25.6 C
Uberlândia
quarta-feira, junho 19, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioAnimaisBovinosCom tecnologia de ordenha robotizada, fazenda no Paraná apresenta resultados expressivos

Com tecnologia de ordenha robotizada, fazenda no Paraná apresenta resultados expressivos

Fazenda – Lely Astronaut – Foto Divulgação

O Paraná é atualmente o segundo maior produtor de leite do Brasil, foram 4,4 bilhões de litros produzidos em 2018, como aponta o IBGE. Nesse cenário, a Fazenda 2M, localizada em Munhoz de Melo (PR), comemora o bom momento do setor e os números atingidos em produtividade.

Focada em atender a região Norte do estado, entre Maringá e Astorga, o leite produzido pela propriedade tem como finalidade a produção de queijos e outros lácteos. A fazenda conta com dois barracões que juntos somam 10 mil m2, sendo um deles destinado para o gado em lactação e o outro para os animais jovens (bezerros, pré-parto e novilhas), além de um barracão de armazenamento de alimento, o laboratório, um escritório e o dormitório.

O leite é proveniente do rebanho de vacas Jersey estabelecido na propriedade, que, segundo o engenheiro agrônomo e gerente da Fazenda 2M, Rodrigo Henrique Moreto, é a escolha certa para a região. “Esse é um animal vantajoso, pois estamos em uma localidade com tendência de altas temperaturas e, por ser mais rústica, a linhagem Jersey suporta bem melhor o calor”.

Uma lição aprendida com a prática, uma vez que a 2M passou por uma total reestruturação em 2018, com a venda da propriedade e do rebanho, que na época era de gado holandês. Moreto conta que iniciou a atividade leiteira em 2013 e, por desejar ampliar e obter maior rentabilidade, desenvolveu um plano de negócio e recomeçou o projeto em 2018. No entanto, a nova fazenda foi inaugurada apenas em abril de 2020, com o rebanho totalmente formado pelo gado Jersey.

“Hoje, com o apoio da automação, estamos produzindo 30 litros por animal/dia. Essa era uma meta prevista em nosso plano de negócio para alcançarmos apenas em três anos, mas o atingimos em oito meses, isso por causa da quantidade de informação e qualidade da ordenha proporcionada pela tecnologia Lely”, comenta Moreto.

Lely Astronaut

A nova fase de produção, iniciada em abril, já contou com a introdução de dois robôs Lely Astronaut. “Imediatamente notamos a melhora da qualidade do leite, agilidade operacional e uma antecipação aos desafios sanitários, como, por exemplo, a mastite”, explica o gerente.

Moreto ressalta que o uso dos robôs abre novas possibilidades de programação específica do manejo, e os benefícios são vistos no produto, como a taxa exata de gordura e proteína individual por animal. “Como recebemos e somos cobrados também por qualidade, esse é um parâmetro de muita atenção”, detalha.

O ambiente de trabalho também mudou, hoje os colaboradores atuam em um horário quase comercial, sem a necessidade de levantar às 4 horas da manhã e trabalhar até o anoitecer, como é comum na lida do campo.

“Quando os trabalhos começam pela manhã, as vacas já estão sendo ordenhadas, então a atenção de nossos colaboradores pode se voltar para outros processos, como o cuidado aos animais em tratamento, qualidade da comida, limpeza e cama”, orgulha-se.

Melhoria que também se reflete no bem-estar do rebanho, que hoje tem entre três e cinco ordenhas por dia. “Isso aumenta a longevidade do animal e nos garante um gado sadio por muito mais tempo”.

Para o futuro, o gerente pretende ampliar a propriedade e, em um médio prazo, chegar a oito robôs e atingir a meta de 18 mil litros/dia. “A previsão é que para o início de 2022 tenhamos mais dois robôs, a estrutura já está pronta, estamos esperando mesmo estabilizar o nosso rebanho, que ainda é muito jovem”, finaliza Moreto.

Sobre a Lely

A Lely, fundada em 1948, direciona todos seus esforços para a criação de um futuro sustentável, lucrativo e agradável na fazenda. Focada nas vacas, a empresa desenvolveu robôs profissionais e sistemas de dados que aumentam o bem-estar, flexibilidade e a produção diária dos animais na fazenda.

Por mais de 25 anos, a Lely tem liderado as vendas e serviços no segmento de automação na produção leiteira, ajudando no sucesso diário dos produtores ao redor do mundo. Diariamente, a Lely inspira seus funcionários a oferecerem aos seus clientes soluções inovadoras e a construírem uma parceira de confiança de longo prazo, através de orientações e suporte. Com sua sede na Holanda e uma rede mundial de Lely Centers dedicadas localmente para serviços de vendas e suporte personalizados, o grupo Lely está presente em mais de 45 países e emprega mais de 1.600 pessoas.

ARTIGOS RELACIONADOS

Mastite na produção leiteira: o que preciso saber?

Quando o uso de antibiótico se faz necessário, garantir que o animal retorne rapidamente à linha de ordenha é um diferencial importante

Conheça as 5 doenças parasitárias bovinas mais comuns no Brasil

Especialista indica a utilização do controle biológico como uma das principais soluções para eliminar pragas no campo e não prejudicar a saúde dos animais

Quatro dicas para aumentar a produtividade na colheita mecanizada

Com um bom planejamento e ajuda de tecnologias, é possível reduzir riscos e aumentar a eficiência dessa fase fundamental da operação agrícola

Nutrien reinventa o conceito de revenda agrícola no Brasil

A Nutrien Soluções Agrícolas, uma das maiores plataformas de soluções agrícolas do País, ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!