23.6 C
Uberlândia
terça-feira, abril 16, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesNoz pecan volta a ser destaque na vitrine da Expointer

Noz pecan volta a ser destaque na vitrine da Expointer

IBPecan prepara ações na feira em busca de qualificação e abertura de novos mercados

O Instituto Brasileiro de Pecanicultura (IBPecan) se prepara para mais uma Expointer, principal feira do agronegócio da América Latina, que ocorrerá de 26 de agosto a 3 de setembro, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS). Como na edição do ano passado, o evento será novamente uma vitrine para o setor. O estande da entidade fica localizado no pavilhão internacional onde é divulgada a produção e comercializados os produtos com pecan, como pecantones, alfajores, pastas, nozes com diversos sabores, cremes e sucos. Também estarão presentes no local, durante o evento, as lideranças do IBPecan.

Créditos: Divulgação

O presidente da entidade, Eduardo Basso, destaca algumas atividades previstas para se realizarem ao longo desta Expointer. Uma delas é um encontro com os diretores da ApexBrasil, Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos. “O nosso objetivo com esta ação é construir em conjunto com a Agência um projeto de exportação de nozes pecan do Brasil”, informa, colocando como também muito importante o debate sobre a abertura do mercado chinês e a divulgação dos produtos no exterior.  

Outro encontro relevante, citado por Basso, é com representantes do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), quando o tema mercado da China voltará ao debate, assim como o apoio ao projeto Pecan 2030 que conta com a parceria da Embrapa. O projeto busca identificar e superar os desafios para que o setor se torne ainda mais competitivo, com vistas ao mercado interno e à conquista de novos espaços no mercado internacional. “Essa aproximação com as autoridades é fundamental para mostrarmos a realidade do nosso setor”, enfatiza o dirigente.

O IBPecan também está prevendo para a Expointer 2023 uma ação com técnicos da Emater/RS para a divulgação de tecnologias e formas de qualificar a gestão dos produtores de noz pecan em suas propriedades. “Os associados estão convidados para participar do estande e conversar com os técnicos”, reforça Eduardo Basso.

O Instituto Brasileiro de Pecanicultura (IBPecan) foi fundado em outubro de 2018 por vários produtores de nogueira-pecan do Sul do país. É uma associação sem fins lucrativos que tem por objetivo orientar, promover e estimular a produção, comercialização e consumo da noz pecan. Isso é realizado por meio de eventos, cursos e parcerias com instituições públicas e privadas.

O IBPecan é constituído por pessoas físicas e jurídicas que se dedicam ao cultivo, produção, beneficiamento, industrialização e comercialização da noz pecan. Defende os interesses coletivos de seus associados, zelando pela ética no desenvolvimento de suas atividades, realizando a divulgação de leis, portarias e informações técnicas da pecanicultura.

O Instituto possui atualmente mais de 100 associados que representam um terço da área cultivada nos três Estados do sul do país. A maioria das indústrias beneficiadoras são parceiras do IBPecan.

ARTIGOS RELACIONADOS

Cafeteira brasileira inova mercado e é destaque internacional

Aram Soulcraft, marca nascida nos arredores de Curitiba (PR), conquista mercado fora do país

Inovações em adubação e agricultura de precisão oferecem otimização de recursos e desempenho para a produção

Jacto apresenta na 40ª Expointer nova adubadora que permite maior precisão na dosagem, com erro máximo de dosagem de até 2%, além de tecnologias...

Ovinocultura terá programação jovem na Expointer

Arco participa de cinco dias da Vitrine da Carne Gaúcha e promoverá curso e campeonato para crianças e estudantes

ABAG destaca papel da agropecuária na COP28

Documento levado a Dubai traz propostas para que setor continue proporcionando ao mundo segurança alimentar associada à redução no volume de emissões de carbono.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!