23.6 C
Uberlândia
quinta-feira, fevereiro 29, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesParceria irá desenvolver novos biofertilizantes para café

Parceria irá desenvolver novos biofertilizantes para café

Projeto visa beneficiar o crescimento das plantas, o desenvolvimento vegetativo, a resistência contra pragas e o aproveitamento do adubo na lavoura.

Empenhada na promoção da sustentabilidade do negócio rural, a empresa Satis irá atuar no desenvolvimento de um novo biofertilizante para a cultura do café, através de uma iniciativa de inovação aberta. Em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), o trabalho visa obter um extrato vegetal à base de Equisetum hyemale, tradicionalmente conhecida como Cavalinha, planta muito comum no Cerrado mineiro. A iniciativa reforça o compromisso da marca em criar soluções que contribuam para melhor performance das lavouras, compartilhando conhecimento técnico com o mercado.

Créditos: Divulgação

O trabalho foi dividido em três etapas: a primeira consiste no planejamento experimental e obtenção dos extratos vegetais para aplicação no campo. A segunda fase prevê a aplicação desses extratos em ambiente controlado, ou seja, estufa e câmara de crescimento. Já a terceira e última etapa é referente a aplicação desses extratos em condições normais de campo, sendo submetido a testes em ambiente normal da aplicação.

Especializada em soluções de nutrição vegetal, a Satis será responsável pela realização dos testes agronômicos e também pelo desenvolvimento e produção do extrato vegetal em laboratório. Parte dos estudos irá ocorrer no Campo Experimental da empresa, localizado junto à sua fazenda em Araxá/MG, onde já ocorrem outros trabalhos técnicos para criação e aprimoramento de soluções para diversas culturas além do café. Atualmente, entre estudos aplicados nesta estrutura e em outras regiões do país, a Satis possui 60 pesquisas e mais de 2 mil parcelas experimentais, incluindo os protocolos em parceria com universidades e instituições de pesquisa agrícola

Gerente de Inovação da empresa, o engenheiro químico Fabrício Porto explica que o resultado esperado a partir da parceria com Fapemig é um biofertilizante capaz de promover o crescimento das plantas e aumentar o desenvolvimento vegetativo, bem como reduzir a incidência de doenças e otimizar o aproveitamento do adubo empregado na lavoura. Desta forma, o produtor conseguirá ampliar a produtividade, além de contribuir para a sustentabilidade do agronegócio com baixo impacto ao meio ambiente.

ARTIGOS RELACIONADOS

Exportações do agronegócio mineiro crescem 11% no período de janeiro a agosto

Valor alcançado pelo segmento é de US$ 5,3 bilhões As exportações do agronegócio mineiro totalizaram US$ 5,3 bilhões no período de janeiro a agosto...

6ª edição do Concurso NossoCafé tem inscrições abertas

Os vencedores de cada categoria ganham uma viagem para participar do Specialty Coffee Expo 2023, nos EUA.

Prevenção e combate à broca-do-café

AutoresCássio Pereira Honda Filho Mestre em Fisiologia Vegetal e doutorando em Fitotecnia - Universidade Federal de Lavras (UFLA) cassiop.hondafv@gmail.com Mariana Thereza Rodrigues Viana ...

Associação de Citros de Mesa investe em parceria

Novidade beneficiará produtores associados nos estados de SP, MG, RS, PR, MS e BA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!