12.6 C
Uberlândia
quarta-feira, maio 29, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioNotíciasCafé especial: ações na China podem render US$ 6,7 milhões ao Brasil

Café especial: ações na China podem render US$ 6,7 milhões ao Brasil

Empresários do país fecham US$ 3,5 milhões em rodada de negócios e participação na Hotelex Shanghai. Previsão é para mais US$ 3,2 mi nos próximos 12 meses

Divulgação

Analisando o crescimento do mercado cafeeiro ao longo dos últimos anos na China, que se tornou o sexto principal parceiro dos cafés do Brasil em 2023, a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) incluíram o país entre os mercados-alvos do projeto setorial “Brazil. The Coffee Nation”. As ações mais recentes no gigante asiático ocorreram de 26 a 30 de março e renderam US$ 3,540 milhões em negócios imediatos e a projeção para outros US$ 3,175 milhões nos próximos 12 meses, podendo gerar um total de US$ 6,715 milhões.
 
Em 26 de março, através de ação conduzida pela BSCA, em parceria com o escritório da ApexBrasil e o Consulado Geral do Brasil em Xangai, empresários brasileiros participaram de uma rodada de negócios na Hongqiao Import Commodity Exhibition and Trade Center, uma plataforma de exposição permanente, com estrutura para “live streaming”, dedicado à venda de produtos no mercado de e-commerce, um centro de treinamento e um laboratório de cafés.
 
Com a presença de 49 representantes do mercado chinês, entre compradores, influencers e mídia especializada, a ação possibilitou 119 contatos comerciais, que renderam US$ 1 milhão em negócios imediatos e a perspectiva para a concretização de mais US$ 552 mil até março de 2024.
 
Os empresários brasileiros também marcaram presença, entre 27 e 30 de março, na Hotelex Shanghai 2024, uma das maiores feiras do setor de hotéis, restaurantes e cafeterias (HoReCa) da Ásia, que teve dois pavilhões exclusivos para café. Foram realizados mais 232 contatos comerciais no evento, que geraram US$ 2,540 milhões de imediato e a projeção para outros US$ 2,623 milhões ao longo dos próximos 12 meses.

Nosso serviço de inteligência identificou, há alguns anos, o forte potencial da China como consumidora de café e incluímos o gigante asiático entre os mercados-alvos do ‘Brazil. The Coffee Nation’. Hoje, passamos a colher os frutos dessa acertada percepção e possibilitamos a abertura de um novo, e imenso mercado, aos associados da BSCA que integram nosso projeto com a ApexBrasil”, comenta Vinicius Estrela, diretor executivo da Associação.
 
EXPORTAÇÕES PARA A CHINA
Em 2023, a China subiu 14 posições no ranking dos principais destinos dos cafés brasileiros e fechou o ano como sexta colocada. Segundo dados do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé), os chineses importaram 1,518 milhão de sacas de 60 kg do produto nacional, apresentando um substancial crescimento de 266% na comparação com 2022, quando adquiriu 414.844 sacas e ocupou a 20ª posição na tabela.
 
BRAZIL. THE COFFEE NATION
O projeto setorial “Brazil. The Coffee Nation”, realizado pela BSCA em parceria com a ApexBrasil, tem como foco a promoção comercial do café especial brasileiro no mercado internacional, reforçando os pilares de qualidade, diversidade e sustentabilidade. A iniciativa tem como objetivo apresentar o Brasil como uma nação dotada dos recursos naturais essenciais para o cultivo dos melhores cafés e que ativamente investe ativamente para atingir os mais altos requisitos de qualidade, de forma sustentável e em observância a rígidas normas de direito social e ambiental.
 
Com vigência até agosto de 2025, uma das prioridades do projeto será investir em ações de qualificação e diversificação, com foco no apoio aos produtores de café canéfora (robusta e conilon) do país, nas certificações de qualidade e de sustentabilidade e nos cafés produzidos por mulheres, fomentando a equidade de gênero na cafeicultura brasileira e a capacitação de provadoras profissionais de café. O projeto atual tem como mercados-alvo: i) África do Sul, Austrália, China, Coreia do Sul, Emirados Árabes Unidos, Espanha, Estados Unidos, França, Japão, Malásia, Polônia, Rússia e Taiwan para os cafés crus especiais; e ii) Canadá, Chile, China e Estados Unidos para os produtos da indústria de torrefação e moagem.
 
As empresas que ainda não fazem parte podem obter mais informações diretamente com a BSCA, através dos telefones (35) 3212-4705 / 99824-9845 / 99879-8943 ou do e-mail info@bsca.com.br.

ARTIGOS RELACIONADOS

Piccin Implementos Agrícolas apresenta soluções inovadoras

Empresa que lançará durante a Agrishow novos produtos, será um dos destaques da Arena Tecnológica   O produtor vive o desafio diário de produzir mais em...

Seguro para a cafeicultura mitiga riscos durante a florada do café

Enquanto o cafeeiro floresce, chuvas de granizo e geadas podem causar danos diretos capazes de comprometer a lavoura em formação, prejudicando a safra corrente e a temporada futura.

Agricultura de Precisão – Sistema de Gestão Agrícola

  André Freitas Colaço Engenheiro agrônomo, mestre e doutorando em Engenharia de Sistemas Agrícola na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de...

Indicações Geográficas de café terão plataforma com origem controlada

O projeto dará mais visibilidade e vai expandir as possibilidades do mercado de produtores de cafés especiais, tanto nacionalmente como internacionalmente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!