Custo de produção

0
139

Pedro Maranha Peche Engenheiro agrônomo, mestre, doutor e pós-doutorando em Fitotecnia – Universidade Federal de Lavras (UFLA)pedmpeche@gmail.com

Atemoia – Créditos: Shutterstock

O custo de produção agrícola é uma ferramenta de controle e gerenciamento das atividades produtivas que gera informações importantes para ajudar as tomadas de decisões pelos produtores rurais.

Para administrar com eficiência e eficácia um pomar, é importantíssimo o domínio da tecnologia e do conhecimento dos gastos com os insumos e serviços em cada fase produtiva da lavoura, que tem no custo um indicador importante das escolhas do produtor.

Para confeccionar o custo de produção, o produtor necessita levantar e quantificar os Custos Variáveis (A) e Fixos (B) do empreendimento, que juntos formarão o Custo Operacional (C). Abaixo segue lista dos itens utilizados pela CONAB, a serem levantados pelos produtores e técnicos para a elaboração do custo de produção:

  1. Custo variável

I – Despesas de custeio da lavoura

1 – Operação com máquinas e implementos

2 – Mão de obra e encargos sociais e trabalhistas

3 – Sementes

4 – Fertilizantes

5 – Defensivos

6 – Despesas com irrigação

7 – Despesas administrativas

8 – Outros itens

II – Despesas pós-colheita

1 – Seguro agrícola

2 – Transporte externo

3 – Assistência técnica e extensão rural

4 – Armazenagem

5 – Despesas administrativas

6 – Outros itens

III – Despesas financeiras

1 – Juros

B) Custo fixo

IV – Depreciações e exaustão

1 – Depreciação de benfeitorias e instalações

2 – Depreciação de máquinas

3 – Depreciação de implementos

4 – Exaustão do cultivo

V – Outros custos fixos

1 – Mão de obra e encargos sociais e trabalhistas

2 – Seguro do capital fixo

C) Custo operacional (A + B)

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.