27.6 C
Uberlândia
quarta-feira, abril 17, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesEconomia e sustentabilidade: produtores rurais goianos aderem à energia solar

Economia e sustentabilidade: produtores rurais goianos aderem à energia solar

Divulgação

O agronegócio brasileiro tem cada vez mais lançado mão de tecnologias que asseguram a eficiência necessária, mas ao mesmo tempo garantem a preservação e otimização do uso dos recursos naturais. Uma dessas inovações, que começa a ser adotada em larga escala no meio rural, é a energia solar fotovoltaica. 

Segundo dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o Brasil terminou 2021 com 61.294 sistemas de energia solar rural instalados, que totalizaram mais de 1,2 gigawatt (GW) de potência gerada, o que representa um crescimento de 49% no total de investimentos feitos neste setor em comparação ao ano anterior. Outros dados da Absolar apontam que até março de 2022, o País chegou a uma marca histórica de 14 gigawatts de capacidade instalada, potência igual a da Usina Hidrelétrica Binacional de Itaipu. 

Ainda segundo números da Absolar, o uso da energia solar nas áreas rurais aumentou mais de 1.300 vezes em cinco anos. Para especialistas do setor, os altos preços praticados nos últimos anos junto às tarifas da energia elétrica gerada de forma convencional resultaram num salto na adesão de muitos produtores a essa fonte alternativa de energia. 

Por conta dessa demanda e dos benefícios da energia solar, a Pivot Máquinas Agrícolas e Sistemas de Irrigação oferta o sistema há dois anos para garantir o abastecimento das fazendas. O engenheiro eletricista e gerente geral de negócios de energia solar da Pivot,  Leonardo Gadia, explica que Goiás está na 7º posição entre os estados que mais procuram o sistema como gerador de energia e que esse tipo de serviço cabe em qualquer propriedade. 

“Os sistemas fotovoltaicos podem sim atender a quaisquer segmentos do agronegócio. E Goiás está entre os principais produtores de energia solar em 7º lugar, porém muito próximo de ocupar a 5ª colocação”, diz Leonardo.

De acordo com o gerente da Pivot, a empresa trabalha desde a iniciação do projeto até a instalação de equipamentos para o fornecimento de energia. “Temos soluções completas em geração de energia, desde sistemas fotovoltaicos on grid conectados à rede de energia da concessionária de energia até soluções híbridas de energia com gerador à diesel aliado com energia solar fotovoltaica e baterias quando as concessionárias de energia não conseguem fornecer energia para as fazendas”, ressalta.

Entre os benefícios da  energia solar no campo está a lucratividade dos produtores rurais Segundo Gadia, muitos produtores já têm aderido ao sistema nas fazendas. “O produtor rural que está bem informado sabe que a produção de energia será um grande aliado na melhoria de suas margens de lucro, pois energia solar é custo de energia cortado na raiz”, finaliza.

ARTIGOS RELACIONADOS

FMC é reconhecida por boas práticas em responsabilidade social, ética e sustentabilidade

A FMC, empresa líder global em ciências para agricultura, recebeu o Selo Empresa Limpa do Instituto Ethos e o Selo Mais Integridade do Ministério...

Licenciamento ambiental e restauração ecológica – Sustentabilidade em primeiro lugar

  Carlos Eduardo Moraes Pereira Engenheiro florestal e de segurança do trabalho Diretor da Planflor Serviços Ambientais carlos@planflor.com.br   Em vigor desde o último dia 05 de abril, a...

Ocorrência e controle de nematoides

Os nematoides são um dos principais inimigos da sojicultura. Das mais de 100 espécies encontradas nas lavouras de soja em todo o mundo, quatro têm alta...

Energia solar ultrapassa 15 gigawatts

Desde 2012, setor gerou mais de 450 mil empregos e evitou a emissão de 20,8 milhões de toneladas de CO2 na geração de eletricidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!