17.6 C
Uberlândia
quarta-feira, maio 22, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesComo a escolha da escavadeira impacta na eficiência da movimentação de solo?

Como a escolha da escavadeira impacta na eficiência da movimentação de solo?

Agilidade e precisão nos movimentos são características que devem ser avaliadas

Divulgação

As escavadeiras hidráulicas são usadas na maior parte das obras de infraestrutura e no campo para remoção de terra. Para que esse serviço seja realizado com eficiência é preciso que a máquina utilizada tenha algumas características como: agilidade e precisão nos movimentos.

Com base nesses critérios, o proprietário da empresa argentina Andres Dibiasi Movimiento de Suelos, Andres Federico Dibiasi, adquiriu há mais de três anos a primeira escavadeira Link-Belt, um modelo 210X3E. Os resultados positivos o levaram a comprar, no ano passado, outro equipamento da marca do mesmo modelo.

Há quase oito anos no mercado, a empresa especializada em movimentação de solos naturais presta serviço em diversas obras de construção civil, particulares e públicas, e também no setor rural, nas áreas de pecuária e agricultura, na região de Santa Fé e Santiago del Estero, na Argentina.

Andres diz que oferece atenção personalizada aos clientes e se esforça para estabelecer relações sólidas e duradouras, buscando entender a fundo suas necessidades e oferecendo soluções adaptadas que superem as expectativas. As escavadeiras Link-Belt contribuem para esse propósito. “Nossas escavadeiras se destacam pela agilidade nos movimentos, o que leva a uma execução eficiente de diversas tarefas. A versatilidade e o rendimento das máquinas nos permitem satisfazer as necessidades específicas de cada cliente e de cada projeto, garantindo a qualidade em nossas operações. Nos orgulha oferecer resultados de qualidade superior, que cumprem com os mais altos padrões da indústria”, afirma Andres.

Com um sistema hidráulico avançado, a escavadeira 210X3E tem maior capacidade de escavação, maiores velocidades de giro e elevação simultâneas, que proporcionam ciclos de trabalho até 4% mais rápidos que a versão anterior.

Andres destaca também a eficiência no consumo de combustível, durabilidade e fácil manutenção.

Com motor ISUZU mais robusto, desenvolvido especialmente para as condições da América Latina, e com sistema hidráulico controlado eletronicamente, a escavadeira 210X3E apresenta uma economia de combustível de até 14% em relação à versão anterior.

O modelo traz ainda três modos de trabalho, fácil acesso a pontos de manutenção de rotina, estrutura reforçada de lança e braço HD, o que resulta em maior durabilidade. “Graças à tecnologia avançada e à rigorosa manutenção, otimizamos o rendimento dos nossos equipamentos, o que se traduz em maior produtividade e rentabilidade para nossos clientes”, conclui o empresário.

ARTIGOS RELACIONADOS

Agricultores baianos investem em estudo para uso de pó de rocha para aumentar nutrientes do solo

Os agricultores baianos, por meio da Fundação Bahia, Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) e Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba),...

Qual a ação dos biorreguladores em citros?

AutoresPaulo Roberto Camargo Castro Doutor e professor - Universidade de São Paulo prcastro@usp.br Camilo Lázaro Medina Doutor e pesquisador - Instituto Agronômico de...

BASF apresenta nova estratégia do negócio de soluções para agricultura

Em passagem pelo Brasil, o presidente Global da Divisão de Soluções para Agricultura da BASF, Vincent Gros, apresentou a nova estratégia de negócio da empresa durante...

Uso de clones é o diferencial no sucesso da heveicultura?

AutoresJosé Geraldo Mageste Engenheiro florestal, PhD e professor – Universidade Federal de Uberlândia (UFU/ICIAG) jgmageste@ufu.br Joicy Vitoria Miranda Peixoto Engenheira agrônoma, doutoranda e...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!