14.6 C
Uberlândia
quarta-feira, maio 29, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioDestaquesConheça o Selo Verde: certificação que impulsiona práticas de ESG no agronegócio...

Conheça o Selo Verde: certificação que impulsiona práticas de ESG no agronegócio brasileiro

Esse reconhecimento ambiental é um dos mais rigorosos disponíveis no segmento e destaca o comprometimento das empresas com o desenvolvimento rural sustentável e a implementação de práticas ambientais, sociais e de governança no agro

Divulgação

O Selo Verde, também chamado de ECOSelo, é uma certificação que valida o respeito ao meio ambiente, desde a aquisição da matéria-prima até a expedição dos produtos, incluindo todas as etapas de processamento e infraestrutura da marca certificada.

Apesar de ainda ser raridade no agronegócio nacional, a conquista do selo por uma empresa reforça o crescente compromisso do setor com as boas práticas ambientais, sociais e de governança (ESG). Reconhecido por sua rigorosa avaliação, o Selo Verde destaca o desenvolvimento sustentável no meio rural e a implementação de práticas inovadoras que beneficiam o meio ambiente.

Estas práticas integradas não apenas ajudam na remediação dos impactos ambientais, como também promovem um local de trabalho justo e seguro, estabelecendo novos padrões para operações sustentáveis no setor. Além disso, o aumento da preocupação de marcas com iniciativas como essa também tem um viés mercadológico: é cada vez mais comum a cobrança de certificações ambientais para exportação de produtos, e, portanto, trata-se de uma estratégia essencial para garantir que o agro brasileiro siga ocupando posição de destaque mundial no setor.

Um exemplo de companhia recentemente reconhecida com este selo é a Laborsan Agro, que precisou comprovar uma série de ações sustentáveis em todas as suas etapas produtivas, num processo de certificação que demorou meses, concluído com sucesso em abril deste ano.

ESG no Brasil

O setor agrícola brasileiro desempenha um papel importante nesta transição para práticas mais sustentáveis. Dada a importância do agro para a economia do país, a integração do ESG pode trazer não apenas melhorias ambientais e sociais, mas também abrir novos caminhos para investimentos responsáveis e lucrativos.

Nos últimos anos, observou-se um crescimento na adoção de práticas ESG, com fundos dedicados a esses critérios, administrando mais de 50 trilhões de dólares em capital até junho de 2021, segundo dados divulgados pela Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária). Esse aumento reflete uma demanda crescente por operações que respeitam os princípios de sustentabilidade e responsabilidade social, indicando uma transformação nas prioridades de investidores e empresas.

A ascensão do ESG no Brasil e no mundo é um indicativo de um futuro mais sustentável e ético, onde práticas responsáveis são essenciais para o sucesso a longo prazo.

Como é o processo de certificação do Selo Verde

Apesar das empresas poderem se autodeclarar aptas para obter o Selo Verde, a Laborsan Agro, exemplo que citamos anteriormente, optou por passar por uma avaliação externa, por meio de um instituto especializado e imparcial, para tornar a conquista mais transparente e confiável.

Conferido dessa forma, o selo representa um diferencial no agronegócio nacional, sendo extremamente difícil – devido aos seus complexos processos de aprovação -, o que valoriza ainda mais a realização.

Durante a auditoria realizada pela ISOPOINT, todos os aspectos dos processos produtivos da empresa foram cuidadosamente examinados. O foco principal estava no laboratório da empresa, onde técnicas avançadas e diversos padrões de qualidade são aplicados para garantir a excelência dos produtos.

“A Laborsan Agro almejava a Rotulagem Ambiental (Selo Verde), porque reconhece a importância de promover práticas sustentáveis e contribuir para a preservação do meio ambiente. Somos uma empresa referência no agro, e o setor, com certeza, deve ser um protagonista dessa pauta. Essa iniciativa se encaixa na visão estratégica de futuro de mercado, e, claro, de marca, que é ser referência no mercado agrícola, não apenas em termos de inovação e eficácia dos nossos produtos, mas também em responsabilidade ambiental”, explicou o Francisco Eduardo de Albuquerque, sócio-diretor da Laborsan Agro.

Além do Selo Verde, a companhia já possui a certificação ISO 9001:2015, que assegura maior qualidade na entrega de produtos ou serviços, tendo como foco a gestão estratégica de uma empresa.

A Laborsan Agro também está na reta final de implementação de outras certificações, enfatizando ainda mais o seu foco na sustentabilidade e na implementação de políticas que respeitem os princípios de ESG, bem como está desenvolvendo produtos vinculados a essa estratégia da companhia.

ARTIGOS RELACIONADOS

Por que o ESG sem o G não funciona?

Para se ter uma ideia da importância da tecnologia nesse processo, a automatização do processo de cálculos da remuneração variável se tornou um dos requisitos, os chamados SOXs, para todas as empresas listadas nas bolsas de valores dos EUA.

Brasil tem oferta de biocombustíveis para contribuir com a transição energética global

Os biocombustíveis são fontes de energia consideradas alternativas, por serem de caráter renovável, além de possibilitar a emissão de baixos índices de poluentes.

ESG é a análise de riscos de investimentos

O Essere Group está implantando um sistema de gestão organizacional para monitorar todos os riscos que sejam materiais ao negócio.

Prêmio reconhece produtores que investem em ESG

AgroBIT Brasil abre inscrições e indicações até o dia 10 de outubro para o Prêmio Produtor 4.0

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!