21.6 C
Uberlândia
terça-feira, abril 16, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosComo produzir mandioca o ano todo?

Como produzir mandioca o ano todo?

Estratégias de manejo podem permitir a produção contínua de mandioca ao longo do ano.

Adjair José da Silva
Engenheiro agrônomo, mestre, e doutorando em Agronomia – Universidade Federal da Paraíba (UFPB-CCA)
adjair.engagronomo@gmail.com

Existem diferentes variedades de mandioca que podem se adaptar a variadas condições climáticas. Além disso, técnicas de irrigação e manejo adequado do solo podem ajudar a cultivar mandioca em áreas com condições climáticas menos favoráveis à cultura.

Foto: Shutterstock

Períodos de seca

Durante períodos de seca, é essencial garantir que a mandioca receba água suficiente para seu desenvolvimento. Faz-se necessário a adoção de medidas que possam garantir a irrigação adequada.
Irrigação por gotejamento: é altamente eficiente e fornece água diretamente às raízes da planta, minimizando o desperdício. Possibilita controlar a quantidade de água fornecida, garantindo que a mandioca receba a quantidade necessária durante a seca.
Mulching (cobertura do solo): técnica que consiste na aplicação de uma camada de material orgânico, como palha ou serragem, ao redor das plantas de mandioca, com o objetivo de reter a umidade do solo. Isso reduz a taxa de evaporação e protege o solo contra a perda excessiva de água durante os períodos secos.
Aumentar a frequência da irrigação: durante períodos de seca, pode ser necessário aumentar a frequência da irrigação. Monitore regularmente o solo para determinar quando a água é necessária e ajuste o cronograma de irrigação de acordo com as condições do solo.
Conservação da água: adotar as práticas de conservação da água, como captura de água da chuva, para uso na irrigação da mandioca. Isso ajudará a maximizar o uso da água disponível, e reduz a dependência de fontes externas durante períodos de seca.
Manejo adequado do solo: manter o solo bem preparado e livre de compactação. Isso ajuda a melhorar a infiltração da água e permite que as raízes da mandioca acessem a água disponível com mais facilidade.
Monitoramento constante: observe regularmente as plantas de mandioca para detectar sinais de estresse hídrico, expressas a partir do murchamento das folhas. Ao identificar esses sinais precocemente, intervenha rapidamente e forneça água adicional, conforme necessário. A quantidade e a frequência da irrigação podem variar, dependendo de fatores como a fase de crescimento da mandioca, o tipo de solo e as condições climáticas específicas de cada região.

Mais produtividade

Existem várias técnicas de manejo que podem ser utilizadas para aumentar a produtividade da mandioca, porém, a mais utilizada é a seleção de variedades adequadas para as condições locais, como resistência a doenças, alto teor de amido ou rápido crescimento das raízes.
Preparar o solo corretamente também é essencial para o sucesso do cultivo da mandioca. Isso inclui a remoção de ervas daninhas, correção do pH do solo, incorporação de matéria orgânica e a melhoria da estrutura do solo. Um solo bem preparado permite melhor desenvolvimento das raízes e, consequentemente, produtividade elevada.
O espaçamento adequado entre as plantas e a densidade de plantio influenciam diretamente a produtividade da mandioca. Um espaçamento muito próximo pode levar à competição por nutrientes, enquanto um espaçamento muito amplo pode resultar em menor uso eficiente do espaço disponível.
A mandioca responde a aplicação de fertilizantes orgânicos ou químicos, que podem suprir os nutrientes necessários para o crescimento saudável da planta. É importante fazer uma análise do solo para identificar deficiências nutricionais específicas e ajustar a fertilização de acordo.
Pragas e doenças podem afetar negativamente a cultura, comprometendo a produtividade. É importante implementar medidas de controle, como o uso de inseticidas e fungicidas, quando necessário.
O monitoramento regular das plantas e a adoção de práticas preventivas, como rotação de culturas e a remoção de plantas infectadas, também são importantes para minimizar os danos.
As necessidades de água da mandioca variam ao longo de seu ciclo de crescimento. Durante os estágios iniciais, a mandioca requer um suprimento adequado de água para o estabelecimento das mudas. No entanto, durante a fase de desenvolvimento é necessário reduzir a quantidade de água para estimular a formação adequada das raízes.

Produção durante todo o ano

Produzir mandioca durante o ano todo ajuda a garantir um suprimento constante de alimentos. Isso é especialmente importante em regiões onde este é um alimento básico ou uma cultura importante para a segurança alimentar. Ao evitar a dependência de períodos específicos de plantio, é possível reduzir os riscos de escassez.
Para o produtor, ao invés de depender exclusivamente de um período específico de colheita para obter renda, ele pode ter uma fonte constante de receita ao longo do ano, pois pode colher em diferentes momentos, principalmente na sazonalidade.
Ainda, em áreas onde a disponibilidade de água é um fator limitante, produzir mandioca ao longo do ano pode ajudar a otimizar o uso dos recursos hídricos, o que permite o uso mais eficiente da água disponível e reduz a pressão sobre os recursos hídricos durante um único período de plantio.

Colheita da mandioca

É importante aguardar o tempo correto para a colheita, quando as raízes atingirem o tamanho desejado e as folhas começarem a amarelar e secar. A colheita prematura pode resultar em raízes pequenas e baixo rendimento.
Ao colher as raízes, é preciso ter cuidado para não danificar as plantas vizinhas. Usar uma enxada ou forcado para soltar o solo e, em seguida, levantar as raízes cuidadosamente para evitar quebras ou danos.
Após a colheita, armazenar as raízes em local fresco e bem ventilado, protegendo-as de danos e umidade excessiva. Isso ajudará a preservar a qualidade das raízes durante o armazenamento.

Condições para o cultivo e desenvolvimento da mandioca
Temperatura: a mandioca se adapta a temperaturas entre 25 e 35°C. Não tolera temperaturas abaixo de 20°C e pode ser danificada por geadas ou frio intenso.
Luz solar: necessita de muita luz solar para o seu crescimento saudável – menos seis horas de luz solar direta por dia.
Chuva: demanda quantidades adequadas de chuva para crescer adequadamente. O ideal é uma precipitação média anual entre 1.000 e 1.500 mm. No entanto, ela também pode ser cultivada em áreas com precipitação média mais baixa, desde que haja um suprimento adequado de água para irrigação.
Solo: pode ser cultivada em uma ampla variedade de solos, desde que sejam bem drenados. No entanto, os solos ideais são aqueles que possuem uma boa capacidade de retenção de água e são ricos em matéria orgânica. O pH do solo ideal para o cultivo de mandioca varia de 5,5 a 6,5.
Umidade: prefere um ambiente com umidade moderada. Embora seja resistente à seca, uma umidade adequada no solo é importante para o desenvolvimento das raízes.

ARTIGOS RELACIONADOS

Janela de plantio, como funciona?

O substantivo feminino “janela” tem sido utilizado para várias denotações, entretanto, é mais aplicado quando nos referimos a um vão em paredes de uma construção a meia altura que permite a entrada de ar e claridade nos ambientes.

Potencial na produção de amendoim

O cultivo do amendoim pode ser altamente lucrativo se planejado e executado adequadamente, oferecendo oportunidades valiosas no setor agrícola brasileiro.

Panorama de produção das goiabeiras

O Brasil produz anualmente toneladas da fruta da goiabeira, movimentando a indústria que ...

Custos de produção em alta preocupam arrozeiros

Os custos de produção para a lavoura de arroz previstos para a safra 2021/2022 têm ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!