18.1 C
São Paulo
quinta-feira, agosto 11, 2022
-Publicidade-
Inicio Revistas Grãos Conilon aumenta participação nos blends de café espresso

Conilon aumenta participação nos blends de café espresso

Abraão Carlos Verdin Filho

Mestre em Produção Vegetal e pesquisador do Incaper Marilândia (ES)

verdin.abcfilho@gmail.com

Saul de Andrade Júnior

Doutorando em Produção Vegetal “Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

 

 Crédito Shutterstock
Crédito Shutterstock

O café conilon atualmente compõe a principal matéria-prima da indústria de café solúvel, além de gradativamente aumentar sua participação em bebidas oriundas de café torrado e moído, blends de café espresso e nos chamado “3 em 1“ , obtidos pelas misturas de solúvel, torrado e moído.

Finalidades do café conilon

O café conilon, também conhecido como robusta, tem por finalidade principal agregar aos blends, com o arábica, objetivando conferir mais corpo à bebida, diminuir a acidez e, sobretudo, reduzir o custo do café torrado e moído para o consumidor.

É mais comum no preparo de “ligas“ ou misturas (blends), nas quais é adicionado ao café arábica, podendo compor variadas porcentagens ao café arábica. Por possuir maior teor de sólidos solúveis que o café arábica e apresentar maior rendimento após o processo de torração, o café conilon é componente essencial nos cafés solúveis.

No Brasil, o uso de mesclas (blends) de cafés é prática comum, pois o País possui condições edafoclimáticas para a produção de diversas espécies e variedades de cafés, possibilitando à indústria nacional a elaboração desses blends.

Estima-se-que-o-café-robusta-já-faça-parte-de-praticamente-metade-dos-blends-de-cafés-industrializados-Crédito-Abraão-Carlos
Estima-se-que-o-café-robusta-já-faça-parte-de-praticamente-metade-dos-blends-de-cafés-industrializados-Crédito-Abraão-Carlos

Qual a diferença?

Cafés arábica e conilon diferem consideravelmente no preço, qualidade e aceitabilidade. Os grãos apresentam cor, formato e tamanho diferenciados, porém, após a torração e a moagem, não é possível a distinção visual das espécies, sendo necessárias outras formas de discriminação (DIAS, 2005; GONZÁLEZ et al., 2001).

O café conilon é adicionado ao arábica visando, principalmente, a redução dos custos na industrialização, com consequente aumento dos lucros.

Características do café conilon

O conilon é da espécie Coffeacanephora.

ÃœSabor: o conilon é mais amargo e marcante.

ÃœCafeína: o conilon possui 2,2% de cafeína.

ÃœTeor de açúcares: entre 3 a 7%.

ÃœFacilidade de produção: as plantas são bastante diferentes, sendo o conilon uma planta mais rústica e normalmente mais produtiva que o café arábica.

Ãœ Uso: blends com café arábica e para solúveis,geralmente com maior proporção.

ÃœProdução: apesar de muito consumido no Brasil, o conilon representa apenas 30% da produção mundial do grão.

Participação nos blends

Oblend foi o grande achado do mercado de café. Ele garantiu, durante anos, o lucro de poucos e a dependência de muitos. Os poucos são os torrefadores e os muitos são os produtores, que ficam ‘presos’ dentro da estrutura do mercado.

De acordo com o Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé), a participação do robusta nos blends no mercado nacional é de 50 a 55%, ante 20% há 12 anos. Por isso, o salto é considerado importante na avaliação de representantes do setor. Já a Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic) calcula que a participação do robusta alcança cerca de 40%.

Estima-se que o café robusta, estigmatizado pela qualidade inferior ao da espécie arábica, já faça parte de praticamente metade dos blends de cafés industrializados no Brasil, algo entre 10 e 11 milhões de sacas, diante de um consumo doméstico anual estimado em 20 milhões de sacas.

A participação nos blends tem aumentado, principalmente por a indústria aumentar a sua receita com esses blends, desde que o consumidor aceite.A participação do conilon no café expresso também é expressiva.Novos blends são formados pela indústria e o consumidor tem aprovado, a favor do preço, que é o principal termômetro de maior ou menor porcentagem aos blends.

O cultivo desta espécie vem se expandindo extraordinariamente nos últimos anos em razão de sua participação cada vez mais frequente e expressiva nos ‘blends’ de torrados e moídos e do significativo aumento do consumo de café solúvel em todo o mundo, bem como do surgimento de inúmeras formas alternativas de consumo.

O cultivo desta espécie vem se expandindo extraordinariamente nos últimos anos - Crédito Abraão Carlos
O cultivo desta espécie vem se expandindo extraordinariamente nos últimos anos – Crédito Abraão Carlos

Sabor

Em trabalho efetuado, foi identificado que as bebidas com até 20% de conilon no blend mantiveram características sensoriais tradicionalmente positivas, como atributos mais intensos de aroma chocolate, aroma e sabor característico de café, aroma e gosto doce.

Essa matéria completa você encontra na edição de abril 2017 da revista Campo & Negócios Grãos. Adquira já a sua para leitura integral.

 

Inicio Revistas Grãos Conilon aumenta participação nos blends de café espresso