17.6 C
Uberlândia
quarta-feira, maio 22, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesExpocacer lança café vencedor de concurso na Specialty Coffee Expo, nos Estados...

Expocacer lança café vencedor de concurso na Specialty Coffee Expo, nos Estados Unidos

Divulgação Specialty Coffee Expo

Com intuito de apresentar os melhores cafés que o Brasil e o Cerrado Mineiro têm a oferecer, enfatizando a produção de grãos especiais por meio de práticas sustentáveis, a Cooperativa dos Cafeicultores do Cerrado (Expocacer) chega há mais um ano na Specialty Coffee Expo com o lançamento de um café exclusivo e mais uma gama de bebidas com diferentes sabores e aromas. A feira, uma das maiores do setor, acontece em Chicago, nos Estados Unidos, do dia 12 até 14 de abril.

“Uma das novidades este ano é o lançamento do café da cooperada Natália Naimeg, campeã do Festival Elas, que busca reconhecer e premiar as talentosas cafeicultoras da região. É uma bebida de 90 pontos, da variedade Catucai 2SL, com uma explosão de sabores. A iniciativa é um passo importante para promover a igualdade de gênero e destacar a contribuição das mulheres no mundo dos cafés especiais. A bebida também será lançada simultaneamente na cafeteira Pedestrian Coffee, em Chicago”, afirma Sandra Moraes, Gerente de Cafés Especiais da Expocacer.

A Cooperativa estará presente no estande 1856 da Specialty Coffee Expo, com uma vasta programação de seções de cupping e harmonização de cafés com alimentos tradicionais de Minas Gerais, como rapadura, queijo, doce de leite em barra, doce de mamão em barra e goiabada. Os participantes da feira terão a oportunidade de provar os cafés especiais produzidos pelos cooperados da Expocacer, com diferentes perfis de sabor e aromas únicos. Ao todo, são dez variedades entre elas o Topázio, Arara, Paraíso, Catuai, Bourbon Amarelo e Catucai 2SL.

“Durante as sessões de cupping, os consumidores terão a chance de apreciar o nosso lançamento e uma seleção de cafés com notas achocolatadas, de frutas amarelas, frutas vermelhas e nuances florais, oferecendo uma experiência sensorial rica e única. Estamos muito felizes em poder proporcionar esta oportunidade ao consumidor, além de dar a chance de conhecerem o produtor, saber de onde vem o café e a maneira sustentável que é produzida”, afirma Ítalo Henrique, diretor Comercial da Expocacer.

Um grande destaque nesta edição também foi a participação de uma das fazendas cooperadas da Expocacer, a Fazenda Três Meninas, dos produtores Paula e Marcelo Urtado, que foi finalista do Prêmio de Sustentabilidade, da Specialty Coffee Association (SCA). O prêmio reconhece organizações com e sem fins lucrativos que promovem a sustentabilidade no setor cafeeiro e, ao mesmo tempo, inspiram outras pessoas a ingressarem rumo a uma cafeicultura sustentável.

LEIA TAMBÉM:

“Esta indicação foi uma conquista. Veio para reconhecer todo trabalho que nossos cooperados vêm fazendo há anos por uma cafeicultura ESG, que está também alinhada a uma nova maneira de consumo, onde o comprador está mais consciente e leva em consideração a origem e se o produto é produzido de maneira sustentável”, afirma Simão Pedro de Lima, Diretor Presidente Executivo da Expocacer.

A Specialty Coffee Expo conta com 575 expositores, que apresentam os produtos e serviços mais inovadores do mercado. São esperados mais de 12 mil visitantes. No salão da Expo, os participantes podem interagir com profissionais de toda a cadeia, incluindo produtores, importadores e baristas, além de se conectar e formar novos relacionamentos comerciais com compradores e vendedores de café verde.

“Recentemente abrimos um Hub logístico nos Estados Unidos, que é nosso maior comprador de café, e a grande maioria dos grãos enviados, quase em sua totalidade, são especiais. A priori, nosso planejamento é enviar um contêiner por mês, cada um com cerca de 320 sacas de 60kg de café. Esse projeto visa impulsionar a economia e o consumo de cafés especiais, que cada vez cresce mais, além de encurtar processos”, afirma o Diretor Presidente Executivo.

A expectativa com o Hub é que haja um aumento de vendas no mercado estadunidense de 10% a 15%, apenas no primeiro ano. O consumo global de cafés especiais brasileiros tem crescido consistentemente a uma taxa anual de 12% nos últimos anos, de acordo com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Confira a agenda das seções de Cupping:

ARTIGOS RELACIONADOS

Digitaria insularis – Planta invasora de difícil controle

José Luis da Silva Nunes Engenheiro agrônomo, doutor em Fitotecnia, corpo técnico do Badesul Desenvolvimento e Agência de Fomento do Estado do Rio Grande do...

Brasil pode ter a segunda maior produção de café da história

De acordo com a primeira estimativa da safra 2016 de café (espécies arábica e conilon), a produção brasileira deverá ficar entre 49,13 e 51,94...

Manejo integrado: fosfitos contra doenças fúngicas do cafeeiro

As principais doenças do cafeeiro são a ferrugem, a cercosporiose, a mancha de phoma, a mancha aureolada e as aquelas causadas por nematoides.

R$ 487,8 milhões em expectativas de negócios

  Micro e pequenas empresas comemoram bons negócios realizados no encontro promovido pelo Sebrae Minas, em Uberlândia A 16ª Rodada de Negócios Brasil Central chegou...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!