28.6 C
Uberlândia
sábado, abril 13, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesGrupo Orizon cria maior projeto de biometano do país

Grupo Orizon cria maior projeto de biometano do país

Grupo Orizon e Compass se juntam para criar maior projeto de biometano do país.

O Grupo Orizon – um dos maiores produtores de biogás do país e referência nacional na indústria de transformação de resíduos e geração de energia renovável – anuncia formação de joint venture com a Compass. A nova empresa vai trabalhar com a purificação do biogás gerado no Ecoparque de Paulínia e transformação em biometano, combustível renovável valorizado por seus atributos ambientais. Este é o maior projeto de biometano do país contribuindo para transição energética, e localizado no estado de São Paulo, uma das áreas mais industrializadas do Brasil e estratégica para a economia e o PIB nacional.

Créditos: Divulgação

A Compass investirá até R$ 355 milhões e terá 51% da companhia, sendo R$ 235 milhões no estágio inicial da parceria, dos quais R$ 100 milhões aportados na joint venture, além de R$ 135 milhões em secundária para o Grupo Orizon. O montante adicional de R$ 120 milhões está condicionado à entrega de um maior volume de biogás. O acordo prevê a venda do biogás por 20 anos. O Grupo Orizon entra na nova companhia com 49%, garantindo o fornecimento do biogás e a expertise de implantação do empreendimento. O início da operação está previsto para 2025.

“O crescimento exponencial das nossas operações nos últimos anos e a oferta de soluções sustentáveis têm despertado atenção especial do mercado. Com a divisão de energia renovável cada vez mais fortalecida, temos atraído grandes players interessados no biogás e biometano gerados em diversas regiões do país”, afirma o CEO do Grupo Orizon, Milton Pilão. “Neste caso da geração de biogás e biometano no ecoparque de Paulínia, nosso Grupo se junta a um parceiro estratégico, com expertise em comercialização e distribuição de gás natural, contribuindo para a economia de baixo carbono, que reduz as emissões de gases de efeito estufa. A Orizon tem um papel fundamental para acelerar e contribuir com a agenda de transição energética prioritária para o país”, completa o executivo.

A produção do biometano deste projeto se dará a partir do biogás proveniente do Ecoparque do Grupo Orizon em Paulínia, com volume inicial de cerca de 180 mil m3/d e potencial de chegar em 300 mil m3/d, com investimentos iniciais estimados em até R$ 450 milhões.

Ano passado, a Orizon criou a Bio-E, sua divisão de energia renovável, que terá pelo menos dez plantas de produção de biometano e/ou energia elétrica. Essa é a terceira iniciativa da Bio-E (as duas primeiras foram UTE Paulínia e Biometano Paulínia I).

O biometano produzido a partir do lixo urbano no Ecoparque da Orizon é 100% renovável e com a mesma aplicação do gás natural, reduzindo em 95% as emissões de gases do efeito estufa (GEE). A molécula é totalmente produzida no país trazendo maior previsibilidade de preço e segurança energética.

O volume de biometano a ser produzido pelo Ecoparque de Paulínia equivalerá ao consumo residencial de gás natural de aproximadamente 550.000 pessoas, de acordo com as informações disponíveis no site da Secretaria de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística do Estado de São Paulo.

ARTIGOS RELACIONADOS

Projeto UniTA

Foram investidos R$ 500 mil e o UniTA terá dois especialistas que disponibilizarão informações ...

Aprosoja/MS avalia qualidade

Técnicos da Aprosoja/MS - Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato ...

Copercampos e Embrapa Trigo desenvolvem projeto para qualificar o manejo de solo em SC

Diagnóstico está sendo realizado em 12 talhões em propriedades de associados da Copercampos.

Projeto de construção de solos saudáveis

Ao completar 75 anos de história, a EMATER MG é mais do que uma instituição, é a essência da assistência técnica e extensão rural no Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!