20.6 C
Uberlândia
sábado, abril 20, 2024
- Publicidade -
InícioNotíciasProdutor rural, o pagamento da multa não libera ou desembarga a atividade

Produtor rural, o pagamento da multa não libera ou desembarga a atividade

A liberação da atividade (desembargo) só ocorrerá após a regularização das pendências ambientais. Portanto, só pagar a multa não resolve!

Anna Carolina de Oliveira
Advogada ambiental para o agronegócio. Especialista em direito ambiental, graduada em tecnologia em gestão ambiental. Coordenadora do departamento ambiental do escritório Amaral e Melo Advogados (www.amaralemelo.com

Amigo produtor rural, após receber uma multa ou um embargo ambiental, não efetue o pagamento ou tome outras decisões antes de consultar seu/sua advogado (a) e receber a orientação adequada!

Muitos são os casos em que os produtores rurais, após serem autuados, pagam imediatamente a multa, deixando de apresentar sua defesa, na ilusão de que fazendo isso toda a situação será resolvida. Estão enganados!

A liberação da atividade (desembargo) só ocorrerá após a regularização das pendências ambientais. Portanto, só pagar a multa não resolve!

Se for comprovada a irregularidade ou dano ambiental, será necessário apresentar, em alguns casos, a licença ambiental, enquanto que em outros casos será necessário reparar o dano ambiental. Ou ambas as providências. 

No Estado de Goiás, por exemplo, a agricultura irrigada exige o Registro Eletrônico de Atividade. Dessa forma, quando o embargo for aplicado por ausência desse registro, a liberação (desembargo) só ocorrerá após efetuar o registro.

Atenção: a liberação não é automática!  Após comprovar a regularização ambiental, é preciso aguardar a decisão de desembargo, ou seja, a liberação oficial. Somente com ela é que o produtor poderá retomar a sua atividade ou uso da área.

Ao receber uma multa e embargo ambiental, é importante saber como agir, o que fazer e alegar, pois qualquer providência errada poderá prejudicar ainda mais, mesmo que o produtor esteja correto.

Muitos produtores sofrem prejuízos e chateações por não saberem como agir. As leis e normas ambientais são de difícil compreensão e, por esse motivo, é aconselhável que o produtor seja auxiliado por um especialista na área. 

Conhecer a legislação e saber como agir é o preço da liberdade, ou seja, ficar livre do pesadelo de multas ou de embargos ambientais sobre a sua atividade.

ARTIGOS RELACIONADOS

Pioneer® apresenta tratamento de sementes industrial completo

Marca de sementes da Corteva Agriscience avaliou as principais necessidades dos agricultores para oferecer uma semente com genética de excelência, biotecnologias, inoculantes, micronutrientes e pronta para o plantio

Cartão de crédito da Nutrien chega ao mercado do agronegócio

O cartão trará benefícios, como valores diferenciados ao negociar nas lojas e centros de experiências da companhia, além de mais segurança ao produtor rural.

Agricultura de precisão reduz custos no plantio

Em virtude da constante modernização na agricultura, exige-se que o produtor obtenha cada vez mais tecnologias inovadoras para acompanhar todo o processo produtivo e, consequentemente, obter maior produtividade, aliado ao menor custo de produção.

John Deere promove “Inspirações do Agro”, em lojas de varejo e divulgação na mídia

Com histórias inspiradoras, ação institucional desenvolvida pela agência Make ID fortalece imagem da marca entre o público urbano e reforça protagonismo do agricultor

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!