23.6 C
Uberlândia
terça-feira, abril 16, 2024
- Publicidade -
InícioNotíciasIrrigar o café pode até dobrar a produção por hectare

Irrigar o café pode até dobrar a produção por hectare

Técnica reduz custos em diversas atividades da cultura

A produtividade média da cafeicultura no Brasil está estimada em 30,6 sacas por hectare, mas ela pode ser tranquilamente dobrada ou triplicada ao se utilizar a técnica de irrigação por gotejamento, onde além da água também é oferecido à planta, o fertilizante (fertirrigação) e, se necessário e possível, defensivos que combatem doenças. No Brasil a cafeicultura irrigada representa quase 450 mil hectares, pouco mais de 12% do parque cafeeiro. Porém, as áreas irrigadas são responsáveis por 30% da produção nacional de café, graças às grandes vantagens do cultivo irrigado comparado com o cultivo de sequeiro.

Conforme estudos realizados por pesquisadores do setor, a irrigação do cafeeiro melhora a qualidade do café porque as plantas estão sujeitas a déficit hídrico, o que pode causar deficiência no seu processo metabólico fazendo com que os frutos não se desenvolvam totalmente e acabem por produzir um fruto de qualidade inferior. “Além disso a técnica de irrigação propicia uma uniformidade maior na florada que proporcionará um maior percentual de frutos do tipo cereja e consequentemente uma bebida melhor”, afirma o gerente de vendas regional da Rivulis, Márcio Stocco. Ele diz que embora muitos acreditem que a irrigação aumente os custos, o retorno financeiro trazido pelo uso desta técnica, é garantido.

Várias atividades ao longo do ano tendem, sim, a baixar o custo de produção, como, por exemplo, a maior eficiência na aplicação da fertirrigação. Podemos citar também a menor circulação de máquinas nas lavouras, uma vez que tanto adubos como defensivos podem ser aplicados via água de irrigação. 

ARTIGOS RELACIONADOS

Brasil exporta 2,5 mi de sacas de café em julho; receita atinge US$ 583,7 mi

Volume implica queda de 15%, mas valor é 40% maior na comparação com o mesmo mês de 2021. Outros dados na matéria completa.

Para ter resultados é necessário realizar análise de solo

Ligada diretamente ao planejamento agrícola, a análise de solo é de suma importância no desempenho das culturas. Por meio delas é possível identificar o estado atual da fertilidade do solo para que possamos tomar as decisões necessárias e, consequentemente, corrigir de forma mais precisa as características produtivas do solo, o que afetará o potencial de rendimento final da cultura.

Brasil recebe a primeira certificação de cafeicultura regenerativa do mundo

Ao se falar em produção de café no Brasil devemos citar Minas Gerais. O estado mantém o título de maior ...

Cafeicultura Sustentável – A lei do alimento mais seguro no contexto brasileiro

Marcos Matos Diretor Geral do CECAFÉ Lilian Vendrametto Gestora de Sustentabilidade do CECAFÉ As principais pragas na cultura do café são a broca-do-café, o bicho-mineiro, as...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!