20.6 C
Uberlândia
quinta-feira, fevereiro 22, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosCebolicultores brasileiros visitam a Holanda

Cebolicultores brasileiros visitam a Holanda

Foto: Bejo

Foi durante a realização dos famosos “Open Days” em sua matriz na Holanda, que acontece sempre ao final de setembro, que os convidados puderam testemunhar a liderança global da Bejo em genética de cebolas.

Aos visitantes foi dada a oportunidade de conhecer as modernas instalações da sede da Bejo. “Tivemos a oportunidade de mostrar aos nossos convidados tudo o que está por trás das sementes que estão nas embalagens que os produtores recebem. Como sempre, todos ficaram maravilhados com todos os departamentos de pesquisa, a unidade de beneficiamento de semente e todos os demais processos envolvidos na entrega de sementes da mais alta qualidade”, diz Paulo Christians, diretor da Bejo Brasil, que acompanhou o grupo.

Troca de experiências

Como o foco da viagem deste ano eram as cebolas, organizou-se um vasto programa de visitas e troca de experiências. “Realizamos, na sede da empresa, um simpósio para todos os visitantes das Américas; falou-se da liderança global da Bejo, da importância das cebolas para nossa empresa, focamos no estágio de nossos programas de pesquisa para cada região do mundo, dividindo-o por zonas de diferentes comprimentos de dias; falamos do comércio internacional de cebolas e da importância de nossas cultivares para esse grande negócio global”, completou o diretor.

Foto: Bejo

O programa seguiu com visitas à sede da De Groot & Slot, parceira há décadas da Bejo no desenvolvimento genético de cebola, à empresa Broer BV, do grupo Bejo, maior produtora e comerciante mundial de bulbilhos de cebola, aos maiores processadores/exportadores de cebolas da Holanda, a um dos maiores produtores de cebolas daquele país e a fabricantes de equipamentos para a mecanização da lavoura.

Ano das cebolas no Brasil

Todas essas visitas foram possíveis pela forte relação que a Bejo mantém com todos esses parceiros.

“Quisemos fechar nosso ‘ano das cebolas no Brasil’ com chave de ouro”, comenta Christiano Veiga, Consultor Técnico de Vendas para o Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, que também participou da viagem. “Este ano, que começou com a publicação de nossa ‘Cebolas em Revista’, lançada na Hortitec, tivemos ainda vários dias de campo de importantes cultivares, como Alvara, Itaparica, Trancoso, Red Sensation, Reforma e Hacienda”.

Novos conhecimentos

Foto: Bejo

De acordo com Wander Junio da Rocha, gerente geral de campo da Paranaíba Agronegócios, em São Gotardo (MG), a viagem foi um divisor de águas, que agregou muitas informações e conhecimentos novos.

“Foi uma das melhores viagens técnicas que já fiz. O evento da Bejo é muito bem organizado e as visitas foram bem pensadas e calculadas. É impressionante conhecer a Bejo como um todo e ver o prestígio que ela tem na Europa. Pudemos ver todo o processo, desde a produção da semente até a embalagem para semearmos”, conta Wander.

“As visitas foram muito boas, pudemos ver diferentes tecnologias e sistemas de plantio e que, mesmo com até mais adversidades do que temos aqui, produtores de cebola da Holanda produzem bem e com excelente qualidade. É muita informação, trouxemos muitas ideias para o Brasil”, completa Wander.    

Agradecimento

“Só temos a agradecer a todos aqueles que nos ajudaram a organizar tantas atividades relevantes para a cebolicultura ao longo de toda a temporada, seja nas atividades a campo aqui no Brasil, seja nessa gratificante viagem técnica à Holanda. Mais ainda, queremos agradecer a todos aqueles que depositaram sua confiança em nosso trabalho, produtos e serviços. Juntos encontraremos sempre as melhores soluções para esse grande negócio que é a cebola. Bejo, a cebola que marca”, encerra Paulo Christians.

ARTIGOS RELACIONADOS

Planejamento de mercado deve seguir ciclo da cebola

Autores Natalia Nayale Freitas Barroso nataliaff.agro@gmail.com Taylane Santos Santos taylane.santos100@gmail.com Luana Keslley Nascimento Casais luana.casais@gmail.com Graduandas em Agronomia pela Universidade Federal Rural da Amazônia...

Ciclo da cebola define o planejamento de mercado

  Daniel Pedrosa Alves Doutor em Genética e Melhoramento e pesquisador da Epagri na área de Melhoramento de Plantas danielalves@epagri.sc.gov.br Gerson Henrique Wamser Mestre em Produção Vegetal e pesquisador...

Extrato de cebola como bioestimulante

O extrato de cebola e os resultados na germinação de escleródios de Botrytis squamosa.

Mercado segmentado de cebolas exige sementes adaptáveis

Daniel Pedrosa Alves Doutor em Genética e Melhoramento, e pesquisador da Epagri- Estação Experimental de Ituporanga danielalves@epagri.sc.gov.br   O Brasil figura entre os principais produtores mundiais de cebola,...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!