Rio Preto recebe Congresso Brasileiro de Heveicultura

0
131

Seringueira - versatilidade e lucro na mesma espécie - Crédito Miriam Lins

Com patrocínio da Apabor, evento traz especialistas renomados para debater temas atuais e importantes para o desenvolvimento do agronegócio e da borracha natural

Será realizado em São José do Rio Preto o IV Congresso Brasileiro de Heveicultura. A cidade é considerada um tradicional polo do setor no Estado de São Paulo que, por sua vez, é o maior produtor de borracha do Brasil. O evento traz uma série de atividades, entre palestras, conferências, painéis, apresentações de trabalhos técnico-científicos e exposição de produtos, serviços e tecnologias. Esta será a primeira vez que o evento nacional acontece no Estado. O Congresso vai de 24 a 26 de junho, na Swift, e reúne especialistas renomados para falar sobre temas atuais e importantes quanto ao desenvolvimento do agronegócio e da borracha natural.

A Associação Paulista de Produtores e Beneficiadores de Borracha (Apabor), visando estimular seus associados a participarem do Congresso, está patrocinando o evento. Além de contar com um estande no local, os produtores associados tiveram desconto especial na inscrição antecipada para o Congresso Brasileiro de Heveicultura, além da facilidade para fazer a inscrição via internet.

A entidade intensificou sua atuação, buscando promover a cultura da seringueira em diversas regiões do Brasil, por meio da realização ou apoio a eventos. O patrocínio ao Congresso Brasileiro de Heveicultura se deve ao objetivo do evento, que é aprimorar, estimular e divulgar conhecimentos técnico-científicos e de mercado, promover o intercâmbio entre profissionais que trabalham nos diversos setores ligados ao tema e debater soluções para os desafios existentes na borracha natural.

Durante os três dias de evento, a Apabor contará com um estande para receber seu associado, onde ele poderá saber mais sobre a atuação da associação e conferir o lançamento da nova edição do Boletim Apabor, além de tirar dúvidas sobre o subsídio federal com uma equipe especializada. Produtores não associados também são bem-vindos.

Entres os destaques da programação do primeiro dia, estão a conferência sobre “Associativismo e desafios da heveicultura brasileira“, conduzida pelo diretor executivo da Associação Brasileira de Produtores e Beneficiadores de Borracha Natural (Abrabor), Fernando do Val Guerra, e o painel “Panorama da produção e perspectivas do mercado da borracha“, que contará com a participação de Cassio Scomparin, diretor técnico da Michelin na América Latina, Heiko Rossmann, diretor da Lateks Comunicação, e Herson Shimizu, coordenador de estudos da Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (Anip).

Já no segundo dia do evento, em pauta estará o tema genética e melhoramento da seringueira, sobre o qual falam o engenheiro agrônomo José Fernando Canuto Benesi, consultor técnico em heveicultura, Adonias de Castro Virgens Filho, pesquisador da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), e Dr. Paulo de Souza Gonçalves, pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), lotado no Instituto Agronômico de Campinas (IAC). Também no dia 25 serão abordados os temas “Políticas do MAPA para a heveicultura“, “Financiamento público para heveicultura“ e “Seguro de faturamento para o produtor de borracha“.

No último dia do Congresso, os participantes contarão com a palestra “Empreendendo na propriedade rural“, ministrada por Guilherme Nunes Tresso, consultor de agronegócios do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/SP). Outros dois temas de destaque serão abordados na sexta-feira (26), a “Inovação tecnológica: Serincort“, tópico que traz o engenheiro mecânico David Gonçalves da Silva, da FEI, e “Relações de trabalho na heveicultura“, com o desembargador do Trabalho aposentado, Dr. José Antonio Pacotti.