19.9 C
Uberlândia
segunda-feira, abril 15, 2024
- Publicidade -
InícioLançamentosDrones agrícolas: O futuro da agricultura está nas alturas

Drones agrícolas: O futuro da agricultura está nas alturas

Entendendo a Aerofotogrametria

Um método eficaz de obtenção de dados topográficos por meio de fotografias aéreas, a aerofotogrametria, palavra de origem grega, traz para o universo da topografia uma nova possibilidade de mapeamento. É por meio desse método que se torna possível a produção de mapas e cartas topográficas.

O método da aerofotogrametria, iniciado em 1903, evolui junto às novas tecnologias, adaptando-se às demandas que surgem no mercado vigente.

Com uma câmera embarcada, preferencialmente em drones de asa fixa, realiza-se a captação das imagens georreferenciadas, que, para serem processadas, serão sobrepostas umas às outras (com um índice costumeiramente de 70% a 80% na parte lateral e frontal). A imagem digital é transformada numa ortofoto através da Retificação Diferencial.

Com o intuito de um voo com maior estabilidade, é necessário traçar-se um plano de voo, em um software de planejamento, para que as fotos sejam captadas “em faixa“, cobrindo todo o terreno paralelamente.

Para a realização de mapeamento aéreo com a aerofotogrametria é necessário solicitar a autorização junto ao Ministério da Defesa. Além disso, tanto o operador, quanto o drone, devem estar regulamentados junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

3 - Maptor Ceu 06

Resultados
Com o uso de drones na aerofotogrametria, o GSD (índice de resolução da imagem) é muito maior, se comparado às imagens de satélite, ou seja, quanto menor o GSD, maior é a resolução espacial e maior é a qualidade de imagem. Com isso, haverá mais detalhes visíveis na imagem e mais informações a serem estudadas.

Como produto das imagens captadas no mapeamento aéreo a partir da aerofotogrametria, têm-se os materiais cartográficos em modelo digital, como: nuvens de pontos, ortofotos, MDS (Modelo Digital de Superfície), MDT (Modelo Digital do Terreno),imagens multiespectrais, informações de relevo, distância, tamanho, altura de objetos e volume, entre outros.

Os softwares de processamento de imagens disponibilizam diversas ferramentas e, cada vez mais, são reveladas novas funcionalidades à medida que os usuários identificam diferentes necessidades durante os aerolevantamentos.

Para o levantamento topográfico, a aerofotogrametria vem como uma solução eficiente que, somada ao uso dos drones na realização do mapeamento, traz eficácia, segurança e economia de tempo e recursos ao negócio.

Vantagens
Dentre as vantagens que a aerofotogrametria pode proporcionar ao produtor estão a agilidade na tomada de decisão; identificação da variabilidade do campo;aumento do lucro;redução de custo;diversidade de aplicações;possibilidade de aplicar técnicas de Agricultura de Precisão; possibilidade de auxílio ao Manejo Integrado de Pragas e Doenças, além da verificação de problemas pontuais no campo.

Essa tecnologia é indicada na otimização de várias atividades agrícolas, entre as atividades beneficiadas destacam-se a Topografia e Georreferenciamento, Silvicultura, Fruticultura, Cultivo de Plantas de Lavoura, Manejo de Pastagens, Olericultura, Avaliação e Perícias do Imóvel Rural, Gestão e Manejo Ambiental, entre outras.

Benefícios aos produtores

O produtor agrícola não precisa de nenhuma especialização para utilizar os VANTs para mapeamento se operar uma aeronave automática. É necessário apenas um treinamento para se traçar o plano de voo, através de um software muito simples, e outro para armar a catapulta no campo para o equipamento alçar voo.

