26.6 C
Uberlândia
terça-feira, abril 23, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesBP Bunge Bioenergia reduz 50% dos incêndios

BP Bunge Bioenergia reduz 50% dos incêndios

Com previsão de R$30 milhões investidos até 2024, companhia vem apostando em práticas preventivas, ações de combate ágil e auxílio da tecnologia para alcançar resultados relevantes relacionados ao tema, com impacto positivo para colaboradores, comunidades e meio ambiente

Em algumas regiões do Brasil, o inverno se caracteriza por períodos longos de poucas chuvas e ar seco, o que aumenta o risco de incêndios. Nos canaviais, esses episódios costumam aumentar significativamente nessa época do ano, e é quando todo o setor sucroenergético se volta ainda mais para a conscientização da população sobre o tema, já que os incêndios podem ter impactos ambientais significativos, incluindo a liberação de gases de efeito estufa, danos à biodiversidade e geração de problemas de saúde relacionados à qualidade do ar, além de acarretar prejuízos econômicos.

Créditos: Divulgação

Como uma das líderes brasileiras nos mercados de etanol, bioeletricidade e açúcar, a BP Bunge Bioenergia possui um amplo programa de prevenção e combate a incêndios, estruturado sobre os pilares Prevenção Efetiva, Detecção Rápida, Combate Ágil e Ação Segura, denominado Brigada 4.0, cujos resultados já têm se mostrado bastante relevantes: nos últimos dois anos, foi alcançada uma redução média de 52% de áreas queimadas por hectare e de 50% no número de incêndios em áreas próximas às 11 usinas do grupo. Os investimentos da companhia voltados a tais iniciativas são de R$30 milhões até 2024.

Para o diretor agrícola da BP Bunge Bioenergia, Rogério Bremm, a diminuição do número de incêndios e áreas queimadas passa pela combinação das estratégias de prevenção, detecção, combate e capacitação dos colaboradores. “Os resultados positivos confirmam que os investimentos que estão sendo realizados em uma série de práticas vitais de prevenção, no monitoramento por câmeras, assim como em treinamentos e detalhados procedimentos de atuação, tem tornado a nossa detecção e o combate aos incêndios muito mais eficientes. Ainda, cabe ressaltar que a colheita é totalmente mecanizada nas unidades da empresa e não usamos fogo como forma de manejo”, explica Bremm.

Prevenção e tecnologia

Além de realizar ações que incluem a compra e manutenção de equipamentos e materiais, renovação de frota, formação, treinamento regular e gestão de equipes locais, a BP Bunge Bioenergia efetua campanhas internas e externas de conscientização com o intuito de maximizar a segurança de colaboradores e membros das comunidades.

A empresa aposta ainda em recursos tecnológicos voltados à detecção de incêndio por meio de um sistema de monitoramento por satélite, que alerta sobre as condições climáticas favoráveis para o aumento da propagação de focos de fogo, além da utilização de câmeras de alta definição em torres de observação localizadas em pontos estratégicos para detecção rápida de incêndios, tudo isso monitorado de forma online pela Central de Incêndios Agrícola. Essa tecnologia com câmeras já está instalada nas unidades de Pedro Afonso (TO), Itumbiara (GO), Ituiutaba (MG), Moema e Guariroba (SP); em julho esse sistema será instalado na unidade Tropical (GO) e em agosto nas unidades de Ouroeste (SP) e Santa Juliana (MG). Até 2024, as demais unidades contarão com o recurso.

Em termos de estrutura de combate a incêndios, a empresa conta com 97 caminhões-bombeiro, que possuem jato de água automatizados e são controlados pelo operador por joystick no interior da cabine, evitando a exposição do brigadista. Esses equipamentos ficam localizados nas áreas agrícolas das unidades em postos avançados de combate a incêndios, prontos para deslocamentos de emergência, realizado com apoio de um sistema de navegação online para chegar mais rapidamente às áreas de atendimento.

Há também 16 caminhões-pipas, 12 caminhões-tanque e 1.050 colaboradores treinados como brigadistas. Além disso a empresa tem mapeadas as áreas de risco, efetua ações preventivas como a limpeza regular de áreas próximas a rodovias, carreadores e aceiros, entre outras.

Como você pode fazer a sua parte?

Grande parte dos incêndios ainda está associada à ação inadequada de algumas pessoas e, por isso, é importante a contribuição de todos:

  • Não queime lixo ou folhas secas, descarte-o em local apropriado;
  • Nunca jogue bitucas de cigarro às margens de rodovias;
  • Evite acender fogueiras. Basta uma fagulha para o fogo se alastrar;
  • Não solte balões. É crime previsto na lei 9.605/98;
  • Descarte vidros e latas da forma correta, sua exposição ao sol ou ao calor em contato com folhas secas pode criar uma chama;
  • Cuidado com velas, tochas, lampiões e fogareiros;
  • Verifique as instalações elétricas residenciais para evitar curtos-circuitos.

Outra orientação muito importante é que o trânsito de pessoas ou veículos em locais com fumaça ou fogo não deve ocorrer. Esses elementos prejudicam a visibilidade e podem provocar graves acidentes. Nessas situações deve-se sempre procurar um local seguro.

Em caso de incêndio, acione o Corpo de Bombeiros pelo número de emergência 193.

ARTIGOS RELACIONADOS

Como reduzir o estresse foto-oxidativo da soja

Técnicas de manejo adequadas, como espaçamento controlado, escolha de variedades resistentes e aplicação equilibrada de fertilizantes e defensivos, podem reduzir o estresse foto-oxidativo na cultura da soja.

Incêndios no Pantanal e no Cerrado

Os incêndios no Pantanal e no Cerrado representam uma ameaça crescente à biodiversidade e ao equilíbrio desses ecossistemas.

Poda sanitária reduz ataque de pseudomonas em cafeeiros

A poda sanitária é uma importante prática para reduzir o ataque de pseudomonas em cafeeiros, garantindo a saúde das plantas e a qualidade do café.

Mercado de fertilizantes registra queda nos preços

Segundo a Associação Nacional de Difusão de Adubos (ANDA), houve redução de 70% no valor do insumo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!