Empresários adotam plataformas que levam conhecimento ao agronegócio

0
204
Lavoura – Crédito: Shutterstock

O avanço tecnológico acontece em ritmo acelerado, atingindo importantes setores da economia. Para acompanhar esses avanços, empresas do agronegócio vem investindo cada vez mais na qualificação dos seus profissionais, aderindo ao uso de universidades corporativas para levar conhecimento e capacitação aos colaboradores. Importantes nomes do mercado de distribuição de insumos agrícolas estão usando plataformas de ensino como ferramentas estratégicas, que promovem a gestão de capacitação e conteúdo.

Por que investir em capacitação?

Marcos Paulo Barbosa é CEO da Plantar Educação, startup do Grupo Siagri que proporciona ao agronegócio ensino à distância. Ele conta que atendendo à demanda de médias e grandes organizações de forma personalizada, a universidade corporativa é focada em aprimorar habilidades voltadas para as companhias, melhorando a eficiência e produtividade. “A plataforma é customizável, possibilitando a criação de cursos e conteúdos que apoiam as operações e estratégias da empresa. Um profissional bem qualificado em sua área coopera para atingir resultados planejados, por isso é essencial manter o quadro de funcionários preparado, alinhado com a missão da companhia e dos negócios dela.” Conta o CEO. Alberto Yoshida, CEO da Yoshida & Hirata, está implantando a universidade corporativa da Plantar Educação na companhia. Ele relata que o principal motivo para se investir na plataforma é a gestão de conteúdo. Yoshida diz que antes o material de capacitação dos seus colaboradores era muito disperso e não seguia nenhum padrão.

Além do ambiente virtual, a empresa também está investindo na estrutura física, com um espaço dedicado para ministrar cursos e treinamentos. A companhia, distribuidora de insumos agrícolas do estado de São Paulo, trabalha com muitos produtos e tecnologias e para o CEO, investir em capacitação é proporcionar conhecimento a toda a equipe, o que torna os colaboradores aptos a desempenharem suas funções de forma estratégica.

Conhecimento direcionado

A Agro 100 inaugurou em fevereiro de 2020 a UCA. A Universidade Corporativa da empresa tem sede física em Londrina e utiliza a plataforma da Plantar Educação, que leva ensino à distância aos 800 colaboradores da companhia.

Renato Seraphim, CEO da Agro 100, destaca que capacitar o time com eficiência era um grande desafio. “A companhia tem pontos de vendas espalhados no sul e sudeste do Brasil e qualificar os colaboradores era um tarefa que exigia tempo, pois era necessário que o trabalhador se deslocasse até o local onde era ministrado o curso e a capacitação não era totalmente adequada aos nossos modelos de negócios.” Seraphim destaca que a UCA promove a capacitação de colaboradores de diversos departamentos, ajudando-os inclusive a usar de maneira correta os softwares disponíveis na empresa. “A Universidade Corporativa da Agro 100 tem cinco pilares. Eles são destinados a vendedores, líderes, filhos e netos dos nossos clientes, desenvolvimento dos colaboradores, capacitação de estagiários e trainees. Temos um total de 276 cursos e em menos de um ano foram mais de 7 mil matrículas, ou seja, cada colaborador fez em média seis cursos na plataforma da Plantar Educação.” Diz Renato.