21.6 C
Uberlândia
segunda-feira, junho 24, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosHortifrútiEnsaio com Fertium® Phós HF comprova: Substâncias húmicas aumentam a produtividade no...

Ensaio com Fertium® Phós HF comprova: Substâncias húmicas aumentam a produtividade no tomateiro estaqueado

Renato Passos Brandão

Gestor Agronômico do Grupo Bio Soja

Maickon Fernando Balator

Coordenador Técnico do Grupo Bio Soja

Marcelo Machado Ferreira

Estagiário do Deptº Agronômico do Grupo Bio Soja

Créditos-Divulgação
Créditos-Divulgação

A tomaticultura é uma das culturas com grande risco econômico devido aos altos custos de produção e às oscilações bruscas no preço do tomate. Um dos itens que mais onera a produção do tomate é a mão de obra (Tabela 1). A participação dos corretivos agrícolas e fertilizantes no custo de produção é inferior apenas ao custo da mão de obra, situando-se na faixa de 29,1% (Revista Hortifruti Brasil, 2013).

Tabela 1. Custo médio de produção do tomateiro estaqueado em 2012.

Itens

Custo, R$/ha

Porcentagem, %

Mão de obra

13.207,20

34,7

Corretivos agrícolas e fertilizantes

11.090,25

29,1

Fungicidas

4.374,17

11,5

Sementes

3.456,42

9,0

Inseticidas

3.268,56

8,6

Mecanização

2.574,19

6,8

Herbicidas

97,52

0,2

Total

38.068,31

100

Fonte: Revista Hortifruti Brasil, 2013.

Trabalho realizado em parceria com o Grupo Trebeschi - Créditos Divulgação
Trabalho realizado em parceria com o Grupo Trebeschi – Créditos Divulgação

Com o cultivo mais intensivo nas propriedades rurais, principalmente em ambientes protegidos (estufas), ocorre um aumento expressivo na utilização de corretivos agrícolas e fertilizantes na mesma área, ocasionando um aumento no teor dos nutrientes nos solos. Entretanto, ocorre também diminuição no teor de matéria orgânica, desequilíbrios nutricionais nos solos e aumento na incidência de pragas e doenças.

Nesta edição da Revista Campo & Negócios será abordada a importância dos fertilizantes organominerais fosfatados com altos teores de substâncias na nutrição do tomateiro estaqueado.

Fertium® Phós HF

É um fertilizante organomineral com altos teores de substâncias húmicas (ácidos fúlvicos e ácidos húmicos) e fornecedor de nutrientes às plantas, Tabela 2.

Fertium Phós_FINAL

Tabela 2. Garantias do Fertium® Phós HF

Nutrientes

Garantias

Nitrogênio (N)

3%

Fósforo (P2O5)

16%

Potássio (K2O)

6%

Magnésio (Mg)

1,5%

Enxofre (S)

3%

Boro (B)

0,1%

Manganês (Mn)
Zinco (Zn)

0,15%

Carbono orgânico total (COT)

9%

Capacidade de troca catiônica (CTC)

400 mmolc/kg

Manejo da área experimental

Padrão da propriedade
Padrão da propriedade

O ensaio de campo com o Fertium® Phós HF na cultura do tomateiro estaqueado foi instalado em uma propriedade em Araguari/MG. O ensaio de campo no tomateiro estaqueado constou de dois tratamentos: controle (padrão da propriedade) e Bio Soja (Fertium® Phós). O cultivar utilizado foi o Carmen, no espaçamento de 1,0 x 0,8 m plantas totalizando 12.500 plantas/ha.

Na adubação padrão da propriedade, o transplante das mudas do tomateiro foi realizado com o 04-14-08 com Ca e micronutrientes, superfosfato simples, esterco bovino e torta de mamona. Na primeira adubação de cobertura (amontoa) foi aplicado o 04-14-08 com Ca e micronutrientes, superfosfato simples e a torta de mamona. A segunda e terceira adubação de cobertura foram realizadas com o 04-14-08 com Ca e micronutrientes (Tabela 3).

No tratamento Bio Soja, a adubação no transplante das mudas do tomateiro estaqueado foi realizada com o Fertium® Phós HF e o superfosfato simples. As três adubações de cobertura, incluindo a amontoa, foram realizadas com o Fertium® Phós HF.

Tabela 3. Tratamentos na cultura do tomate estaqueado.

Tratamentos

Fertilizantes

Adubação – transplante

1ª adubação de cobertura ” amontoa

2ª adubação de cobertura

3ª adubação de cobertura

Controle (padrão da propriedade)

04-14-08

150 g/cova

50 g/planta

50 g/planta

50 g/planta

Superfosfato simples

150 g/cova

50 g/planta

Esterco bovino

500 g/cova

Torta de mamona

50 g/planta

50 g/planta

50 g/planta

Bio Soja Fertium® Phós HF

200 g/cova

100 g/planta

50 g/planta

50 g/planta

Superfosfato simples

90 g/cova

A calagem foi realizada com antecedência ao plantio do tomateiro estaqueado, utilizando-se o calcário dolomítico, elevando a saturação de bases a 80%. O preparo do solo, a irrigação e o manejo fitossanitário no tomateiro estaqueado foram iguais nos dois tratamentos e seguiram as recomendações técnicas para a cultura.

Essa matéria completa você encontra na edição de março da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira a sua para leitura completa.

ARTIGOS RELACIONADOS

A importância da adubação com micronutrientes em café

  Renato Brandão Engenheiro agrônomo, mestre em Nutrição de Plantas e Gestor agronômico da Bio Soja Daniela Vitti Engenheira agrônoma, doutora em Ciências e Coordenadora Técnica da Bio...

Gesso suaviza estresse hídrico

Maria Ligia de Souza Silva Engenheira agrônoma, doutora em Solos e Nutrição de Plantas e professora do Departamento de Ciência do Solo da Universidade...

Agrotêxtil é alternativa para produção protegida de repolhos

Antonia Mirian Nogueira de Moura Guerra Professora de Olericultura da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB campus Barra) mirianagronoma@hotmail.com   O repolho (Brassica oleraceavar. capitata), integrante da...

Adubação de sulco em profundidade para plantio de café

A adubação de sulco em profundidade é essencial para um plantio de café bem nutrido e produtivo, garantindo o desenvolvimento saudável das plantas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!