24.6 C
Uberlândia
sábado, abril 13, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesFMC celebra Junho Verde com conquistas de sustentabilidade

FMC celebra Junho Verde com conquistas de sustentabilidade

Empresa reduziu emissões absolutas de dióxido de carbono e, ainda, destinou adequadamente 3,8 mil t de embalagens vazias; programas de manejo também diminuíram resíduos

Para celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado em 5 de junho, a FMC, empresa de ciências para agricultura, participa do movimento Junho Verde para fomentar ações de conscientização sobre o cuidado e a conservação da natureza e do ecossistema.
 

“Acreditamos que a verdadeira sustentabilidade vai além da preservação. Ela exige que todos nós encontremos novas maneiras de melhorar a saúde do nosso planeta e a vitalidade das nossas comunidades”, diz Maria de Lourdes Fustaino, diretora de sustentabilidade na América Latina da FMC.

Dentre as ações programadas pela campanha, estão: comunicação das tecnologias BoxCalda e SmartCalda, uma unidade de manejo de defensivos agrícolas, exclusiva e patenteada pela FMC, que permite o controle sobre todo o processo de formalização de compostos, evitando riscos e prejuízos financeiros e ambientais. O sistema compacto automatiza toda a preparação da calda, reduzindo sensivelmente os erros que poderiam comprometer os bons resultados da lavoura, além de permitir uma produção ecológica e consciente da calda nas fazendas.
 

Créditos: Divulgação

O SmartCalda permite, ainda, total rastreabilidade, segurança no preparo e utilização e os relatórios emitidos pela ferramenta apresentam dados, gráficos e histórico sobre qual produto e quantidade utilizados, operador do caminhão e talhão onde a solução foi aplicada. Por fim, o preparo da calda no SmartCalda não gera resíduos, pois possui função autolimpante ao final do processo.
 

Outra campanha divulgada pela companhia é o sistema Campo Limpo, gerido pelo Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV). O programa promove a logística reversa de embalagens vazias ou de sobras após a utilização dos defensivos agrícolas. Em 2021, os índices de retorno chegaram até 92% das embalagens plásticas primárias, sendo que foram destinadas adequadamente 53,6 mil toneladas de embalagens vazias. Desse total, 3,8 mil toneladas eram da FMC, o que evitou a emissão de 75,6 mil toneladas de dióxido de carbono.
 

“Nossas métricas ambientais representam um compromisso duradouro com a sustentabilidade. Com metas planejadas a longo prazo e relativas às emissões net-zero, energia, água e resíduos, estabelecemos um novo padrão de sustentabilidade em nossa indústria e de referência para o setor”, ressalta Maria de Lourdes.
 

Para o compromisso de atingir, até 2035, net-zero de emissões de gás de efeito estufa (GEE), a FMC adotou uma abordagem científica, estabelecendo metas baseadas na ciência e alinhadas à norma net-zero da Science Based Targets initiative (SBTi). “Alcançar o net-zero é um desafio pequeno e não há caminho direto para chegar lá. Requer tempo, inovação, engenhosidade e determinação. À medida que avançamos, continuaremos a ser transparentes sobre nosso progresso, nossas dificuldades e nossos aprendizados para ajudar os outros em suas jornadas. A campanha Junho Verde reforça que estamos juntos nisto e cada um de nós desempenha um papel na luta contra a mudança climática e na preservação do nosso planeta para as gerações futuras”, afirma a diretora.

Todos esses compromissos são baseados nos objetivos da Organização das Nações Unidas (ONU) de desenvolvimento sustentável, sendo que de todos os 17, a FMC decidiu dar foco em quatro:

  • Fome zero e agricultura sustentável;
  • Trabalho descente e crescimento econômico;
  • Ação contra a mudança global do clima;
  • Vida terrestre.

Relatório de Sustentabilidade

O Relatório Sustentabilidade de 2022 da FMC apresentou o progresso da empresa nos principais compromissos, metas e objetivos de sustentabilidade, incluindo emissões líquidas zero, inovação sustentável, gestão de produtos e diversidade, equidade e inclusão.
 

Os principais destaques do relatório incluem a estratégia de redução de emissões da FMC, que resultou em uma redução de 3% nas emissões absolutas dos Escopos 1* e 2** e redução de 2% nas emissões absolutas do Escopo 3***. Essas reduções demonstram um forte progresso em direção à meta da empresa de atingir net-zero até 2035, o que foi verificado pela iniciativa Science Based Targets no início de 2023.
 

O relatório também destaca os investimentos contínuos da FMC em novas tecnologias sintéticas e biológicas inovadoras, como feromônios e peptídeos, para trazer soluções exclusivas e ecológicas de proteção de cultivos para agricultores em todo o mundo. Como parte de seu portfólio de produtos cada vez mais sustentável, 100% dos novos produtos sintéticos em seu pipeline de desenvolvimento atendem aos critérios de inovação sustentável da empresa. Além disso, a empresa possui uma das plataformas fitossanitárias de crescimento mais rápido do setor.
 

“O nosso pilar de sustentabilidade é uma de nossas prioridades, portanto levantamos isso dentro e fora do nosso negócio para engajar as demais empresas a buscarem alternativas para um futuro mais limpo e responsável com o meio ambiente. Juntos, também entregamos aos produtores e ao biossistema soluções que minimizam os impactos ambientais com produtividade e responsabilidade”, finaliza Maria de Lourdes.

*Escopo 1: emissões diretas;

**Escopo 2: emissões indiretas causadas pela eletricidade; ***Escopo 3: outras emissões consequências do trabalho da empresa.

ARTIGOS RELACIONADOS

Legal Ambiental – Eficiência e sustentabilidade para o Agro

Por meio da compostagem, a empresa transforma resíduos orgânicos em compostos classe A.

PESQUISADORES ESTUDAM MODELO DE PRODUÇÃO INTEGRADA DA FAZENDA JERIVÁ

Parceria entre Embrapa e diversas instituições internacionais envolve pesquisadores do Brasil, África, América Latina e Caribe. Produção integrada e sustentável será analisada para servir...

Projeto global “THE GIGATON CHALLENGE”,

UPL e FIFA Foundation convidam para o lançamento do projeto global “THE GIGATON CHALLENGE”,

Extrato de algas estimula o crescimento vegetal

Adilson Galdi Marcelo Yoshimi Yamamoto Graduandos do curso de Engenharia Ambiental da Universidade de Franca - Unifran Diego Henriques Santos Engenheiro agrônomo da Companhia de Desenvolvimento Agrícola de...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!