20.6 C
Uberlândia
sexta-feira, abril 19, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesMinas volta a liderar geração distribuída de energia solar

Minas volta a liderar geração distribuída de energia solar

São Paulo, que liderava o ranking nacional desde abril, caiu para a segunda posição

Minas Gerais retomou a liderança na geração distribuída de energia solar no ranking brasileiro. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o estado alcançou 2,98 gigawatts (GW) de potência em junho deste ano, contra 2,97 GW de São Paulo, que caiu para a segunda posição.

“Esta é uma grande notícia para Minas Gerais, dentro dessa disputa saudável com São Paulo pela liderança na geração de energia solar. O resultado mostra que as pessoas continuam acreditando que o investimento vale a pena e que nós estamos sempre atentos ao que acontece no setor”, diz Bruno Catta Preta, diretor de relações institucionais da Genyx e coordenador da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) em MG.

A geração distribuída vem de pequenas unidades de até 5 MW instaladas em casas, empresas e condomínios. Em Minas Gerais, são 853 municípios com estações. Em São Paulo, que era líder no ranking desde abril, são 645.

O estado conquistou a liderança após a retomada, pela Cemig, das análises para novas instalações de energia solar, principalmente no Norte. As ligações ficaram suspensas entre dezembro de 2022 e maio deste ano.

“Essa suspensão das ligações resultou não apenas na liderança do ranking, mas também no fechamento de várias empresas, principalmente no Norte de Minas. Agora, com a retomada, rapidamente o estado recuperou a ponta. Novos projetos continuam sendo anunciados todos os meses, colocando Minas Gerais no caminho para se tornar um dos polos mundiais de produção de energia limpa”, diz

De acordo com o deputado estadual Gil Pereira (PSD-MG), o impasse entre os investidores da micro e minigeração de energia solar fotovoltaica ameaçava inviabilizar o funcionamento de cerca de 400 empresas e de acabar com aproximadamente 4 mil postos de trabalhos no Vale do Jequitinhonha e no Norte de Minas.

“A energia solar é uma importante fonte de eletricidade e um dos pilares para o desenvolvimento sustentável, principalmente em regiões isoladas. O Brasil, por sua posição geográfica e condições climáticas, pode se tornar uma verdadeira potência energética. Atualmente, estamos na oitava posição no ranking mundial, e essa disputa saudável entre Minas e São Paulo certamente vai ajudar o país a alcançar os países que estão à nossa frente nessa corrida”, afirma Catta Preta.

ARTIGOS RELACIONADOS

Reciclagem de resíduos para geração de energia limpa

Tendo a sustentabilidade como premissa de seu negócio, a Veracel, empresa de celulose ...

Energia nas áreas rurais

O crescimento da utilização de energia solar no agronegócio brasileiro ...

Agro lidera a geração de postos de trabalho no Brasil em 2020

A agropecuária é destaque na geração de novas vagas de emprego em 2020, com 98.320 postos de janeiro a agosto. Os setores do agro e da...

Megaprojeto eólico e solar será implantado em Minas Gerais

Minas Gerais, que já é líder em todo o país em geração de energia solar fotovoltaica, agora dará ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!