28.6 C
Uberlândia
terça-feira, junho 25, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosLegalFix: pesquisa comprova a eficiência desse novo adjuvante

LegalFix: pesquisa comprova a eficiência desse novo adjuvante

Crédito: Shutterstock

O grupo Dashen realizou, de outubro de 2021 a fevereiro de 2022, um ensaio de pesquisa científica na área de tecnologia de aplicação de agroquímicos para a empresa Legal Ambiental.

Segundo o contratante, Sérgio Fernando Santos Ferreira, gestor comercial da Legal Ambiental, a empresa buscava uma validação completa de seu adjuvante, Legal Fix. Para isto, o doutor Ulisses Gandolfo, pesquisador científico do Grupo Dashen, conta que foi realizado um ensaio de pesquisa em diversas linhas, buscando o entendimento da performance do adjuvante em melhorias físico-químicas, ambientais, operacionais e agronômicas de calda agrícolas contendo herbicidas e fungicidas.

Os testes realizados foram:

– Tensão superficial, para entendimento de estabilidade de dosagem do produto;

– Estabilidade física, para compreensão do auxílio por parte do adjuvante em redução de incompatibilidades de caldas;

– Deriva em túnel de vento e avaliação do espectro de gotas, duas metodologias ambientais estudadas em todo o mundo e usadas para validação de adjuvantes que possuam efeito de redução de perdas ambientais de caldas;

– Retenção em alvo (Rainfastness), para avaliação da possibilidade de efeito adesivo do adjuvante;

– Intensidade de molhamento, para entendimento dos efeitos de proteção a evaporação e espalhamento;

– Cobertura e depósito, para avaliação de como o adjuvante poderia auxiliar na chegada das gotas ao alvo.

“Cabe ressaltar que todas as metodologias de estudo e equipamentos utilizados nas medições por parte do Grupo Dashen são validadas e certificadas por órgãos e instituições de todo o mundo (ISO, CEPAC, USDA, ABNT, ASTM, Embrapa, etc.)”, informa Ulisses Gandolfo.

Resultados e discussão

A figura 1 apresenta os valores de tensão superficial sob cada concentração do adjuvante testado e podemos observar que a estabilização dos valores de tensão foi obtida a partir da dosagem de 0,5%.

Porém, o mesmo já tinha apresentado valor baixo de tensão superficial aos 0,2% de dosagem, mostrando que com esse índice o produto já pode expressar um bom comportamento físico e a partir de 0,5% de concentração não se faz mais necessário o aumento de sua concentração.

Baixos valores de tensão superficial e sua estabilização colaboram para que o produto não mais necessite de aumento de concentração, evitando possibilidade de expressão de possíveis sintomas de fitotoxicidade por relação expressiva com a camada cuticular das folhas e atingindo a concentração micelar crítica, melhorando a uniformidade de distribuição dos componentes da gota por toda área coberta da gota.

Divulgação

Parceria de sucesso

João Renato Rabelo, proprietário da Inova Agronegócios, é distribuidor da Legal Ambiental desde julho de 2020 e também produtor de café em 20 hectares. Para ele, este é um produto que veio para atender à demanda do produtor rural com preço justo, sendo ambientalmente seguro e de fácil aplicação.

“Tivemos eficiência nas aplicações como: redução da deriva, melhor cobertura da área foliar e menor agressividade às plantas. Também obtivemos uma significativa melhora na aplicação e maior eficiência na ação dos defensivos aplicados nas lavouras de café, com sustentabilidade e preço justo”, relata.

Eficiência do LegalFix

O adjuvante LegalFix apresentou os maiores depósitos, resultado já esperado pelo fato deste adjuvante ter apresentado maiores DMV´s, menores percentuais de gotas finas e menor deriva, uma vez que o depósito avalia a quantidade de agroquímico que chega ao alvo, sendo mais pronunciado quanto maior for a produção de gotas mais grossas na pulverização.

As testemunhas e as referências (wetcit para fungicidas e extremo para herbicidas) apresentaram valores semelhantes de depósito e menores que o adjuvante LegalFix.

O pesquisador do Grupo Dashen ressalta também que o papel do adjuvante é fornecer melhorias as caldas agrícolas e, com base nas avaliações robustas realizadas, este adjuvante se apresentou como uma ótima opção para o mercado de agroquímicos.

Para mais informações, acesse: www.grupodashen.com ou o instagram @grupodashen

A empresa

A Legal Ambiental nasceu em 2002 com o propósito de atuar no mercado sempre a favor do meio ambiente. Com uma base sólida de conhecimento em serviços de tratamento de resíduos industriais orgânicos, produz compostos de origem vegetal para culturas de HF, café e grãos em geral.

“Contudo, em função dos custos logísticos, a distribuição dos nossos compostos fica mais restrita à região do Triângulo Mineiro. O  Legal Fix rompe a fronteira regional e já alcança novas regiões de forma competitiva, com possibilidade de distribuição em nível nacional”, diz José Humberto Resende de Miranda, diretor executivo da Legal Ambiental.

Em relação aos demais adjuvantes do mercado, o Legal Fix se equipara aos melhores de base vegetal, agindo com eficácia sem agredir a planta e o meio ambiente, comprovado pelo laudo técnico dos testes de avaliação do produto, realizado pelo Instituto Dashen.

Comercialmente, os resultados destacam o Legal Fix como o melhor adjuvante de todos, pelo efeito antideriva; de fixação rápida, precisa e prolongada; não entope bicos dos aspersores; além de ser um produto biodegradável e ambientalmente adequado. 

Quem compra uma vez, compra sempre!

ARTIGOS RELACIONADOS

Pecan 2030: união do produtor e da pesquisa é sucesso

O sucesso do Pecan 2030 é a prova da força da parceria entre produtores e pesquisa na busca por uma pecanicultura próspera e sustentável

Momentive mantém logística reversa das embalagens

Como parte de suas ações de sustentabilidade, a Momentive decidiu pela permanência de seu adjuvante superespalhante Silwet* ECO no Sistema Campo Limpo, programa de logística reversa...

Safra de grãos 2022/2023 pode atingir 313 milhões de toneladas

Em segunda estimativa, especialistas apontam possível crescimento de 15,5% em relação à primeira pesquisa

Pesquisa da EPAMIG é premiada

Trabalho avaliou manejos alternativos e concluiu que sistemas arborizados apresentaram cafeeiros mais vigorosos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!