23.3 C
São Paulo
quarta-feira, julho 6, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti Fósforo aumenta a produtividade da batata

Fósforo aumenta a produtividade da batata

 

Tiago da Silva Brandão

Giovani Belutti Voltolini

giovanibelutti77@hotmail.com

Graduandos em Agronomia pela Universidade Federal de Lavras – UFLA

Adenilson Henrique Gonçalves

Itamar Ferreira de Sousa

Professores da Universidade Federal de Lavras

 

Crédito Marcos Miyazaki
Crédito Marcos Miyazaki

Atualmente, dentre as principais limitações para o cultivo da batata, destaca-se o custo de produção, onde a adubação tem grande relevância, pois o correto manejo da adubação influi diretamente nos custos da atividade.

O primeiro passo para se obter a viabilidade de cultivo e eficiência na condução da lavoura é a análise de solo, que identifica os fatores limitantes da produção, e é utilizada como critério na recomendação de aplicação de calcário, gesso e fertilizantes. No entanto, na maioria das vezes o produtor ignora essa ferramenta de diagnose.

A correção da acidez do solo por meio da calagem é importante para garantir a eficiência da adubação, uma vez que em solos ácidos a disponibilidade e absorção dos nutrientes são menores. Na maioria dos solos brasileiros a acidez elevada associada à alta saturação por alumínio faz com que a eficiência de aproveitamento de fósforo seja baixa.

Além disso, é importante que o fósforo disponível no solo seja oriundo de uma fonte de fácil disponibilização, e que a quantidade do elemento seja significativa, pois a planta de batata tem dificuldades com a assimilação desse nutriente.

Importância do fósforo

O fósforo tem influência direta na produtividade da batata - Crédito Luize Hess
O fósforo tem influência direta na produtividade da batata – Crédito Luize Hess

A adubação fosfatada tem grande importância na nutrição da batata, pois o fósforo garante boa produtividade, além de ser importante para o crescimento inicial e participação na formação de compostos químicos essenciais ao crescimento e desenvolvimento.

A planta absorve o fósforo da solução do solo em forma de H2PO4- e, posteriormente, o mesmo transloca pela planta, para ser utilizado pela célula em diversas funções, podendo ser na transferência de energia na célula, na respiração, na fotossíntese, e também na constituição de ácidos nucleicos.

Dos macronutrientes, o fósforo é o que tem menor quantidade absorvida, mas isso não diminui sua importância no metabolismo vegetal, visto que é o que proporciona maior incremento na produtividade, considerando os baixos níveis desse nutriente em solos brasileiros.

Prejuízos

A limitação quantitativa de fósforo traz prejuízos à planta, que se refletem no desenvolvimento e na produtividade da cultura, causando a redução do crescimento do vegetal.

Os sintomas de deficiência de fósforo na batata ocorrem primeiramente em folhas velhas, dada a mobilidade desse nutriente na planta, que em caso de carência é mobilizado e translocado das folhas velhas para as mais jovens. As folhas velhas adquirem coloração amarelada nas bordas. Já as folhas novas apresentam coloração verde escuro, e curvam-se para cima.

Quando uma planta encontra-se desequilibrada no aspecto nutricional, fica mais suscetível ao ataque de pragas e doenças, aumentando os gastos com defensivos no controle desses patógenos.

Recomendação

A batata é uma planta muito responsiva à adubação - Crédito Shutterstock
A batata é uma planta muito responsiva à adubação – Crédito Shutterstock

Para que a recomendação seja feita de maneira adequada, é necessário levar em consideração os seguintes aspectos: a quantidade de fósforo que a planta absorve, o fósforo disponível no solo, a quantidade de fósforo que será adicionada ao solo pelo fertilizante empregado e sua eficiência relativa.

Tabela 1: Quantidade de nutrientes exigidos para produção de uma tonelada de tubérculo.

Macronutriente (kg/t)

Micronutriente (g/t)

Nitrogênio   3,0-5,0

Boro 0,6-1,5

Fósforo  0,3-0,5

Zinco   3,0-5,0

Potássio 4,0-6,5

Ferro    2,0-4,0

Cálcio 0,5-1,5

Cobre 1,3-2,0

Magnésio   0,1-0,3

Manganês    1,7-2,1

Enxofre   0,3-0,8

Molibdênio       0,03-0,04

Fonte: Embrapa, 1999.

Baseando-se na estimativa de produção, a recomendação da adubação fosfatada é sugerida de modo a proporcionar ao solo a quantidade de nutrientes suficiente para a planta completar seu ciclo.

É necessário considerar a variação dessas exigências, pois cada cultivar demanda quantidades distintas de fósforo. A época do ano também interfere nos valores de absorção dos nutrientes.

A quantificação do teores de fósforo no solo se faz por meio da análise química do perfil, que considera a disponibilidade do nutriente para a planta. Partindo da disponibilidade e da demanda da cultura, é possível fazer a recomendação adequada da quantidade de fertilizante a ser aplicada. Dada a faixa de disponibilidade de fósforo no solo, as doses a serem aplicadas variam de 50 a 420 kg/ha de P2O5.

Na maioria das vezes, produtores optam por doses além das recomendadas, devido à baixa eficiência do sistema radicular da batata na absorção de fósforo, podendo chegar a 588 kg/ha de P2O5.

 

 

Essa matéria completa você encontra na edição de novembro da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Clique aqui para adquirir agora a sua.

 

Inicio Revistas Hortifrúti Fósforo aumenta a produtividade da batata