16.6 C
Uberlândia
quinta-feira, junho 13, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioMercadoExportações dos Cafés do Brasil somam 44,5 milhões de sacas em 2020

Exportações dos Cafés do Brasil somam 44,5 milhões de sacas em 2020

Café – Crédito: Shutterstock
Cafés diferenciados vendidos ao exterior atingem 7,9 milhões de sacas de 60kg e geram receita cambial de US$ 1,3 bilhão em 2020

Apesar da pandemia de COVID-19 e seus respectivos impactos na economia global, com a adoção de medidas de prevenção em diversos países, as exportações dos Cafés do Brasil no ano de 2020 atingiram o maior volume de sua história, com o equivalente a 44,5 milhões de sacas de café de 60kg, somados cafés verde, solúvel e torrado & moído, o que representou um aumento de 9,4% em relação às exportações brasileiras de café em 2019. Desse total, foram 79,7% de café arábica, 11,1% de conilon e 9,2% de cafés industrializados. Do total dos Cafés do Brasil exportados em 2020, os cafés industrializados foram responsáveis pelo volume equivalente a 4,1 milhões de sacas, um aumento de 2,3% em relação a 2019.

As exportações de café verde atingiram 40,4 milhões de sacas, um crescimento de 10,2% em relação a 2019. Dentre as exportações de café verde o arábica foi responsável pela venda ao exterior de 35,5 milhões de sacas, volume que representou uma alta de 8,4% em relação a 2019 e o recorde histórico anual para exportações dessa variedade. O café da espécie conilon teve 4,9 milhões de sacas exportadas no ano, o que representou um aumento de 24,3% em relação ao ano passado, além de também ser o maior volume já registrado em um ano nas exportações dessa espécie.

A receita cambial gerada pelas exportações dos Cafés do Brasil em 2020 foi de US$ 5,6 bilhões, alta de 10,3% em comparação com 2019. Ao converter para a moeda nacional o valor da receita chega a R$ 29 bilhões, um crescimento de 44,1% nos mesmos termos comparativos. Referida receita em reais foi equivalente a 5,6% do total gerado com as exportações do agronegócio brasileiro e 2,7% de toda venda ao exterior no ano.

Leia esta ANÁLISE/divulgação na íntegra na página da Embrapa Café,  do Observatório do Café e do Consórcio Pesquisa Café.  Conheça também o Portfólio de tecnologias do Consórcio pelo link http://www.consorciopesquisacafe.com.br/index.php/publicacoes/637 e também acesse todas ANÁLISES e notícias da cafeicultura. Chefia de Transferência de Tecnologia da Embrapa Café
ARTIGOS RELACIONADOS

Controle biológico de pragas na cafeicultura brasileira

O controle biológico é um método de combater pragas agrícolas por meio da utilização de inimigos naturais, que podem ser insetos predadores, parasitoides e microrganismos (fungos, bactérias e vírus).

Produtores amplificam conhecimento no Encoffee

Encontro de gestão dos cafeicultores recebeu 1200 produtores e especialistas de todo o Brasil

Dia de Campo Palinialves em Muzambinho (MG)

Seguindo sua tradição de Dias de Campo impactantes para o mercado, a Palinialves convida cafeicultores de Muzambinho & Região para, na próxima terça-feira, dia 18/06, conhecerem seu CONTROLADOR DIGITAL DE TEMPERATURA para secadores de café sem fio, EM FUNCIONAMENTO, e o DESPOLPADOR ECOZERO, único no mercado que realmente não consome água no processo de despolpa do café.

Dia Mundial dos Pulses

Os pulses representam um conjunto de leguminosas de grãos secos, que possuem grande importância na alimentação humana ao redor do planeta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!