Fabrício Hertz é Chief Executive Officer Horus Aeronaves
Fabrício Hertz é Chief Executive Officer Horus Aeronaves

Horus participa de Demonstração de Drones em Nova Lima, MG

A Horus Aeronaves, empresa especializada no desenvolvimento de drones e veículos aéreos não tripulados (VANT) para mapeamento em agricultura, topografia e mineração realizará, no dia 24 de julho, voos de demonstração de dois dos produtos do portfólio da empresa, o Verok e o Maptor, em Nova Lima, MG, no dia 24 de julho, na Associação Mineira de Aeromodelismo (AMA), juntamente com a Geomat, seu representante na região.

O Maptor Agro é o primeiro modelo de fabricação nacional desenvolvido exclusivamente para a agricultura. “Esse equipamento alia praticidade na operação com ótimos resultados de mapeamento, auxiliando o produtor a identificar doenças e pragas na plantação, estresse hídrico, deficiências nutricionais, dentre outros indicativos que reforçam as práticas de agricultura de precisão e otimizam a produtividade“, informa o CEO da Horus, Fabrício Hertz.

O Verok, outro produto da empresa que será demonstrado no evento, é um drone de grande capacidade de voo e autonomia, desmontável e portátil, com sistema construtivo que permite que a aeronave funcione como uma plataforma aérea multisensores, de forma que, o equipamento tenha capacidade para transportar sistemas de RTK, PPK, sensores multiespectrais e hiperspectrais, além de câmeras de alta definição.

O evento é gratuito e destinado a profissionais que atuam com topografia e mapeamento aéreo. São esperados cerca de 50 participantes, entre profissionais de empresas e autônomos, além de estudantes de diversas áreas.

Os dados dos voos serão processados e as análises divulgadas durante o evento para que os participantes tenham conhecimento dos resultados que podem ser obtidos com praticidade, agilidade e precisão.

Para participar, é preciso confirmar presença antes, no link: http://geomat.com.br/novos/pensando-comprar-um-drone/

Serviço

Data: 24/07

Local: Associação Mineira de Aeromodelismo ” AMA, Rua Alaska, 2 ” Jardim Canada, Nova Lima ” MG

Programação:

9:00 às 9:15 ” Boas vindas

9:15 às 9:45 ” Demonstração das aeronaves

9:45 às 10:00 ” Programação do voo e check de lançamento

10:00 às 10:30 ” Decolagem e Voo

10:30 às 11:00 ” Aterrissagem, check e análise do voo

11:00 às 12:30 ” Processamento de dados e analise da informação

Sobre a Horus

Fundada em janeiro de 2014 e com sede em Florianópolis, SC, este ano, a Horus Aeronaves vai inaugurar a sua filial em Piracicaba, SP, no Agtech Valley. A empresa é referência no mercado de drones e veículos aéreos não tripulados (VANT) para mapeamento em agricultura, topografia e mineração e oferece equipamentos com alto grau tecnológico e padrões de qualidade, além de soluções para análise e interpretação dos dados coletados pelas aeronaves.    Também disponibiliza um sistema online para análise e processamento de dados obtidos através desse mapeamento.

BPA Comunicação Integrada

Rafael Albuquerque – whatsapp- (11) 96168-9535

ARTIGOS RELACIONADOS

Femagri 2020, aposta em cooperativismo, tecnologia e gestão

A feira, que é promovida pela Cooxupé e considerada uma das principais no segmento da cafeicultura, terá a presença de cerca de 120 expositores entre os dias...

41º Congresso de Pesquisas de Café vai ser em Poços de Caldas

O tradicional Congresso Brasileiro de Pesquisas Cafeeiras, em sua 41ª edição, vai acontecer de 27 a 30 de outubro de 2015, em Poços de...

Climatempo participa do Agrishow com plataforma exclusiva

  Maior empresa privada de meteorologia do país vai apresentar suas soluções para o mercado agro     A Climatempo vai marcar presença na Agrishow 2017, feira internacional...

Syngenta oferece soluções para o manejo de roedores em instalações rurais

Perdas ocasionadas pela infestação podem colocar a produtividade de variadas atividades no campo em risco   Monitorar e controlar a infestação de roedores em instalações rurais...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!