28 C
Uberlândia
terça-feira, junho 25, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioDestaquesCrédito rural: O grande responsável pela evolução do agro

Crédito rural: O grande responsável pela evolução do agro

Crédito Rural – Foto: Divulgação

O agronegócio ultrapassa barreiras e alimenta o mundo de forma ímpar. É incrível a capacidade do setor em vencer obstáculos e mostrar cada vez mais toda a sua resiliência.

Prova disso, é que na década de 70, éramos os maiores importadores de alimentos. Já hoje, o cenário mudou e alcançamos o patamar de maiores exportadores. É importante pontuar que o crédito rural é um dos responsáveis por isso.

Segundo o Governo Federal, a sua contratação ultrapassa R$ 159,7 bilhões em seis meses do Plano Safra 2021/22.

Através do financiamento os produtores rurais e distribuidores de insumos se desenvolvem, aumentam sua produção, melhoram a estrutura do negócio, além de poder investir em tecnologia. O financiamento agrícola provou ser um dos principais fatores que ocasionaram o sucesso do setor.

“Não há como dissociar a história da agricultura no Brasil de crédito. Foi a política de Estado do Sistema Nacional de Crédito Rural, criada na década de 1960, que permitiu ao setor se expandir para diversas regiões do país, se profissionalizar e crescer em produtividade. No entanto, como em todo mercado que amadurece, os subsídios que apoiaram o setor no seu começo não são mais suficientes para sustentá-lo depois de tanto crescimento. Por isso, novas fontes de financiamento – como as fintechs que levam crédito ao agro – irão contribuir significativamente para o futuro do segmento”, explica Bernardo Fabiani, especialista em concessão de crédito para o agronegócio e CEO da TerraMagna.

Os distribuidores de insumos, por exemplo, estão cada vez mais apostando em operações de crédito, que geram recebíveis, como CPRs e duplicatas. Eles oferecem crédito para compra de insumos aos produtores rurais, através de negociações como a operação de Barter, facilitando assim a vida do homem do campo. Ao mesmo tempo, esses mesmos distribuidores fazem a antecipação dos seus recebíveis (CPRs, duplicadas e outros títulos do agro), como forma de receber o valor do documento à vista, dinheiro em caixa e sair de possíveis riscos.

O crédito sempre será fundamental para que o agronegócio continue sendo o motor forte da nossa economia, gerando oportunidades e alimentando o mundo. É preciso se reinventar e buscar alternativas que visam o desenvolvimento e a lucratividade. 

ARTIGOS RELACIONADOS

Batata: Extremos marcam a produção

A produção brasileira de batata seguiu com resultados variando entre regiões produtoras, ...

Tecnologia florestal: Brasil lidera desenvolvimento

Feira na Suécia antecipa algumas das tendências para o segmento, mas a expectativa é que as novidades mais importantes em tecnologia sejam anunciadas em evento no Brasil

CESB prorroga inscrições do 13º Desafio Máxima Produtividade da Soja

Sojicultores de todas as regiões brasileiras, e de diversas cidades, já garantiram a sua participação no 13º Desafio Máxima

Produtividade da soja: série especial

Com o Brasil na liderança da produção mundial da soja, empresa de tecnologia agrícola promove,

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!