19.6 C
Uberlândia
domingo, junho 16, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosHortifrútiFósforo aumenta a produtividade da batata

Fósforo aumenta a produtividade da batata

 

Tiago da Silva Brandão

Giovani Belutti Voltolini

giovanibelutti77@hotmail.com

Graduandos em Agronomia pela Universidade Federal de Lavras – UFLA

Adenilson Henrique Gonçalves

Itamar Ferreira de Sousa

Professores da Universidade Federal de Lavras

 

Crédito Marcos Miyazaki
Crédito Marcos Miyazaki

Atualmente, dentre as principais limitações para o cultivo da batata, destaca-se o custo de produção, onde a adubação tem grande relevância, pois o correto manejo da adubação influi diretamente nos custos da atividade.

O primeiro passo para se obter a viabilidade de cultivo e eficiência na condução da lavoura é a análise de solo, que identifica os fatores limitantes da produção, e é utilizada como critério na recomendação de aplicação de calcário, gesso e fertilizantes. No entanto, na maioria das vezes o produtor ignora essa ferramenta de diagnose.

A correção da acidez do solo por meio da calagem é importante para garantir a eficiência da adubação, uma vez que em solos ácidos a disponibilidade e absorção dos nutrientes são menores. Na maioria dos solos brasileiros a acidez elevada associada à alta saturação por alumínio faz com que a eficiência de aproveitamento de fósforo seja baixa.

Além disso, é importante que o fósforo disponível no solo seja oriundo de uma fonte de fácil disponibilização, e que a quantidade do elemento seja significativa, pois a planta de batata tem dificuldades com a assimilação desse nutriente.

Importância do fósforo

O fósforo tem influência direta na produtividade da batata - Crédito Luize Hess
O fósforo tem influência direta na produtividade da batata – Crédito Luize Hess

A adubação fosfatada tem grande importância na nutrição da batata, pois o fósforo garante boa produtividade, além de ser importante para o crescimento inicial e participação na formação de compostos químicos essenciais ao crescimento e desenvolvimento.

A planta absorve o fósforo da solução do solo em forma de H2PO4- e, posteriormente, o mesmo transloca pela planta, para ser utilizado pela célula em diversas funções, podendo ser na transferência de energia na célula, na respiração, na fotossíntese, e também na constituição de ácidos nucleicos.

Dos macronutrientes, o fósforo é o que tem menor quantidade absorvida, mas isso não diminui sua importância no metabolismo vegetal, visto que é o que proporciona maior incremento na produtividade, considerando os baixos níveis desse nutriente em solos brasileiros.

Prejuízos

A limitação quantitativa de fósforo traz prejuízos à planta, que se refletem no desenvolvimento e na produtividade da cultura, causando a redução do crescimento do vegetal.

Os sintomas de deficiência de fósforo na batata ocorrem primeiramente em folhas velhas, dada a mobilidade desse nutriente na planta, que em caso de carência é mobilizado e translocado das folhas velhas para as mais jovens. As folhas velhas adquirem coloração amarelada nas bordas. Já as folhas novas apresentam coloração verde escuro, e curvam-se para cima.

Quando uma planta encontra-se desequilibrada no aspecto nutricional, fica mais suscetível ao ataque de pragas e doenças, aumentando os gastos com defensivos no controle desses patógenos.

Recomendação

A batata é uma planta muito responsiva à adubação - Crédito Shutterstock
A batata é uma planta muito responsiva à adubação – Crédito Shutterstock

Para que a recomendação seja feita de maneira adequada, é necessário levar em consideração os seguintes aspectos: a quantidade de fósforo que a planta absorve, o fósforo disponível no solo, a quantidade de fósforo que será adicionada ao solo pelo fertilizante empregado e sua eficiência relativa.

Tabela 1: Quantidade de nutrientes exigidos para produção de uma tonelada de tubérculo.

Macronutriente (kg/t)

Micronutriente (g/t)

Nitrogênio   3,0-5,0

Boro 0,6-1,5

Fósforo  0,3-0,5

Zinco   3,0-5,0

Potássio 4,0-6,5

Ferro    2,0-4,0

Cálcio 0,5-1,5

Cobre 1,3-2,0

Magnésio   0,1-0,3

Manganês    1,7-2,1

Enxofre   0,3-0,8

Molibdênio       0,03-0,04

Fonte: Embrapa, 1999.

Baseando-se na estimativa de produção, a recomendação da adubação fosfatada é sugerida de modo a proporcionar ao solo a quantidade de nutrientes suficiente para a planta completar seu ciclo.

É necessário considerar a variação dessas exigências, pois cada cultivar demanda quantidades distintas de fósforo. A época do ano também interfere nos valores de absorção dos nutrientes.

A quantificação do teores de fósforo no solo se faz por meio da análise química do perfil, que considera a disponibilidade do nutriente para a planta. Partindo da disponibilidade e da demanda da cultura, é possível fazer a recomendação adequada da quantidade de fertilizante a ser aplicada. Dada a faixa de disponibilidade de fósforo no solo, as doses a serem aplicadas variam de 50 a 420 kg/ha de P2O5.

Na maioria das vezes, produtores optam por doses além das recomendadas, devido à baixa eficiência do sistema radicular da batata na absorção de fósforo, podendo chegar a 588 kg/ha de P2O5.

 
 
Essa matéria completa você encontra na edição de novembro da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Clique aqui para adquirir agora a sua.
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Inoculação elimina adubação nitrogenada

O feijão é uma leguminosa de grande importância no mundo todo e se destaca economicamente ...

Algas – Mais estímulo ao pegamento de frutos no pimentão

As algas geram um faturamento a nível mundial de, aproximadamente, US$ 6 bilhões anualmente, e são utilizadas comercialmente desde da década de 50. Possuem várias aplicações nas seguintes áreas: medicinal, indústria de alimentos e, mais recentemente, na alimentação animal e na agricultura.

Fósforo aumenta a produtividade da batata

  Gustavo Antonio Faria Rabêlo Técnico em Agricultura e Zootecnia " IFMG- campus Bambuí, Graduando em Agronomia na Universidade Federal de Lavras (UFLA), membro do grupo...

Acerola: detalhes do cultivo no Brasil

São poucos os países que cultivam comercialmente a acerola e o Brasil se sobressai nesse contexto, sendo um excelente produtor, exportador e consumidor. Saiba mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!