19.6 C
Uberlândia
segunda-feira, fevereiro 26, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosRecomposição Florestal tem resultados positivos

Recomposição Florestal tem resultados positivos

Em novembro de 2023, profissionais da Itaipu participaram do monitoramento da semeadura da espécie feita por helicóptero em junho.

No dia 30 de novembro de 2023, profissionais da Itaipu Binacional e de outras instituições avaliaram a efetividade na semeadura da palmeira Juçara, em uma área de 67 hectares de reserva legal e preservação em Quedas do Iguaçu (PR).

Crédito: Shutterstock

O objetivo foi analisar o desenvolvimento das 4 toneladas de sementes lançadas por helicóptero no dia 07 de junho e definir um protocolo para recomposição de florestas com esta metodologia.

Também participaram da ação profissionais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), da Pontifícia Universidade Católica (PUC) Curitiba, da aldeia indígena de Nova Laranjeiras, da cooperativa CREHNOR, do Centro de Desenvolvimento Sustentável e Capacitação em Agroecologia (Ceagro) e lideranças do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) da região.

A equipe avaliou a germinação das sementes e o crescimento de várias mudas, algumas com mais de 15 centímetros de altura, começando ocupar espaço no sub-bosque da floresta onde não existem exemplares adultos da juçara.

Metodologia

Agora, após a avaliação em campo, definiu-se a metodologia para iniciar um trabalho de mestrado da UFFS que vai avaliar a efetividade da semeadura realizada por meio de helicóptero e iniciar o monitoramento a longo prazo destas áreas, verificando a germinação das sementes por metro quadrado, se a dispersão está homogênea, entre outros parâmetros.

Segundo Jarbas Aguinaldo Teixeira, da Divisão de Áreas Protegidas da Itaipu (MARP.CD), a semeadura aérea é uma iniciativa interessante, visto que a palmeira juçara tem dificuldade para se desenvolver em áreas abertas, sendo necessária a proteção da floresta para ela crescer.

Esta forma de dispersão de sementes simula o que acontece na natureza com a fauna, só que com alcance muito maior devido a quantidade de sementes distribuídas de forma homogênea em toda área.

“Além de ajudar na recomposição da Mata Atlântica, a semeadura representa uma forma de economia agroflorestal utilizando o açaí juçara como fonte de renda sem degradar a floresta, além de estimular a proteção das florestas”, resume Jarbas.

O objetivo é explorar apenas a semente da palmeira, o açaí, sem fazer o corte da árvore para retirada do palmito. A extração ilegal do palmito é um dos principais motivos para que a espécie esteja ameaçada de extinção, além de ser crime ambiental.

Segundo o novo atlas divulgado no relatório da SOS Mata Atlântica e Instituto Nacional Pesquisa Espacial (Inpe), o Paraná é o terceiro estado do país que mais destrói o bioma. Foram 2.883 hectares de corte ilegal em 2022, deixando o Paraná atrás de Minas Gerais e Bahia. Em todo o País, mais de 20 mil hectares de floresta foram destruídos no ano passado.

Açaí juçara

Os frutos da juçara, também conhecidos por “açaí da juçara” ou “açaí da Mata Atlântica”, possuem uma casca lisa, de cor violáceo-escura, com uma polpa fina que envolve a semente, semelhante ao açaí da Amazônia.

Rica em antioxidantes, a polpa representa um importante alimento para as comunidades tradicionais, mas também é utilizada na produção de sorvete, farinha, doces e sucos, sendo mais uma fonte de renda para os produtores.

ARTIGOS RELACIONADOS

Plantios tardios de cedro australiano e adequação ao clima

Para melhor utilizar as janelas de plantio tardio e garantir seu bom desenvolvimento e sucesso, a adequação ao clima é fundamental, pois dependem diretamente dos agentes climáticos (como o regime de chuva, incidência de radiação solar e temperatura).

Corteva Agriscience no Show Florestal: inovações em proteção para áreas de florestas cultivadas

Linha Floresta da companhia conta com portfólio completo de herbicidas que auxiliam na manutenção da cultura em todo o ciclo e potencializam a produção e a rentabilidade

Calculadora dimensiona área de plantio de bambu

A calculadora tem o objetivo de auxiliar no cálculo de dimensionamento da área de plantio de bambu necessária para capturar determinada quantidade de CO2 a ser compensada.

Corteva apresenta na Expoforest soluções tecnológicas

Linha Floresta da empresa demonstrará no campo novidades de posicionamento do seu portfólio, auxiliando o silvicultor no controle de invasoras que impactam na produtividade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!