Feijoeiro: Enraizamento auxilia em período de estiagem

0
288

Autores

Maria Idaline Pessoa CavalcantiEngenheira agrônoma e doutoranda em Ciência do Solo – Universidade Federal da Paraíba (UFPB)idalinepessoa@hotmail.com

José Celson Braga Fernandes Engenheiro agrônomo e doutorando em Biocombustíveis UFU/UFVJM – Fundador da Agro+celsonbraga@yahoo.com.br

Broto de feijão – Crédito Shutterstock

O equilíbrio do solo é a chave para a estabilidade produtiva e a garantia de qualidade na lavoura. Um dos aspectos fundamentais para o desenvolvimento das plantas é o sistema radicular bem desenvolvido, o qual fará a absorção de água e nutrientes. As raízes com adequado desenvolvimento suportam melhor as mudanças de ambiente, pois o sistema radicular das plantas permite maior área de contato com o solo, justificado pelo maior volume de raiz.

É necessário o uso de um manejo nutricional que favoreça o enraizamento das culturas. A fertilização suplementar do substrato com os nutrientes cálcio (Ca) e enxofre (S) atua no aumento da porosidade do solo, promovendo sua descompactação e, consequentemente, um maior enraizamento das plantas do feijoeiro.

Então, quanto maior a densidade do sistema radicular, maior a área de contato com o solo em suas camadas, o que reduz significativamente os efeitos negativos à planta, como por exemplo, a redução da atividade fotossintética, diminuição do crescimento, entre outros sintomas causados pelo estresse hídrico.

Como funciona

A cultura do feijão exige solos ricos em matéria orgânica e em elementos fertilizantes para nutrir o solo. É preciso ter condições químicas e físicas em cada cultura para que haja um processo maior a ser explorado. A correção de solo ajuda a formar um perfil estrutural mais profundo.

Com este conjunto de práticas, é possível beneficiar a planta em diversos aspectos. A melhoria  na capacidade de absorção de água, uma vez que o vegetal precisa dela para que seu metabolismo ocorra e também para que os nutrientes sejam absorvidos.

Os nutrientes são extremamente importantes. É pela absorção deles que se aumenta a capacidade produtiva da planta. O maior volume radicular também permite o aumento da formação de nódulos e, consequentemente, maior presença da bactéria Rhizobium, que se instala nas raízes da planta e captura o nitrogênio presente no ar, fornecendo o elemento à planta.

O maior acúmulo de reservas é acumulado principalmente nas raízes e no caule. Então, quanto maior o volume radicular, maior a capacidade de reserva, que serve para um momento de estresse hídrico, por exemplo, quando a fotossíntese é reduzida.

Manejo

Fontes de cálcio e enxofre solúveis estão sendo aplicadas com grande sucesso, principalmente no Sul do Brasil, que sofre com severas estiagens. Podem ser aplicados na forma granulada, que apresenta grandes ganhos para o produtor em termos de redução de custo e quantidade de aplicação.

Produtos como o sulfato de cálcio granulado atuam nas camadas mais profundas do solo, combatendo o vilão alumínio tóxico e melhorando o ambiente radicular.

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.