20.6 C
Uberlândia
quarta-feira, maio 22, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesNutrição do solo com óxido de cálcio aumenta tempo de prateleira

Nutrição do solo com óxido de cálcio aumenta tempo de prateleira

Um terço do que é produzido em todo o mundo, entre frutas e verduras, apodrece ao longo do transporte ou nas centrais de abastecimento. Com investimento em fertilizantes à base de óxidos, agricultores têm aumentado a resistência dos produtos e reduzido as perdas.

O desperdício contribui para o encarecimento dos alimentos e pesa de maneira considerável na economia do Brasil, um dos maiores exportadores agrícolas do mundo. De acordo com especialistas, os desperdícios e perdas ocorrem durante toda a cadeia produtiva, podendo chegar a uma porcentagem de 45% somente em relação a frutas e hortaliças. Em escala global, a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) estima que da totalidade de alimentos produzidos ao redor do planeta, cerca de 33% sejam perdidos antes de chegarem ao consumidor final.  A saída pode estar na aplicação de novas tecnologias na produção. 

Divulgação
Agrolitá Caltec 2023

“O Brasil é referência na produção e cultivo de variadas frutas e hortaliças e, graças a sua  dimensão continental, que abrange culturas distintas que necessitam de clima tropical ou frio para amadurecimento, é imprescindível que produtores invistam em fertilizantes à base de óxidos nos cultivos para ampliar o tempo de prateleira destes alimentos”, orienta Maurício Casagrande, engenheiro agrônomo da Agrolitá Fertilizantes, divisão da Caltec Química Industrial focada especialmente em hortifruti.

Com o objetivo de evitar perdas excessivas na cadeia produtiva, a Agrolitá desenvolveu produtos que disponibilizam cálcio de alta concentração e reatividade.  “Este nutriente (cálcio) é indispensável na parede celular e na estrutura das membranas, promovendo melhoria na germinação, influenciando o crescimento e sanidade das células e tecidos, além de influenciar especificamente na qualidade, reduzindo perdas em excesso durante os processos até a comercialização, aumentando assim a lucratividade da lavoura e garantindo frutas e verduras  com boa qualidade por mais tempo na prateleira”, completa Maurício.

O produtor Eduardo Riva, de Caxias do Sul (RS), utiliza o óxido da Agrolitá há cerca de três anos e está muito satisfeito com o desempenho do produto. “Depois que a gente começou a usar o produto, percebemos que o solo ficou mais equilibrado. A gente faz a análise e observa o quão eficaz é o produto, com aumento do pH bom do solo”. Na fruticultura, o Cálcio é indispensável e o produto da Agrolitá também gera um aumento no teor de cálcio e consequentemente, proporciona uma fruta com mais firmeza. “É o que a gente busca: equilíbrio e firmeza para entregar uma fruta com mais qualidade e que dure mais na prateleira”, conclui Eduardo. Entre os benefícios ressaltados pelos produtores estão a forma concentrada do produto, aplicado em doses reduzidas e de fácil aplicação. 

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!