24.9 C
Uberlândia
sexta-feira, abril 12, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosGrãosPróximas semanas devem definir quebra na safra de soja

Próximas semanas devem definir quebra na safra de soja

Levantamento da ignitia Inteligência Climática aponta tendência de bons volumes de chuva para as próximas semanas, em várias regiões.

As estimativas da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) apontam uma redução de 2 milhões de toneladas na produção da soja nacional, promovendo a já esperada quebra da safra 2023/24. Contudo, os fatores climáticos podem acentuar ou minimizar esse impacto, conforme aponta o meteorologista e diretor da ignitia Inteligência Climática, João Rodrigo de Castro. “As próximas semanas serão cruciais para a definição do tamanho da quebra na safra brasileira de soja e por isso é importante termos uma visão de médio prazo. Os modelos indicam uma tendência de manutenção das condições de umidade, sendo esperados bons volumes de chuva para a sequência do mês de janeiro e também para o mês de fevereiro”, afirma.

Ainda segundo Castro, essa tendência climática é uma notícia positiva para os produtores rurais. ”Isso deve garantir melhores condições de umidade para as lavouras, permitindo uma redução das perdas e também boas condições de umidade para o plantio da segunda safra nas regiões onde a colheita da soja já está em andamento”, garante.

Levantamento feito pela ignitia Inteligência Climática aponta que os últimos dias foram marcados por chuvas recorrentes especialmente no Centro-Oeste e Norte do país, com volumes acumulados e expressivos em importantes regiões de produção agrícola como Minas Gerais, Sul Tocantins, Mato Grosso e também no Oeste da Bahia, Essa chuva é resultado da combinação de diferentes sistemas meteorológicos que formaram o corredor de umidade conhecido como ZCAS (Zona de Convergência do Atlântico Sul), que é o principal fator que modula a estação chuvosa nessas regiões.
 

Perdas significativas estão sendo reportadas em praticamente todas as regiões do Brasil, de Norte a Sul, devido à irregularidade na distribuição das chuvas. “É fato que lavouras de soja em final de ciclo podem ser beneficiadas com essas chuvas recentes, o que pode ajudar a diminuir as perdas esperadas para esta safra que até então era considerada com potencial de atingir um novo recorde”, finaliza Castro.


Volume das chuvas

Para as próximas semanas, há regiões com volumes semanais de chuva bastante elevados, como é o caso de Sinop e Rondonópolis, no Mato Grosso, o que deve contribuir para um volume mensal muito próximo da média para essas regiões. Por outro lado, as regiões de Cascavel e Maringá, no Paraná, que já tiveram a primeira semana de janeiro seca, tendem a ter volumes de precipitação mais reduzidos pelo menos até o final da segunda semana de janeiro.

 

Sobre a ignitia


Fundada em 2010, a ignitia é a primeira empresa do mundo a entregar previsão com modelo específico para climas tropicais e personalizada para cada fazenda. O sistema desenvolvido entrega informações de alta precisão por meio de aplicativos, plataformas, alertas e dados digitais.
 

O sistema de previsão da ignitia é baseado no equivalente a mais de 30 anos de horas-homem de pesquisa e desenvolvimento, abordando as principais adversidades das regiões tropicais, como a variabilidade climática. Com isso, todos os segmentos do mercado agro, seja agroindústria, rede de distribuição, fornecedores de insumos, bancos, seguradoras e todos tipos de agricultores grandes, médios ou pequenos, conseguem obter informações específicas e relevantes para as suas fazendas e tomar decisões importantes e personalizadas, como o preparo do solo, aplicação de fertilizantes e aplicação de defensivos.

ARTIGOS RELACIONADOS

Produtos biológicos para soja movimentaram US$ 200 milhões

Crescimento das vendas no ciclo 2019-20 foi de 30%, conforme o BIP da Spark Inteligência Estratégica

Anvisa autoriza uso de estoques de Paraquate na safra 2020/21

Produtores de soja, milho e algodão que possuem estoques do herbicida Paraquate estão autorizados a utilizar o produto no decorrer da safra 2020/2021. A autorização...

Baixas temperaturas e geadas podem trazer prejuízos aos agricultores

"Com a onda de frio histórica, produtores rurais do Brasil devem ficar em alerta", destaca Douglas Duek.

Mão de obra qualificada ainda é desafio para o agro brasileiro

Para tentar enfrentar esse problema, setor assume a função de qualificar trabalhadores; Grupo Pivot lança curso de capacitação e os melhores serão contratados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!