16.6 C
Uberlândia
terça-feira, junho 18, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioNotíciasConheça os principais produtos que o Brasil exporta

Conheça os principais produtos que o Brasil exporta

Segundo CEO da Logcomex, o primeiro no ranking é a soja

Divulgação

O mercado brasileiro de exportação alcançou um recorde de US$ 339,7 bilhões de janeiro a dezembro de 2023, um aumento de 1,7% em comparação ao ano anterior. Dentre os produtos que o Brasil mais vende para fora existe um que lidera o ranking e desempenha um papel importante para o fornecimento global: a soja.

De acordo com Helmuth Hofstatter, CEO e fundador da Logcomex, empresa que oferece tecnologia para o comércio exterior por meio de uma plataforma completa end-to-end, ajudando gestores a planejar, monitorar e automatizar o seu supply chain, a soja é o líder incontestável das exportações brasileiras. “Como o maior produtor mundial desse grão, o Brasil conquistou uma posição de destaque nos mercados internacionais, fornecendo para países como a China, que absorve 73% das exportações, e a Argentina, com uma participação equivalente a 3,8%”, explica. Ele conta que de janeiro a dezembro de 2023, as exportações de soja atingiram a impressionante marca de US$ 53,2 bilhões, representando uma fatia significativa do total exportado pelo país.

Em segundo lugar no ranking de exportações brasileiras estão os óleos brutos de petróleo. Segundo Hofstatter, esses insumos alcançaram US$ 42,5 bilhões em vendas para o exterior de janeiro a dezembro de 2023. “No mercado internacional, o Brasil se posiciona como um player de peso, representando 3% do mercado global de petróleo. O principal destino das foi a China, que absorveu 58% do total exportado. E o estado do Rio de Janeiro se destacou como o principal exportador desse recurso no período mencionado”, afirma o CEO da Logcomex. 

O minério de ferro também está na lista das maiores exportações brasileiras.” Em 2023, as exportações desse insumo atingiram a marca de US$ 30,5 bilhões, sendo que 57,9% das vendas tiveram como destino principal a China”, diz Hofstatter. 

Confira outros produtos que lideram a lista das exportações do Brasil: 

  • Açúcares e melaços: O açúcar é o principal produto exportado no setor sucroalcooleiro brasileiro. Além do açúcar branco, são exportados outros tipos de açúcares, como lactose, maltose, glicose e frutose. Em 2023, o país exportou cerca de 27 milhões de toneladas desses açúcares, contribuindo significativamente para o mercado global.
  • Carne bovina: O Brasil é o principal exportador de carne bovina no cenário mundial. Somente no primeiro trimestre de 2023, o país exportou impressionantes 286,64 mil toneladas de carne in natura. Por outro lado, a China continua sendo o principal destino dessas exportações, seguida pelo Chile e pelos Estados Unidos, destacando a relevância desse produto para a economia brasileira.
  • Carne de frango: Até dezembro de 2023, essas exportações totalizaram aproximadamente US$ 9 bilhões, evidenciando a demanda internacional por produtos avícolas brasileiros.
  • Milho não moído, exceto milho doce: O Brasil também se destaca como um dos principais exportadores de milho não moído. Em 2023, foram exportados US$ 13,6 bilhões dessa commodity para destinos como China, Japão e Vietnã. Atualmente, o Brasil ocupa a posição de 3º maior produtor mundial desse importante grão, demonstrando a crescente relevância do país no mercado global de cereais.
ARTIGOS RELACIONADOS

Zinco aumenta a produtividade da soja

O zinco é um micronutriente requerido em pequenas quantidades pela planta, entretanto, sua disponibilidade faz toda a diferença na produção, pois este elemento está diretamente relacionado ao crescimento e formação dos grãos de soja.

Protetor solar para a soja

A radiação solar é a fonte primária de energia para os organismos vegetais.

CESB prorroga inscrições do 13º Desafio Máxima Produtividade da Soja

Sojicultores de todas as regiões brasileiras, e de diversas cidades, já garantiram a sua participação no 13º Desafio Máxima

Sojicultores investem no controle biológico de doenças foliares

Um mercado nacional de R$ 829 milhões - e em acelerado crescimento - de acordo com a Blink Projetos Estratégicos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!