20.6 C
Uberlândia
sábado, abril 20, 2024
- Publicidade -
InícioNotíciasLíderes de cooperativas repercutem anúncios do Plano Safra

Líderes de cooperativas repercutem anúncios do Plano Safra

Mais de 700 lideranças de cooperativas do agronegócio estiveram reunidas nesta terça (27) e quarta (28) em Campinas para debater temas de relevância para o setor produtivo.

Em uma semana tão importante para o agronegócio nacional, com os anúncios do Plano Safra Empresarial e do Plano Safra da Agricultura Familiar, a oitava edição do Encontro Nacional das Cooperativas Agropecuárias – ENCA 2023, foi um marco para os participantes de norte a sul do país, e para o Grupo Conecta, que realiza o evento há quase uma década.

Foram mais de 700 participantes representando mais de 500 cooperativas do agronegócio com atuação em todo o Brasil. Juntas, essas cooperativas atingiram, em 2022, mais de R$ 253,5 bilhões em faturamento. Com tamanha importância, o evento apresentou, de forma inédita, a Arena da Intercooperação, para proporcionar aos participantes uma troca de experiências ainda maior. “A integração entre cooperativas é muito importante porque visa melhorar a logística e a distribuição de renda para o produtor rural. Quanto mais as cooperativas forem lucrativas, melhores serão os resultados dos cooperados”, afirmou Dilvo Grolli, Diretor Presidente da Coopavel.

Os recursos destinados à agricultura empresarial no Plano Safra foram bem recebidos pelas cooperativas, mas ficaram aquém do esperado. Muitos representantes afirmaram que aguardavam algo em torno de R$ 400 bilhões para custeio e investimento, mas o governo federal anunciou R$ 364 bilhões. Os juros também desanimaram o produtor, tanto do Plano Safra Empresarial quanto da Agricultura Familiar “Vai ser um desafio grande para nós, produtores rurais, que temos de conciliar todas as variáveis do mercado”, disse Nei Mânica, Presidente da Cotrijal.

Créditos: Divulgação

O setor cooperativista está em constante aperfeiçoamento na gestão financeira e de risco, sucessão familiar, inovação e investimento tecnológico. Além disso, as cooperativas também estão atentas aos rumos do acordo entre Mercosul e União europeia, assuntos que também foram tratados no ENCA.

A programação foi intensa, com mais de 20 horas de painéis e palestras, dentre eles a do professor emérito da FGV Agro, Roberto Rodrigues, que se emocionou ao falar sobre sua relação com o também ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli“É o maior brasileiro vivo. Devemos muito ao Alysson Paolinelli. Perdê-lo faz parte da vida”, completou ao ser muito aplaudido. Rodrigues esteve neste início da semana no hospital após a esposa de Alysson dizer que ele queria “se despedir” do amigo. Alysson segue internado há quase um mês em um hospital em Belo Horizonte, segundo a assessoria de imprensa.

Foi uma honra fazer a abertura do evento e trazer tantos líderes juntos, com agendas difíceis, reunidos em uma sala para falar sobre intercooperação, negócios e futuro. Reunimos aqui o agronegócio pulsante do médio e grande produtor. E mais do que cifras, trouxemos cooperativas que atuam fortemente no desenvolvimento econômico das regiões em que estão inseridas, fazendo um trabalho fundamental com jovens, mulheres e suas famílias”, comemorou Luciana Martins, Diretora Executiva do Grupo Conecta.

A agropecuária é o ramo que mais conta com o número de cooperativas. São pelo menos 1.700 ao todo. “São milhares de empregos diretos e indiretos gerados em todas as regiões do país! Tivemos no ENCA uma grande participação desse total. Por isso, o momento exige preparo e conhecimento, esse foi o papel do ENCA 2023”afirma Danilo Bomfim, Diretor do Grupo Conecta.

ARTIGOS RELACIONADOS

Plano Safra 2023/2024: ferramenta estratégica

O Plano Safra 2023/2024: Semear oportunidades e colher progresso

Produtores aprovam Plano Safra mas questionam taxas

A ORPLANA, que representa as associações de produtores de cana no Brasil, reforça a necessidade da equalização de juros

Plano Safra será de R$ 364, 22 bilhões

Plano Safra 2023/2024 será o maior da história, com investimento de R$ 364,22 bilhões no agronegócio brasileiro.

Plano Safra 2020/21 tem juros de custeio de 2,75% a 6%

Os financiamentos podem ser contratados de 1º de julho de 2020 a 30 de junho de 2021.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!