24.6 C
Uberlândia
sábado, abril 13, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosMecanização para todos

Mecanização para todos

YANMAR oferece soluções de mecanização para impulsionar a produtividade na agricultura.

A YANMAR marca presença na Hortitec desde 2019. “São em oportunidades como esta que mantemos e ampliamos o contato com nossos clientes. A Hortitec é uma feira expressivamente importante para os negócios da YANMAR no Brasil. Atualmente, possuímos um portfólio único, dedicado a atender especificamente os setores de horticultura, fruticultura e floricultura, viabilizando a operação mecanizada, principalmente para os pequenos e médios produtores rurais, que são os responsáveis pelo crescimento, cada vez maior, destes setores”, considera Fernando Figueiredo, gerente Comercial Agrícola da YANMAR no Brasil.

Créditos: Divulgação

Soluções

Entre as soluções para o setor, a empresa colocará em exposição os tratores YANMAR Solis 26 e o puro sangue YANMAR YM 347; além da transplantadeira de mudas YANMAR PH1, e as máquinas do setor de construção civil, dedicadas também à agricultura, como as miniescavadeiras SV08 e a ViO20.

 Confira:

Trator YANMAR Solis 26: eleito o trator do ano de 2019/2020, o Trator Solis 26 possui 24 cv de potência e sua versatilidade permite atuar nas mais distintas aplicações, onde se faz necessário um trator estreito e baixo.

Trator YANMAR YM 347: é a solução ideal para atender pequenos e médios produtores em culturas mais baixas. Econômico e eficiente, além de confortável para o operador, conta com 47.6 cv de potência e motor Yanmar 4TNV88, um dos mais eficientes do mercado.

Transplantadeira de mudas YANMAR PH1: dedicada a atender, principalmente, horticultores, é equipada com motor 4 tempos, à gasolina, da Mitsubishi, com 3 cv de potência. A máquina possui ainda sensores e atuadores gerenciados por uma bomba elétrica, que são capazes de manter a profundidade e acompanhar a inclinação do terreno durante o plantio.

Com o tanque de combustível de 2,4 litros, o produtor tem autonomia para até sete horas de trabalho ininterrupto. Outra vantagem da máquina é a alta produtividade, já que, com ela, o produtor consegue plantar até 20 mil mudas por dia, considerando um trabalho de oito horas, o que significa dobrar o plantio no comparativo com o trabalho manual, que soma, em média, cerca de 10 mil mudas/dia.

Outro diferencial competitivo da máquina é a qualidade. De acordo com o especialista da marca, mesmo plantando em alta velocidade, o equipamento é capaz de preservar as principais características das mudas, uma vez em que há melhores condições de trabalho e manuseio para o operador.

“O que notamos muito no manual, principalmente por conta das condições de trabalho, como ficar agachado por muito tempo, é que são registradas significativas perdas nesse processo. Já, ao utilizar o equipamento, o que notamos é que a qualidade durante a plantação prevalece, principalmente porque nestas condições, o operador fica em pé e não realiza o contato direto com a raiz da muda, ou seja, não agride a planta. Com isso, ela cresce mais rápido e forte, diminuindo as chances de perdas”, acrescenta Figueiredo.

Ao considerar o índice de perda, o especialista explica ainda que a transplantadeira PH1 YANMAR atinge entre 6% a 8%, dependendo das condições do plantio, registrando uma diferença de quase metade da média do manual, que atinge entre 10% a 15%.

Miniescavadeiras YANMAR

Líder no mercado brasileiro de miniescavadeiras há mais de cinco anos, a YANMAR também expõe durante a Hortitec 2023, equipamentos de construção civil que podem ser utilizados no campo.

Com potência de 7.7 kW do motor e apenas uma tonelada de peso operacional, a miniescavadeira YANMAR SV08 possui características únicas, como ampla abertura do capô do motor e tampa lateral removível, que facilitam a manutenção do equipamento; lâminas retraídas de apenas 680 mm, que garantem mais facilidade na operação, permitindo trabalhar em espaços estreitos.

Com potência de 14.6 kW do motor, 2.125 kg de peso operacional, a miniescavadeira Yanmar ViO20 se diferencia pela entrega do verdadeiro giro zero, que permite realizar escavação lateral de valas bem próximas às paredes sem sair do alinhamento.

Possui ainda, exclusiva tecnologia de esteiras VIO, que garante uma estabilidade avançada para a máquina. Com o braço projetado totalmente do zero para acomodar o engate hidráulico, a ViO20 também se diferencia no mercado, pelo alto rendimento operacional.

Hortitec 2023

As expectativas de Fernando Figueiredo para a Hortitec são as mais positivas possíveis. “Embora o produtor rural ainda esteja mais cauteloso neste momento, e avaliando investimentos em maquinário, enquanto aguarda anúncios, como o do Plano Safra, a YANMAR estará na feira pronta para oferecer as melhores condições de pagamento e taxas de financiamentos reduzidas para aquisição de nossas máquinas. Temos como compromisso oferecer condições especiais ao mercado, para viabilizar a agricultura familiar brasileira. Para isso, estamos sempre alinhados com as necessidades do setor e focados em entregar as melhores soluções, em todas as pontas do nosso negócio”, pontua.

Sobre a YANMAR

Fundada em 1912 em Osaka, no Japão, a YANMAR foi a primeira empresa a ter sucesso ao fazer um motor compacto a diesel para uso prático, em 1933. No Brasil, a marca possui 65 anos de atuação e está localizada em Indaiatuba, interior do estado de São Paulo.

Como pioneira na indústria de motores a diesel, a YANMAR é uma inovadora mundial quando se trata de equipamentos e de motores industriais, maquinário agrícola, equipamentos de construção, sistemas de energia, grupos geradores e motores marítimos. Para isso, investe na melhoria contínua dos seus produtos para que eles possam trabalhar com excelência dentro dos seus segmentos e em todos os seus processos.

ARTIGOS RELACIONADOS

XCMG Brasil lança três escavadeiras na Agrishow 2022

Além de conferir eficiência à operação com resultados que favorecem o agronegócio, os novos equipamentos garantem mais segurança e conforto para o operador.

Mini-escavadeira na abertura de terraços em café

A abertura de terraços estreitos em ruas de cafezais vem se expandindo muito nos últimos anos nas zonas montanhosas, pois tem sido uma prática muito adequada para viabilizar a mecanização dos tratos e da colheita do café, reduzindo os custos de produção.

Colheita mecanizada do feijão exige planejamento

Ricardo Ferreira Garcia Engenheiro agrícola, doutor em Mecanização Agrícola e professor da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - UENF garcia@uenf.br O Brasil é, atualmente, um...

Tipos de colheita florestal

Gustavo Pereira Castro Engenheiroflorestal e consultor de colheita e estradas florestais da Malinovski gustavo@malinovski.com.br De acordo com os números mais recentes divulgados pela Ibá (2016), a área...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!