tornando cada vez mais consolidada nos grandes cultivos, sendo uma grande ferramenta de manejo para aumento de produtividade. De forma geral, levando em consideração aplicações via sulco de plantio ou corte de soqueira e aplicações foliares, os ganhos médios ficam entre 12 a 15%, podendo variar conforme qualidade de aplicação, ambiente de solo e teto produtivo.

Foto: arquivo

Custo

Para manejos de pré-seca, o custo gira em torno de R$ 150,00 trazendo um retorno médio de oito vezes o valor do investimento. Já para protocolos de sulco de plantio, corte de soqueira e pós-seca, o investimento fica próximo a R$ 40,00.

Vale a pena?

 Levando em consideração a alta tecnologia de formulação da Ubyfol, que apresenta compatibilidade com os principais produtos do mercado, não há a necessidade de aumentar o número de operações no campo, sendo possível a aplicação casualizada com outros insumos agrícolas.

Para o manejo de pré-seca com Verdatto, em média há um retorno de oito vezes o valor investido, trazendo alta rentabilidade para sua aplicação. Já para o manejo de crescimento vegetativo com Kymon Plus, em trabalhos recém conduzidos pela Ubyfol, os ganhos para utilização de aminoácidos no pós-seca, quando comparados apenas com a aplicação de nutricionais, resultam em incrementos de cinco a oito toneladas, trazendo um retorno médio de 25 vezes o valor investido.

Pesquisas

Na base de dados da Ubyfol, com protocolos conduzidos por consultores e especialistas, para o manejo Stay Green (pré seca) com Verdatto, visando reduzir perdas por estresse, os resultados variam entre um acréscimo de oito a 10 toneladas de cana por hectare (TCH).

Já para manejos visando estabelecimento e retomada pós-estresse com Kymon Plus, os resultados consolidados demonstram acréscimos de cinco a oito toneladas de cana por hectare.

Diferenciais

Kymon Plus é o bioestimulante ideal, composto pelos aminoácidos essenciais ao desenvolvimento vegetal. Eles agem diretamente sobre o metabolismo, poupando o gasto energético e auxiliando na produção de enzimas, proteínas e hormônios.

É indicado para estimular o desenvolvimento vegetal ou recuperar plantas expostas a situações de estresse. Kymon Plus e nada mais.

Verdatto é um fertilizante foliar que oferece nutrição e resistência para as plantas durante os momentos de estresse. A formulação de Verdatto contém nutrientes e aminoácidos voltados para o momento de seca, trazendo um melhor funcionamento do metabolismo vegetal e redução nos danos causados por estresse.

ARTIGOS RELACIONADOS

Maturadores trazem mais qualidade para a cana

Os maturadores podem ser a chave para aumentar a qualidade da produção de cana-de-açúcar. Saiba mais sobre como essa técnica pode ajudar na sua lavoura.

Tecnologia no campo é a chave para aumentar a produtividade da nova safra de grãos

Produtores cada vez mais contam com ferramentas digitais que auxiliam na tomada de decisões e geram informações durante todo o período de safra.

Bioestimulantes aumentam produtividade da soja

O cenário atual ressalta a busca por maiores produtividades de soja, uma necessidade do ...

Boro – nova tecnologia proporciona ganhos ao canavial

A suplementação do boro é essencial para um bom resultado na hora de colheita da cana-de-açúcar. Uma nova tecnologia no manejo de boro corrige a deficiência deste micronutriente, evitando a paralisação do crescimento dos meristemas apicais, além de proporcionar a formação correta da parede celular e colaborar ativamente para a síntese e translocamento de carboidratos via floema.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!