17.6 C
Uberlândia
terça-feira, maio 28, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioAnimaisInforme da EPAMIG destaca estratégias para a recuperação de áreas degradadas

Informe da EPAMIG destaca estratégias para a recuperação de áreas degradadas

Estima-se que 63% dos 152 milhões de hectares de pastagens do Brasil estejam com algum nível de degradação e a recuperação dessas áreas é fundamental

Capa do Informe/Divulgação EPAMIG

Estima-se que 63% dos 152 milhões de hectares de pastagens do Brasil estejam com algum nível de degradação. A recuperação dessas áreas é fundamental. Essa possibilidade vem-se tornando uma realidade com o uso dos Sistemas Integrados de Produção Agropecuária (SIPA). Esses Sistemas integram o plano para a consolidação de uma economia de baixa emissão de carbono na agricultura e são o tema da nova edição do Informe Agropecuário da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG).

Os SIPA combinam práticas agrícolas, pecuárias e florestais, podendo promover a restauração do solo, a recuperação da biodiversidade e a regeneração dos ecossistemas degradados. Recuperar essas áreas com Sistemas Integração Lavoura-Pecuária (ILP) e Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) será um grande diferencial para o agronegócio brasileiro nos próximos anos, o que possibilitará aumentar a produtividade agrícola, pecuária e florestal, sem a necessidade de desmatar áreas de vegetação original.

Vários benefícios são atribuídos aos SIPA, dos quais destacam-se: maior renda agregada nas propriedades rurais, rotação de culturas, conservação da água e do solo, mitigação dos gases de efeito estufa (GEE), ciclagem de nutrientes no solo, bem-estar animal, dentre outros. Neste aspecto, o Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) é mais uma possibilidade de renda para o produtor. Com o aumento da conscientização dos agricultores sobre a importância da sustentabilidade e da busca por práticas mais eficientes de produção, há uma grande expectativa de expansão dos Sistemas ILP e ILPF no Brasil.

O Informe Agropecuário “Sistemas Integrados de Produção Agropecuária: novas perspectivas” teve a coordenação dos pesquisadores da EPAMIG Edilane Aparecida da Silva e Fernando Oliveira Franco.

LEIA TAMBÉM:

VÍDEO: confira os conteúdos da Revista Campo & Negócios

ARTIGOS RELACIONADOS

EPAMIG oferece orientações para a colheita do café

Produtores podem realizar um mapeamento da qualidade da lavoura para oferecerem bebidas diferenciadas

Redução de gases de efeito estufa na piscicultura

Trabalho coordenado pela UFJF acompanha emissão de gases por tanques escavados em Minas Gerais

Vinhos desenvolvidos na EPAMIG recebem medalhas de ouro em concurso

O Wines of Brazil Awards 2022 premiou quatro rótulos elaborados na Vinícola Experimental da Empresa.

EPAMIG inicia comercialização de sementes de café da safra 2022/2023

A disponibilização das sementes acontece, especialmente, no período de colheita, entre os meses de maio e agosto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!